Celulares importados têm imposto reduzido
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Governo Federal reduziu, nesta quarta-feira (17), em 10% o Imposto de Importação de bens de capital e de informática e telecomunicações. Aprovada pela Câmara de Comércio Exterior (Camex), do Ministério da Economia, a medida visa baratear a importação de máquinas e equipamentos usados por todos os setores produtivos, além de diminuir o preço de itens importados como celulares e computadores.

A redução da alíquota começa a valer sete dias após a publicação de Resolução Camex com a decisão, o que deve ocorrer nesta quinta-feira (18). Hoje, essas taxas variam de zero a 16% na Tarifa Externa Comum (TEC). Com a redução aprovada, uma máquina que hoje paga 10% de imposto, por exemplo, passará a pagar 9%.

Já um eletrônico que paga 16% de imposto, passará a pagar 14,4%. Adicionalmente, todas as alíquotas de 2% serão reduzidas para zero, diminuindo a burocracia e facilitando a vida dos importadores e consumidores.

A medida beneficia o consumidor brasileiro e os pequenos e médios empresários, com a redução de tarifas de importação de produtos como aparelhos celulares e notebooks, de 16% para 14,4%, e de equipamentos médicos de raio-X e microscópios óticos, de 14% para 12,6%.

Terão as alíquotas reduzidas, também, máquinas para panificação e fabricação de cerveja. Outro benefício será a redução do custo logístico e da construção civil, por meio da redução das alíquotas de guindastes, escavadeiras, empilhadeiras, locomotivas e contêineres, entre outros itens.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.