Rosemberg diz que Rui tem crédito suficiente com aliados || Reprodução
Tempo de leitura: 2 minutos

A votação da PEC dos Precatórios pela Câmara dos Deputados, na semana passada, criou ruídos na relação de Rui Costa com parte da bancada baiana aliada, principalmente parlamentares do PP e do PSD. Rui chamou de “traíra” os deputados que votaram a favor da PEC. Para o líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado estadual Rosemberg Pinto, Rui ainda tem como compensar essa falha.

– O governador Rui Costa tem crédito suficiente com os partidos aliados para compensar determinadas falhas. Entendo que foi sim uma falha, não podemos passar como nada tenha acontecido, mas, em uma família, de vez em quando há ruídos, mas depois passa e todos voltam ao convívio da normalidade – afirmou Rosemberg durante entrevista ao Linha de Frente, da TV Aratu, nesta terça-feira (9).

O parlamentar também comentou sobre a pesquisa que apontou o governador como o político mais admirado pelos baianos, seguido pelo ex-presidente Lula. “É o retrato do que eu tenho encontrado em cada local que visito, e isso me deixa muito feliz porque as maiores personalidades são do meu alinhamento político”, comemorou.

ROSEMBERG: “ACM NETO SONHA COM BOLSONARO”

Sobre um possível favoritismo de ACM Neto na corrida ao Palácio de Ondina nas eleições do ano que vem, o parlamentar defendeu que o momento favorável ao ex-prefeito foi no pleito de 2018, mas o adversário preferiu continuar à frente da gestão da capital baiana.

“Em 2018, a política nacional era desfavorável para a gente. A Bahia já demonstrou que vota alinhada nacionalmente e, naquela época, estava mais favorável para ele, tanto que o candidato dele, Bolsonaro, se elegeu. A situação agora é mais desvantajosa porque um dia ele sonha com [Jair] Bolsonaro, outro com Ciro [Gomes]. Na política tem que se ter lado e o ex-prefeito muda de posição a depender dos seus interesses particulares”, analisou Rosemberg.

Confira a entrevista de Rosemberg no vídeo abaixo

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.