De acordo com o projeto, a Manoel Chaves ficará com novo visual
Tempo de leitura: 2 minutos

O secretário de Infraestrutura e Urbanismo de Itabuna, Almir Melo Jr, anunciou, nesta segunda-feira (25), que o prefeito Augusto Castro deve assinar em 15 dias ordem de serviços para revitalização da Avenida Manoel Chaves, no bairro São Caetano.  O secretário adiantou que a avenida terá parte do piso intertravado compartilhado em parte concreto asfáltico, ciclovia, passeio e iluminação LED.

O secretário Almir Melo Jr informou que o piso de concreto será instalado no primeiro quarteirão da via. “Nosso objetivo é fazer os condutores reduzam a velocidade, já que a área tem muitos estabelecimentos comerciais”, completou.

De acordo com o secretário, ao todo serão 2,3 quilômetros de concretagem e asfalto. “O projeto também inclui a troca de meio fio de toda a extensão da avenida que terá origem na confluência da Avenida Roberto Santos, no Pedro jerônimo, seguindo até a rodovia BR-101. Parte da via será de piso intertravado e o restante será asfalto”, detalhou.

PARCERIA COM O GOVERNO DO ESTADO

A obra será executada com recursos do Governo do Estado, por meio da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado (Conder), que já mobilizou equipamentos e a usina asfáltica. “A Conder está avaliando o projeto e o custo da obra, cujo contrato vai necessitar de aditivo” disse o titular da Secretaria de Infraestrutura e Urbanismo.

O secretário destacou que uma das marcas da gestão do prefeito Augusto Castro é realizar as melhorias com qualidade. “Além da Manoel Chaves temos projetos para revitalizar a Praça Otávio Mangabeira (Camacan), no centro da cidade e fazer a duplicação do trecho da BR-415, entre a saída de Itabuna para Ilhéus até o viaduto”, adiantou.

O prefeito Augusto Castro já tinha anunciado obra. “A ideia é avançar, transformar as entradas da cidade e os principais corredores de tráfego do transporte coletivo urbano. Trabalhamos para que a Manoel Chaves seja a mais bela avenida que traduza uma Itabuna moderna”, disse Augusto Castro, na semana passada.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.