CPI foi prorrogada por 90 dias
Tempo de leitura: < 1 minuto

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, leu, durante as votações em Plenário nesta quarta-feira (14), o requerimento de prorrogação da CPI da Pandemia. O autor do requerimento é o vice-presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

Com a leitura, a comissão de inquérito está oficialmente prorrogada por mais 90 dias. A CPI da Pandemia foi instalada em 27 de abril com prazo inicial de três meses de funcionamento. Com a prorrogação, as investigações prosseguem até o começo de novembro. O objetivo é investigar suspeitas de irregularidades cometidas e possível omissão do governo federal na negociação para compra de vacinas contra a Covid-19.

O presidente da CPI da Pandemia é o senador Omar Aziz (PSD-AM). O relator é o senador Renan Calheiros (MDB-AL(. Nesta quinta-feira (15), a comissão colherá o depoimento do procurador da empresa Davati Medical Supply no Brasil, Cristiano Carvalho.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.