PM vai responder a processo na Corregedoria-Geral da PM
Tempo de leitura: < 1 minuto

Equipes da Força Tarefa da Secretaria da Segurança Pública da Bahia prenderam em flagrante, na terça-feira (9), um soldado da Polícia Militar, suspeito de participação em um roubo. Arma do militar foi apreendida na casa atacada por criminosos.

A prisão ocorreu horas depois do roubo, que foi na madrugada terça, no município de Igaporã. Segundo as vítimas, três homens vestindo fardas semelhantes a da PM, invadiram o imóvel alegando cumprimento de mandado de busca e apreensão. No local o trio roubou R$ 5 mil , uma espingarda, joias, um celular e chaves de três veículos.

Quando o trio saiu da casa, um dos criminosos deixou cair uma pistola e não percebeu. O armamento está registrado no nome de um soldado, lotado em uma CIPM da Região Metropolitana de Salvador (RMS). O PM, que não teve o nome divulgado, foi apresentado na 22ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Guanambi), onde foi autuado e aguarda audiência de custódia.

PROCESSO ADMINISTRATIVO

Um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) foi instaurado na Corregedoria da PM. O soldado foi o 11° policial preso pela Força Tarefa liderada pela Corregedoria-Geral da SSP-BA, nos últimos dias.

No dia 16 de maio quatro soldados foram presos por homicídios contra dois irmãos. Uma semana depois (23 de maio), mais cinco PMs acabaram capturados pelo crime de extorsão mediante sequestro. No dia seguinte, um soldado, sexto integrante deste bando, acabou encontrado e também preso.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.