Armas e drogas foram apreendidas no Teotônio Vilela, em Ilhéus
Tempo de leitura: < 1 minuto

Equipes da 70ª Companhia Independente da Polícia Militar apreenderam, no sábado (11), em Ilhéus, 33 tabletes de maconha e duas submetralhadoras calibres 9 mm e 22, duas balanças, celular e munições. Uma mulher foi conduzida para a delegacia e dois suspeitos conseguiram fugir.

As ações tiveram início por volta da meia noite de sábado, quando equipes faziam o patrulhamento no bairro de Teotônio Vilela, em Ilhéus, e descobriram a chegada dos entorpecentes, em um imóvel. Os PMs iniciaram o acompanhamento e, próximo à Avenida Jorge Amado, um suspeito percebeu a presença dos policiais e correu atirando.

“Houve troca de tiros mas, como o local por onde ele fugiu é de difícil acesso por se tratar de uma área de manguezal, não conseguimos encontrá-lo. Nas buscas, identificamos a casa onde as drogas estavam, recebemos autorização para entrar e localizamos os materiais com a mulher”, contou a subcomandante da 70ª CIPM, capitã Elane Campos.

No local, além das drogas e armas, também foram encontradas duas balanças e munições. Já por volta das 9h30min, durante rondas na Rua Vereador José Fernandes, naquele bairro, denúncias sobre um outro homem portanto arma de fogo e retirando drogas de uma casa, para serem entregues, foram verificadas pelos policiais.

Os PMs identificaram o suspeito mas, após perceber a aproximação da guarnição, o homem fugiu deixando para trás 14 tabletes de maconha. Todo o material foi encaminhado para a 7ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior.

Governo libera eventos para até mil pessoas na Bahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

Um novo decreto publicado no Diário Oficial do Estado deste sábado (11) autoriza em toda a Bahia, até o dia 21 de setembro de 2021, a realização de atividades com a presença de público de até mil pessoas. Estão permitidas cerimônias de casamento, eventos urbanos e rurais em logradouros públicos ou privados, circos, parques de exposições.

O decreto autoriza ainda a realização de solenidades de formatura, feiras, passeatas e afins, além do funcionamento de zoológicos, parque de diversões, museus e teatros. Os museus, parques de exposições e afins poderão funcionar garantindo o distanciamento mínimo de um metro entre as pessoas, sendo proibida a excursões.

Pelo decreto nº 20.704, que entrou em vigor no sábado (11) e altera o decreto de nº 20.658, está permitida também ainda a realização de eventos com venda de ingressos, limitando a presença de público de até mil pessoas.

Para os eventos, todos os envolvidos, entre artistas, público, equipe técnica e colaboradores, deve comprovar ter tomado as duas doses de vacina ou dose única, apresentando o documento de vacinação fornecido no momento da imunização ou o certificado obtido por meio do aplicativo CONECTE SUS do Ministério da Saúde. Além disso, devem ser respeitados todos os protocolos sanitários estabelecidos pelos municípios, especialmente o distanciamento e uso de máscaras.

Fica autorizado ainda o funcionamento de academias e estabelecimentos voltados para a realização de atividades físicas, desde que limitada a ocupação máxima de 75% da capacidade do local.

Pesquisa mostra dados sobre violência contra adolescentes|| Anete Lusina
Tempo de leitura: 2 minutos

A violência sexual se mostra presente na vida de um significativo percentual de meninos e meninas que frequentam escola. Dentre as meninas, uma em cada cinco adolescentes (20,1%) de 13 a 17 anos diz já ter sido tocada, manipulada, beijada ou ter tido partes do corpo expostas contra a sua vontade. E 8,8% das meninas nessa idade já foram forçadas ao sexo, a maioria antes dos 14 anos.

Os garotos também são alvos desse tipo de violência, mas em percentuais bem menores. Os agressores costumam ser pessoas próximas às vítimas. Além disso, o contexto socioeconômico pode determinar onde cada tipo de agressão é mais comum, sendo que os índices de importunação sexual são mais altos dentre alunos da rede privada e os de estupro dentre os da pública.

Esses são alguns dos dados obtidos pela Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE) 2019, que entrevistou escolares dessa faixa etária em todo o Brasil sobre diversos temas, que vão desde os hábitos e a saúde até a autoimagem e a saúde mental.

MÉTODO

O método de coleta de informação da PeNSE, por meio de um dispositivo móvel utilizado pelo próprio adolescente, garante o anonimato e a individualidade de quem responde, de modo que os estudantes fiquem com menos receio de responder sobre temas sensíveis.

No geral, 14,6% dos estudantes de 13 a 17 anos narraram já terem sofrido algum tipo de violência sexual pelo menos uma vez na vida. Mas o percentual entre as meninas (20,1%) foi mais que o dobro do observado entre os meninos (9,0%). E na rede privada houve mais relatos desse tipo de violência (16,3%) do que na rede pública (14,4%).

Leia Mais

R$ 150 milhões serão divididos por 57 apostas da Lotofácil da Independência
Tempo de leitura: < 1 minuto

Os donos de três apostas feitas na Lotofácil da Independência, na Bahia, estão comemorando neste final de semana. Eles estão entre os 57 sortudos que dividirão o prêmio de R$ 150 milhões. O sorteio foi realizado na noite de sábado (11), no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo.

Além da Bahia, as apostas com 15 acertos foram do Distrito Federal (1), São Paulo SP (18), Paraná  (5), Santa Catarina, Goiás (3), Minas Gerais (2), Pará (2), Rio Janeiro (2), Ceará (1), Espírito Santo (1), Maranhão (1), Mato Grosso (1), Mato Grosso do Sul(1), Pernambuco (1), Sergipe (1). Outras 9 foram feitas por meio do Canal Eletrônico. Cada aposta receberá R$ 2.791.889,55.

Para demais faixas, com os valores menores, são 10.288 apostas acertadoras dos 14 números e cada receberá R$ 1.124,02. Com 13 acertos 292.658 apostas ganhadoras, R$ 25,00; com 12 são 3.577.748 apostas acertadoras, R$ 10,00. Com 11 acertos são 18.451.178 apostas ganhadoras e cada receberá R$ 5,00.