Desabamento de muro provocou morte do pedreiro Fábio e do filho Guilherme || Redes sociais
Tempo de leitura: < 1 minuto

O pedreiro Fábio Guedes Leone, de 45 anos,  não resistiu aos ferimentos e faleceu no final da tarde deste sábado (16), no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães. O homem foi atingido no desabamento de muro da Escola Municipal Marechal Castelo Branco, na Califórnia, em Itabuna, no sul da Bahia. Ele e o filho, Guilherme Aurélio Leone dos Santos, 12, passavam pelo local quando o muro desabou. Guilherme faleceu na hora.

Fábio Guedes teve perna amputada e um dos braços fraturado no desabamento do muro da escola, que há 17 anos pertence à rede municipal e nunca tinha passado por reforma. Moradores vizinhos ao local disseram que a queda do muro era uma tragédia anunciada, porque as rachaduras na parte externa eram visíveis.

Na tarde hoje, a Prefeitura derrubou o restante do muro e interditou uma casa ao lado da Escola Marechal Castelo Branco, que há muito tempo necessita de uma reforma completa. A viúva está em estado de choque. Ainda não há informações sobre local e horário de sepultamento das vítimas da tragédia.

Ao confirmar a morte do pedreiro Fábio Guedes, o prefeito Augusto Castro informou ações adotadas pelo município e a decretação de luto oficial por 3 dias. Na comunidade da Califórnia, há clima de revolta porque, segundo moradores, os alertas feitos ao município datam ainda do primeiro semestre deste ano, sem que providências tenham sido tomadas.

5 respostas

  1. Quantas escolas, instituições públicas e privadas estão nessas mesmas condições e oferecendo riscos? Itabuna é uma cidade que literalmente está caindo aos pedaços.

  2. Da mesma forma na travessa Mercedes, casas na encosta do barranco preste cair ,e poder público não toma nenhuma iniciativa, só vão reagir quando uma tragédia acontecer.

  3. Da mesma forma na travessa Mercedes na Califórnia , casas na encosta do barranco preste cair ,e poder público não toma nenhuma iniciativa, só vão reagir quando uma tragédia acontecer.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.