Tempo de leitura: < 1 minuto

O número de infectados pelo novo coronavírus em Itabuna subiu de 3.948, ontem, para 4.050 neste sábado (18), conformem dados divulgados na noite de hoje pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). São 102 contaminados a mais que ontem e mais quatro óbitos. Já são 94 mortes causadas pela Covid-19 desde o início da pandemia.

Entre domingo (12) e hoje o município registrou 472 novos casos da doença. Nesse período, ocorreram 13 mortes pela Covid-19. Itabuna acumula 14.394 casos suspeitos notificados, com 9.979 descartados, 2.476 em monitoramento pela Vigilância Epidemiológica e 2.261 casos ativos (pessoas que estão se recuperando da doença. Há 215 pessoas esperando o resultado de exame.

O número de pessoas infectadas em estado grave vem aumentando nos últimos dias. Eram 86 moradores de Itabuna hospitalizados no último dia 12 e neste sábado são 97, sendo 66 em leitos clínicos e outros 31 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Itabuna tem 1.695 curados da doença.

Bike foi furtada no São Judas, em Itabuna, nesta semana
Tempo de leitura: < 1 minuto

Uma bicicleta Cannondale Scalpel SI Alloy 5 foi furtada, na última quarta-feira (15), no bairro São Judas, em Itabuna. Os ladrões pularam o muro da residência e levaram a bicicleta sem que ninguém do imóvel percebesse.

A bicicleta é de marca e modelo dentre as apreciadas pelos amantes do ciclismo, porém com poucas unidades no sul da Bahia. Quem tiver informações sobre o paradeiro da bike, poderá entrar em contato pelo telefone (73)98827-5635. Paga-se recompensa.

Justiça suspende caminhadas e passeatas em Camacan
Tempo de leitura: < 1 minuto

Camacan confirmou mais duas mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas. O número de óbitos subiu de 14 para 16 neste sábado (18).  O município do sul da Bahia registrou o primeiro óbito causado pela doença no dia 23 de maio. Naquela data eram 50 pessoas infectadas pelo vírus.

Hoje, o número de casos confirmados em Camacan chegou a 581, 11 a mais que ontem. O município contabiliza 1.987 notificações, com 1.187 casos descartados, 171 casos ativos (pessoas se recuperando da doença) e 29 pessoas aguardando o resultado pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen). São 10 pessoas internadas e 394 curados.

Ilhéus registra 66 casos de Covid-19 em 24 horas|| Foto José Nazal
Tempo de leitura: < 1 minuto

Ilhéus registrou, nas últimas 24 horas, mais três óbitos causados pelo novo coronavírus. Com isso, o número de mortes passou de 96, ontem, para 99 neste sábado (18). Nos últimos sete dias, entre domingo e hoje, 17 pessoas não resistiram a doença. Eram 82 óbitos na segunda.

Nesse período, o número de casos da Covid-19 saltou de 1.977 para 2.282. São 305 infectados a mais nos últimos 7 dias, conformem mostram os boletins epidemiológicos da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Os dados oficiais mostram também uma disparada, neste mês, no número de mortes causadas pelo novo coronavírus. A quantidade de óbitos passou de 56, no dia 1º, para os atuais 99.  O aumento foi de 76%, o maior desde o início da pandemia no município do sul da Bahia, conforme levantamento feito pelo PIMENTA.

Hoje, tem 626 pessoas com os sintomas da doença em isolamento e 53 pacientes internados em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Há 425 pessoas aguardando resultado do exame. Existem ainda 1.504 curados da doença em Ilhéus.

Bahia tem mais de 99,7 mil recuperados da covid-19, informa a Sesab
Tempo de leitura: < 1 minuto

Nas últimas 24 horas, a Bahia registrou 1.581 novos casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +1,3%), 55 óbitos (+2,0%) e 4.781 curados (+5,0%), informou a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab). São 120.238 casos confirmados desde o início da pandemia, dos quais 99.704 pessoas já são consideradas curadas, 17.741 encontram-se em recuperação e 2.793 tiveram óbito confirmado de Covid-19.

Os casos confirmados ocorreram em 403 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (39,28%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Gandu (3.033,67), Itajuípe (2.547,46), Ipiaú (2.068,76), Lauro de Freitas (1.862,02) e Madre de Deus (1.853,70).

boletim epidemiológico contabiliza ainda 258.708 casos descartados e 77.179 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas deste sábado (18).

Na Bahia, 12.314 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Ocupação de leitos na Bahia neste sábado (18), conforme a Sesab

Engenheiro é preso em Itabuna com carro roubado
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Polícia Rodoviária Federal prendeu, na sexta-feira (17), na altura do quilômetro 502 da BR-101, em Itabuna, um homem que transitava com uma caminhonete roubada. O veículo estava com placa de outro carro com as mesmas características.

O homem, de 54 anos, é engenheiro e morador de Vitória, no Espírito Santo. Os policiais descobriram que o veículo era clonado, emplacado originalmente em Pinheiros (ES), e que havia sido roubada em janeiro de 2018.

Para tentar “escapar” de fiscalizações da polícia, o automóvel utilizava placa de uma outra caminhonete idêntica, emplacada em Aracruz (ES). O motorista foi detido e encaminhado para registro do flagrante na Polícia Civil de Itabuna, pelo crime de receptação previsto no art. 180 do Código Penal.

Casal de Itajuípe, no sul da Bahia, é um dos símbolos da vitória contra a covid-19 no estado
Tempo de leitura: < 1 minuto

Este final de semana está sendo de comemoração para mais uma família no sul da Bahia.  Judson e Maria de Lourdes Lisboa se conheceram há mais de quatro décadas e estão juntos há 39 anos. Eles prometeram que estariam juntos tanto na saúde quanto na doença. Semana passada viveram um dos momentos mais difíceis de suas vidas.

Infectados pelo novo coronavírus, os dois foram internados na Unidade Covid do Hospital Calixto Midlej Filho, onde ficaram, juntos, por seis dias, até que veio a boa notícia: estavam prontos para retornar para casa. E, na noite de sexta-feira (17) receberam alta médica e foram recebidos com festa pelos profissionais de saúde.

O casal segue agora monitorado pela Vigilância Epidemiológica de Itajuípe, onde reside. E a gente segue daqui torcendo pela completa recuperação desse casal, que é símbolo de amor e união.

Caixa abre neste sábado|| Foto José Cruz
Tempo de leitura: 2 minutos

Muitos trabalhadores que contavam com os R$ 1.045 da conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) tomaram um susto nos últimos dias. Com o cadastro no fundo incompleto, eles tiveram o depósito em contas poupança digitais suspenso pela Caixa Econômica Federal.

O banco não informou o total de pessoas nessa situação. Apenas esclareceu que não conseguiu abrir as contas poupança digitais por falta de informações, como endereço, nome da mãe, data de nascimento, número do RG (registro geral) e data de emissão do RG. Somente com os dados atualizados, o dinheiro poderá ser transferido.

Inicialmente, o banco não tinha avisado aos trabalhadores sobre as inconsistências no cadastro. Apenas informou que a abertura das contas poupança digitais seria automática. Agora, a Caixa orienta os trabalhadores a consultar a situação do saque emergencial no aplicativo FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), disponível para smartphones e tablets dos sistemas Android e iOS. Lá, será possível verificar a situação do cadastro e atualizar os dados.

COMO FAZER

O procedimento pode ser feito a qualquer momento, independentemente da data prevista para o depósito dos R$ 1.045 na conta poupança digital. Basta o usuário, ao abrir o aplicativo, clicar no botão “saque emergencial”, preencher os dados e autorizar a abertura da conta digital em seu nome.

Para quem ainda está longe de receber o depósito, a atualização dos dados resolve os problemas. Basta esperar o dia do recebimento. Para quem deveria ter o dinheiro depositado nas últimas semanas, a Caixa promete que o crédito será reprogramado, com o trabalhador acompanhando o aplicativo para saber a data do pagamento. Veja mais detalhes em leia mais.

Leia Mais

Famílias carentes de Itabuna e Ilhéus são beneficiadas com cesta básica
Tempo de leitura: 2 minutos

Uma ação do Ministério Público do Trabalho (MPT) destinou alimentos e produtos de higiene para 200 famílias em situação de vulnerabilidade social dos municípios de Ilhéus e Itabuna. A iniciativa integra os esforços para destinar valores depositados em juízo fruto de ações movidas pelo órgão para o combate à pandemia e seus reflexos sociais.

As famílias beneficiadas integram o cadastro do projeto Jovem Social, iniciativa do MPT em parceria com o Ministério Público da Bahia (MP-BA) e com participação da rede de assistência social dos municípios do sul do estado, Polícia Militar da Bahia, Centro de Integração Empresa Escola e a Associação Padre Paulo Tonucci.

No projeto, a entidade oferece capacitação profissional e orientação para o empreendedorismo a jovens de 14 a 24 anos. Os kits foram adquiridos com os R$14.892,00 depositados em juízo pelas empresas Posto Grapiúna e J. Lodi e Gomes & Cia numa ação do MPT.

VARA DO TRABALHO EM ITABUNA

Para a procuradora do MPT Bradiane Lima, que cuida da ação iniciada pelo procurador Ilan Fonseca em 2014, a destinação desse valor diretamente para uma entidade que já presta um importante serviço social permite alcançar o objetivo da cobrança de danos morais coletivos por irregularidades trabalhistas, que é indenizar a sociedade.

A reversão do valor foi solicitada à 3ª Vara do Trabalho de Itabuna e autorizada pelo juiz titular João Batista Sales Souza.

O MPT já destinou desde o início das medidas de restrição para frear o contágio do novo coronavírus R$17,3 milhões na Bahia. O volume de recursos destinados no país já ultrapassou a marca de R$251 milhões. O Fundo Estadual de Saúde da Bahia e fundos municipais de diversos municípios já foram beneficiados no estado.

Outras ações, como essa, promovem a entrega de alimentos, produtos de higiene e equipamentos de proteção. São mais de 2 milhões de máscaras e mais de 10 toneladas de alimentos distribuídos gratuitamente a pessoas em situação social vulnerável.

Tempo de leitura: 3 minutos

No meio de sua palestra, todas as questões que sempre defendeu foram postas, para delírio dos presentes. Num desses temas, como era de se esperar, a crescente utilização da maconha, não se restringindo ao “cigarrinho maldito”, como se referiam alguns, mas em diversas atividades econômicas.

Walmir Rosário || wallaw2008@outlook.com

Um dos melhores momentos vividos nesse Brasil foi a chamada luta pela redemocratização, com movimentos estourando por todo o país, com palestras, seminários, workshop ou os simples comícios. Desde a luta pelas eleições diretas, a Constituinte e a eleição de Tancredo Neves o Brasil só respirava política. Não se falava em outra coisa.

Políticos com mandato cruzavam os céus em aviões de carreira ou particulares em busca de apoio para suas propostas no Congresso Nacional ou para a formação de novos partidos políticos. Os sem mandatos também se viravam como podiam para “vender seu peixe”, inclusive “as novidades”, a exemplo dos cassados e exilados políticos que retornaram ao Brasil e buscavam mandatos, ou os já eleitos.

Convidado do Município de Ilhéus para vir à cidade participar de um fórum de debates, o deputado federal Fernando Gabeira se transformou, como sempre, numa atração à parte. Não tão somente pela sua história, mas, sobretudo pelas propostas inovadoras para a política brasileira, a exemplo do que sobe fazer, haja vista sua constante capacidade de transformação em relação ao presente e ao futuro.

Em Ilhéus, durante toda sua estada, sempre esteve cercado pela imprensa, inclusive a nacional, e não se fazia de rogado ao tratar dos mais diversos assuntos ligados à política e economia nacional internacional, analisando estruturas e conjunturas, construindo cenários futuros. E assim passou a ser o maior e mais importante personagem do evento, inibindo figuras importantes da vida política e econômica brasileira.

E não era para menos. Jornalista experiente, político defensor de questões consideradas controversas, polêmicas, verdadeiros tabus, o casamento homossexual, a descriminalização da maconha e profissionalização da prostituição, Gabeira tinha muito a falar por onde andava. Ainda mais quando a questão é sua história, a exemplo da militância política clandestina e as ações na luta armada durante o período da ditadura militar, quando participava do Movimento Revolucionário Oito de Outubro.

Membro fundador do Partido Verde (PV), Gabeira é um esquerdista histórico, tanto que alternou sua militância também no Partido dos Trabalhadores (PT) em diversas eleições. Por essas e outras, Gabeira tinha muito que contar e os jornalistas a perguntar. E esse assédio ficou mais evidenciado durante sua palestra no auditório do hotel em que também se hospedava, o Opaba.

No meio de sua palestra, todas as questões que sempre defendeu foram postas, para delírio dos presentes. Num desses temas, como era de se esperar, a crescente utilização da maconha, não se restringindo ao “cigarrinho maldito”, como se referiam alguns, mas em diversas atividades econômicas. O cânhamo passava a ser visto como commodity e não mais como um problema de polícia ou política social.

Tanto era assim, que uma das demonstrações feitas pelo deputado federal Fernando Gabeira era o seu próprio tênis, fabricado com cânhamo, nome vulgar da Cannabis sativa, arbusto que fornece as folhas para a produção do velho cigarrinho de maconha. E a plateia ficou ouriçada com o exemplo dado pelo deputado. A notícia, por certo, ganharia as manchetes dos rádios, jornais e televisões do mundo inteiro, como efetivamente ganhou.

Mas essa não era a preocupação de um expectador em especial, que não perdia um lance do deputado Gabeira, era o repórter fotográfico Mário de Queiroz, o conhecido Mário Bandeira, identificado como um dos usuários da maconha na sua versão enroladinha. Após os cliques de praxe, sempre buscando o melhor ângulo, Mário finalmente se aproxima de Gabeira e diz baixinho:

– Deputado, deputado, vamos subir ao seu apartamento para darmos uma fumada no seu tênis? – incentivou Mário de Queiroz.

Como era de se esperar, Gabeira respondeu com toda a tranquilidade:

– Olha, Mário, atualmente só uso maconha no tênis. Cânhamo, melhor dizendo – e seguiu respondendo as perguntas dos jornalistas.

Walmir Rosário é radialista, jornalista e advogado.

Tempo de leitura: 4 minutos

A pandemia causada pela COVID-19 atingiu todo o mundo. Cada um foi afetado de uma forma, trazendo angústia, medo, incertezas e muitos receios sobre o futuro. Muitos setores foram impactados, inclusive a educação.

Apesar desse cenário instável, é importante não deixar de investir no aprendizado e se preparar para a retomada da economia pós-pandemia. A capacitação técnica e profissional é um diferencial para as empresas que estão em busca de selecionar os melhores e mais bem preparados.

Com o objetivo de continuar seu propósito em qualificar profissionais para o mercado de trabalho, o SENAI BAHIA abre inscrições para o Processo Seletivo dos cursos técnicos com ingresso em 2020.2. São 4.015 vagas em todo o estado nas modalidades presencial e semipresencial.

Em Ilhéus são 70 vagas nos cursos presenciais de administração e eletrotécnica e 40 vagas disponibilizadas no curso semipresencial de eletromecânica.

Uma novidade desse Processo Seletivo do SENAI BAHIA é o lançamento do curso técnico em Administração, o qual abre possibilidades para novos profissionais gerenciarem o próprio negócio ou se qualificarem em diversos segmentos da área administrativa, como Gestão de Recursos Humanos, Finanças, Mercado e Tecnologia da Informação.

Mas é bom ficar atento, pois são os últimos dias de matrícula. Os candidatos aos cursos técnicos só têm até o dia 20 de julho para se matricularem com o desconto de 60% na matrícula sobre o valor cheio da 1ª mensalidade. Para os alunos que pagarem as mensalidades do 1º semestre até o dia 5 de cada mês, têm 30% de desconto. As matrículas são online pelo site www.tecnicosenai.com.br.

“É muito importante que nesse momento de pandemia a gente não desista dos nossos planos, não desista de se qualificar. É viável sim a manutenção dos estudos. Uma das possibilidades é solicitar o Crédito Estudantil”, diz Patrícia Evangelista, gerente executiva de Educação Profissional do SENAI BAHIA.

Assim, o curso técnico é uma excelente opção para quem quer montar seu próprio negócio, ter uma renda extra ou entrar o quanto antes no mercado de trabalho, se qualificando em um curto período de tempo.

ESTUDE SEM SAIR DE CASA

De acordo com dados da Unesco (órgão da ONU para educação e cultura), publicados em 06 de março de 2020 pelo site El País Brasil, estima-se que quase 300 milhões de alunos já foram afetados em 22 países de três continentes pelo fechamento de escolas devido à expansão do coronavírus (COVID-19).

No novo normal impactado pela pandemia causada pela COVID-19, alunos e docentes tiveram que se adaptar a um formato de aula diferente, depois que todas as instituições de ensino interromperam suas atividades presenciais.

As unidades do SENAI BAHIA, atendendo aos decretos municipais e estadual, suspenderam as atividades desde 18 de março. No entanto, começaram um longo processo para viabilizar aos alunos e docentes possibilidades para que as aulas fossem realizadas remotamente.

As aulas remotas do SENAI Bahia acontecerão de forma síncrona, ou seja, ao vivo e apenas algumas atividades serão realizadas assincronamente, de acordo com o tempo, horário e local dos alunos, ou seja, com mais autonomia. Será utilizada a plataforma Meu SENAI, permitindo a transmissão das aulas e interação entre alunos e docentes, além de dar acesso às ferramentas do Google For Education.

Francisco Assis Neto, docente de Manutenção Automotiva e com quase 30 anos de SENAI, lembra:

“Os alunos ficaram surpresos e desconfiados no início, assim como nós, docentes. Mas, no geral, eles têm dito que aprenderam mais nesse processo, considerando as ferramentas que utilizamos, a visibilidade de alguns componentes. Além disso, a ferramenta me possibilita algo que considerei muito positivo, que é o atendimento individualizado, pois falamos diretamente com o aluno. Senti que por causa disso houve uma proximidade. Quando se está na sala de aula tradicional, você tem uma visão macro. Nessa aula virtual, tive que ter uma visão mais específica. Senti como positivo que me aproximei mais dos meus alunos”, conta.

Essa foi a mesma percepção de Erick Portela, docente dos cursos técnicos em Eletromecânica, Eletrotécnica e Mecatrônica em Ilhéus. Ele conta que, por se tratar de uma mudança significativa, gerou mesmo muita expectativa. “Logo nas primeiras semanas recebi muitos retornos positivos das aulas que indicaram que estava no caminho certo. A ferramenta também ajudou nesse processo porque, ao reunir tudo que é necessário para oferecer o melhor ambiente de aprendizagem, facilita muito o processo de ensino”, comenta.

Esse formato continuará sendo aplicado no segundo semestre de 2020, até que seja possível a reabertura das unidades do SENAI. “Vamos iniciar os cursos presenciais de forma híbrida, com transmissão de aulas ao vivo com nossos docentes e também algumas atividades a distância. Assim que tivermos autorização para retomar com todo o protocolo de segurança, faremos as nossas práticas presenciais nas nossas unidades”, explica Patrícia Evangelista.

Para Magali Paschoalino, aluna do curso técnico em Logística, as aulas superaram suas expectativas. “Estávamos muito ansiosos, mas me adaptei logo no primeiro dia. Houve muita interatividade e isso rapidamente proporcionou a criação de um vínculo entre todos”, diz ela. Para Magali, a plataforma MEU SENAI, por ser da Google, é completa e possibilita a interação com os docentes. “Posso acessar meu conteúdo didático na ferramenta a qualquer momento”, completa.

RICA APRENDIZAGEM TÉCNICA

Em países da União Europeia (UE) como França, Portugal e Espanha, o percentual de alunos do ensino secundário que fazem educação profissional chega a 50%. No Brasil, cabe ao SENAI a missão de qualificar o trabalhador brasileiro, o que é essencial para elevar a produtividade, assim como oferecer serviços tecnológicos e de inovação para abastecer as necessidades das empresas a competirem em um mercado globalizado.

Esse diferencial que o SENAI Bahia carrega é determinante para escolher estudar na instituição. A própria Magali Paschoalino, após 10 anos se dedicando à criação e educação do seu filho, tinha o desejo de trabalhar na indústria. “Tenho pressa, mas preciso estar preparada, pois o mercado é competitivo e tenho que estar segura. Quando comecei o curso técnico, estava meio insegura, com receio, mas logo nos primeiros dias senti que eu era capaz. O conteúdo voltado para uma aprendizagem técnica industrial é muito rico. Nunca pisei em uma indústria, mas posso garantir que em muitas aulas, com a qualidade e abordagem do ensino, eu estive dentro de muitas”, diz ela.

Esse é o mesmo sentimento da diplomada pelo SENAI Bahia Naiara Souza da Silva, que hoje trabalha em uma das empresas líderes do seu segmento, a Oxiteno. Ela fez dois cursos técnicos, de Petróleo e Gás e de Automação Industrial. “Eu estava em busca de uma formação que me desse uma remuneração em curto prazo, comecei a pesquisar sobre as possibilidades, então decidi fazer um técnico, e querendo um diferencial no mercado tive várias recomendações do SENAI Bahia”, fala.

“Hoje trabalhando na área percebo que alunos do curso técnico no SENAI são muito bem vistos na indústria, e me esforço para dar o meu melhor e honrar essa camisa”, complementa.

ÚLTIMOS DIAS DE INSCRIÇÕES E MATRÍCULAS

As inscrições e matrículas, a lista completa de cursos, vagas disponíveis, valores das mensalidades e descontos, dentre outras informações, estão disponíveis no site www.tecnicosenai.com.br.