Veronice Romana sofreu tentativa de homicídio no dia 5 de fevereiro
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Polícia Civil prendeu hoje (8), na zona rural de Itapebi, um homem de 21 anos, suspeito de envolvimento na tentativa de homicídio contra a vereadora Veronice Romana, ocorrida no dia 5 de fevereiro, no mesmo município. O nome do suspeito não foi divulgado.

O mandado de prisão foi cumprido por equipes da 13ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Eunápolis), que investiga o caso.

Os policiais tentam localizar Cristiano Pereira da Silva, que é do mesmo partido de Veronice, o Podemos. Suplente da vereadora na Câmara de Itapebi, ele é suspeito de ter encomendado o crime. O homem preso hoje é sobrinho de Cristiano.

Segundo a Polícia Civil, o veículo utilizado na tentativa de homicídio foi apreendido. Os investigadores tentam encontrar uma espingarda calibre 12 e uma pistola que estariam escondidas no forro do teto da casa onde o homem foi preso, conforme denúncias encaminhadas à 23ª Coorpin/Eunápolis.

Uma dessas armas teria sido usada no atentado contra a vereadora. Antes de ser preso, o homem quebrou seu aparelho de celular. De acordo com a polícia, ele fez isso na tentativa de inutilizar provas sobre o crime.

Uma resposta

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.