Itabunense, marido e filha são mortas no sul do país
Tempo de leitura: < 1 minuto

A polícia de Paranaguá, no litoral do Paraná, está usando imagens de câmeras de segurança para tentar identificar os bandidos que mataram a itabunense Kaylane Freitas de Santana, de 27 anos, o marido dela, Jhonatan Nunes Lourenço, e a filha do casal, Laura, de apenas dois anos. Eles foram mortos na madrugada da última quinta-feira (20), na Vila Rute.

Kaylane Freitas morava em Itabuna, no bairro Parque Boa Vista, antes de mudar-se para o sul do país. A jovem já residia no interior do Paraná há alguns anos. Ela, o marido e dois filhos dormiam no momento em que os atiradores invadiram o imóvel e fizeram os disparos. Mulher, marido e filha morreram no local.

A tragédia não foi maior porque um filho do casal, de cinco anos, conseguiu se esconder dos atiradores. O menino foi entregue à família da avó materna. A polícia suspeita que a ação dos bandidos tenha sido determinada por traficantes de droga.

Jhonatan Nunes foi morto poucos dias depois de escapar de um ataque de bandidos. No mês passado, no mesmo local onde foi assassinado com a família, ele sofreu uma emboscada de dois atiradores, que acabaram presos em flagrante. Agora, a polícia tenta descobrir se as mortes têm relação com o atentado no mês passado.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.