Vice-governador João Leão recebe alta médica após "pico de estafa"
Tempo de leitura: < 1 minuto

O vice-governador e secretário de Planejamento da Bahia, João Leão, recebeu alta do Hospital Aeroporto na tarde deste domingo (7) depois de sofrer um mal-estar. Segundo a assessoria do político, João Leão foi para a residência dele por volta das 16h e o atendimento de emergência foi devido a uma queda de pressão.

“De acordo com a equipe médica do Hospital Aeroporto, onde Leão foi atendido, ele teve um pico de estafa e deve repousar nos próximos dias”, informa a assessoria por meio de nota. “Durante o período que ficou em observação na unidade de saúde, o vice-governador recebeu a solidariedade do governador Rui Costa, que ligou para ele, e de familiares, políticos e amigos.”

A criança foi morta enquanto dormia com avó
Tempo de leitura: < 1 minuto

Policiais militares prenderam um dos suspeitos de participar do assassinato de Elisa Vitória de Jesus, de dois anos, em Santa Luzia, no sul da Bahia. O suspeito, que não teve o nome divulgado, foi conduzido para a sede da 6ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior em Itabuna, onde foi autuado em flagrante, horas após o crime.

“As roupas usadas por ele no momento da ação violenta foram apreendidas em sua casa. O homem foi reconhecido pela mãe da vítima”, informou o coordenador da 6ª Coorpin, delegado Evy Paternostro. Outros dois suspeitos de participação no assassinato da criança estão sendo procurados.

A menina foi morta na sexta-feira (5), quando dormia na casa da avó, no bairro Belanísia, em Santa Luzia, onde morava com os pais e uma irmã. De acordo com a polícia, o suspeito e mais dois comparsas invadiram o imóvel à procura do pai da vítima, que não estava no local.

Como represália, os criminosos atiraram na criança. “Seguimos com as investigações para identificar e localizar os outros envolvidos no crime. O flagranteado já teve a prisão preventiva solicitada à Justiça”, acrescentou Evy Paternostro.

O atacante Rossi marcou o único gol da partida
Tempo de leitura: 2 minutos

O Bahia venceu o São Paulo pela 30ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Jogando na noite deste domingo (7), na Arena Fonte Nova, em Salvador, o Tricolor de Aço bateu o adversário por 1 a 0. Rossi marcou o gol da partida.

Com a vitória, o Bahia chega aos 36 pontos e à 14ª posição. Já o São Paulo, com 37, é o 15º colocado. O time baiano tem vantagem de seis pontos sobre o Sport, que abre a zona de rebaixamento, com 30 pontos. O Bahia volta a campo na quinta-feira (11), contra o Flamengo, às 19h, no Maracanã, no Rio de Janeiro.

O JOGO

O Bahia teve as melhores oportunidades da primeira etapa em seu estádio. O Tricolor de Aço quase marcou aos 14 minutos, em finalização de Juninho Capixaba, colocada, que Volpi espalmou para escanteio. Já aos 16, Gilberto recebeu na meia-lua, finalizou e a bola saiu com perigo.

A melhor chance do São Paulo foi aos 20, quando Rigoni fez bela jogada, limpou o goleiro e levantou para Luciano, mas o atacante não conseguiu desviar para as redes. Aos 28, Gilberto recebeu o cruzamento de Nino e acertou uma pancada que levou perigo.

A pressão continuou, e Volpi evitou o gol após Gilberto cabecear na pequena área, operando uma grande defesa. Com isso, o placar foi zerado para o intervalo. O segundo tempo iniciou de maneira mais equilibrada, mas, a partir dos nove minutos, o Bahia voltou a ter o domínio do jogo e voltou a pressionar.

A altura, Gilberto recebeu na área, driblou Miranda e chutou cruzado, a bola desviou na defesa e quase entrou. O Esquadrão de Aço seguiu tendo o domínio das jogadas ofensivas e ameaçou principalmente em bolas alçadas na área.

O GOL DO BAHIA

O gol da partida ocorreu aos 31 minutos. O goleiro Volpi, do São Paulo, afastou a bola após cobrança de falta. Rossi pegou o rebote pelo lado esquerdo, dentro da área, ajeitou e bateu colocado, para vencer o arqueiro e marcar um belo gol em Salvador.

Em desvantagem, o São Paulo ficou mais com a posse e tentou pressionar, mas não conseguiu ser efetivo. A melhor oportunidade foi com Benítez, aos 44, em chute de fora da área que Danilo Fernandes espalmou. Com isso o placar terminou 1 a 0 para o Bahia.

Estações da Ceplac no sul da Bahia vão ganhar tecnologia
Tempo de leitura: < 1 minuto

Onze estações experimentais da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac) serão contempladas com pontos de conexão via satélite no Hub Cacau das Comunidades Conectadas. Os pontos de conexão de internet vão funcionar nos estados da Bahia, Amazonas, Espírito Santo, Mato Grosso, Pará e Rondônia.

A conexão chegará pela primeira vez nas estações experimentais de pesquisa de cacau nos municípios baianos de Una, Itabela, Itajuípe, além de Manaus (AM); Linhares (ES); Alta Floresta (MT); Medicilândia (PA) e Tucumã (PA). Elas se somam às estações de Ilhéus; Ouro Preto do Oeste (RO) e Marituba (PA), que já registravam algum tipo de conexão à internet.

Os pontos integram as ações de conectividade no campo, anunciadas em maio pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em parceria com o Ministério das Comunicações. Em oito estações, a conexão inaugurada pelo Mapa é inédita e trará repercussão na expansão da política cacaueira, destaca o diretor da Ceplac, Waldeck de Araújo Júnior.

“A conexão é essencial para as atividades de pesquisa, de capacitação dos técnicos e produtores e mesmo para a segurança das estações e do pessoal que trabalha porque na maioria dessas estações nem pega sinal de celular”, comenta.

DIFUSÃO DO CONHECIMENTO

Além de gerar maior produtividade e renda no campo, a conectividade em áreas estritamente rurais permitirá difusão do conhecimento a partir da prestação de assistência técnica e capacitação online.

A chamada Ater 5.0 é uma alternativa complementar à assistência técnica e extensão rural convencional, a qual permite que os agricultores recebam orientações técnicas rotineiras e emergenciais de forma online. Essa modalidade educacional registra significativo crescimento no país e caracteriza-se como oportunidade, também, de manter o jovem no campo ao proporcionar ensino de qualidade.

João Leão passou mal após uma queda de pressão, segundo assessoria do político || Foto Divulgação
Tempo de leitura: < 1 minuto

O vice-governador da Bahia, João Leão (PP), sofreu mal-estar e precisou ser levado para a emergência do Hospital Aeroporto, na manhã deste domingo (7). De acordo com a assessoria de Leão, que também é secretário estadual de Planejamento, ele teve uma queda de pressão.

O político estava em casa, em Lauro de Freitas, Região Metropolitana de Salvador, quando ocorreu o mal-estar. Leão foi medicado e passa bem, ainda conforme a assessoria.

O vice-governador e secretário de Planejamento tem 75 anos. Em fevereiro do ano passado, Leão ficou internado por três dias, vítima de infecção intestinal durante viagem a Medeiros Neto (reveja aqui). Antes, em agosto de 2019, uma infecção urinária deixou o principal nome do PP baiano por 10 dias (relembre).

Mega-Sena acumulada deve pagar R$ 90 milhões na quarta-feira || Foto Divulgação
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Mega-Sena acumulou mais uma vez e deve sortear R$90 milhões na próxima quarta-feira (10). No concurso 2426, realizado no sábado (6), no Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo, as dezenas sorteadas foram 05, 11, 24, 27, 32 e 57.

No concurso da noite de ontem, 249 apostas acertaram cinco números e cada uma ganhou R$ 25.132,53. A quadra teve 15.271 apostas premiadas e cada uma receberá R$ 585,42.

Tempo de leitura: 2 minutos

 

Mas um nó, cheio de questionamentos, foi crescendo na garganta e vomito, quase sem querer, palavras que ecoam dentro de mim: A VIDA É URGENTE. E do nada, ela acaba; Viver é finito.

 

Juliana Soledade

Tem dores que somos legitimados a sentir, principalmente quando mais uma tragédia acontece. Quando pequenos aprendemos nos livros de biologia sobre o ciclo de uma vida e todos os seres constituem em nascer, crescer, frutificar e morrer. Mas para além, nesse inteirim, construímos, entre sonhos, vitórias e derrotas, a nossa história.

Esperamos o envelhecer para então morrer. E inocentes nessa espera, atropelamos sonhos, quereres, abraços, desculpas, palavras impensadas, somente por acreditar piamente que o amanhã estará a nossa espera. Mas nem sempre está. Não há garantias de vida. Aliás, a vida foi feita para acabar, só não se sabe quando, nem onde, nem por que e nem como. Viver é se agarrar a finitude.

Outubro foi um mês intenso, novembro acompanha a impetuosidade. E ontem, com a agenda lotada de afazeres com planos mirabolantes, ouvi a notícia. Elevei uma prece e pedi que fosse mentira. Não era. Sucessivamente, senti todas as dores em um milésimo de segundo. Esqueci da artista, lembrei-me da humana, com vertigens sobre esse mundo enlouquecido e sentei para acomodar meu coração em disparate. Por um segundo pensei em tirar a urgência do mundo dos meus planos e me permitir sentir. Vinte seis anos, poderia ser oitenta, sempre é cedo. Um filho. Família. Amigos. Uma multidão. E é nessa contradição de subir e decolar para voar, sempre mais alto, sempre mais longe, que somos vítimas, da nossa própria armadilha. E o show da vida se acaba sem despedida. Com a cortina aberta e pessoas boquiabertas.

Faltam certezas, sobram dúvidas.

É comum me calar sobre esses alvoroços ensandecidos quando alguém se desliga desse plano. Normalmente eu silencio, fico a sentir e imaginar a dimensão da perda, faço orações, sempre chove pelos meus olhos, porque inevitável pensar sobre os meus e sigo, porque precisamos seguir, com dor ou sem ela. Mas um nó, cheio de questionamentos, foi crescendo na garganta e vomito, quase sem querer, palavras que ecoam dentro de mim: A VIDA É URGENTE. E do nada, ela acaba; Viver é finito.

E a gente vive com a certeza do depois.
E guarda tudo para mais tarde.
E, talvez, não dê tempo, não tenha oportunidade.
Porque viver é finito.
E, do nada, acaba.

Escrevo olhando para o horizonte, despejando palavras frenéticas em um programa de texto para evitar olhar e sentir ainda mais, porque a ficha não cai. A nossa humanidade é colocada em xeque. E faz-me sentir.

Com amor e sentimento,

Juliana Soledade é advogada, escritora, empresária e teóloga, pós-graduada em Direito Processual Civil e Direito do Trabalho, além de autora dos livros Despedidas de MimDiário das Mil Faces e 40 surtos na quarentena: para quem nunca viveu uma pandemia.