Brasileiras fazem história no futebol mundial||Lucas Figueiredo/CBF
Tempo de leitura: < 1 minuto

Um capítulo importante na história do futebol será escrito por duas mulheres brasileiras neste domingo (7). A árbitra Edina Alves Batista (FIFA/SP) e a auxiliar Neuza Back (FIFA/SP) foram escaladas para comandar o jogo entre Al Duhail e Ulsan Hyundai, pelo Mundial de Clubes da FIFA. A partida começa daqui a pouco, às 12h.

As brasileiras farão parte do primeiro trio 100% feminino a comandar um jogo masculino profissional de uma competição FIFA. Elas serão acompanhadas pela auxiliar Mariana de Almeida, da Argentina. O jogo vale pela disputa do quinto e sexto lugar no Mundial.

Além do trio, ainda completam a equipe de arbitragem: o quarto árbitro Abdelkader Zitouni (TAH), o auxiliar reserva Humberto Panjoj (GUA) o árbitro de vídeo Nicollas Gallo (COL) e o auxiliar do árbitro de vídeo Julio Bascunan (CHI).

A expectativa pela escalação de Edina Alves para comandar um jogo Neuza Back do Mundial de Clubes já existia desde a indicação das duas para a competição. As brasileiras atuaram neste Mundial na partida entre Tigres e o mesmo Ulsan Hyundai FC. Edina Alves foi a quarta árbitra do jogo, enquanto Neuza Back esteve como auxiliar reserva. Desta vez, elas estarão no comando da partida.

NO JOGO DO BAYAERN DE MUNIQUE

Além da disputa pelo quinto lugar, a FIFA anunciou que Edina Alves Batista e Neuza Back também estarão na equipe de arbitragem da semifinal entre Bayern de Munique e Al Ahly, na próxima segunda-feira (8). Assim como na partida de estreia do Mundial de Clubes, Edina atuará como quarta árbitra, enquanto Neuza será a auxiliar reserva do confronto.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.