Armas e objetos eróticos apreendidos na casa do suspeito, em Ubatã
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Polícia Civil tenta localizar um homem suspeito de estupro de vulnerável com mandado de prisão em aberto. Nesta terça-feira (30), os policiais cumpriram mandados de busca e apreensão em Ubatã, no Sul da Bahia. O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA), participa das investigações sobre o caso, iniciadas em novembro de 2020.

Na casa do suspeito, os investigadores apreenderam dois revólveres calibre 38, uma espingarda de grosso calibre, uma pistola, munições, aparelhos eletrônicos e produtos eróticos.

De acordo com a polícia, por ser empresário, o homem aproveitava a posição socioeconômica para explorar sexualmente garotas de famílias em situação de vulnerabilidade social. Ele teria feito promessas e oferecido dinheiro, presentes, imóveis e emprego às vítimas.

O empresário, conforme as investigações, cometeu os abusos durante dois anos, quando as adolescentes tinham 13 e 15 anos. Ele teria ameaçado de morte as vítimas e o pai delas, caso fizessem algum tipo de denúncia.

A Polícia Civil não divulgou o nome do suspeito. As ações continuam, com o objetivo de colher materiais e denúncias de outras possíveis vítimas. Os investigadores recebem informações por meio do número  (71) 3235-0000 para ligações de Salvador e 181 para chamadas do interior do estado.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.