Daniela Borges (à esquerda) é eleita para presidência da OAB da Bahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

Daniela Borges, da chapa União pela Advocacia, venceu a eleição à presidência da seção baiana da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-BA). Daniela se torna a primeira mulher eleita presidente da Ordem. A eleição ocorreu nesta quarta-feira (24), no Centro de Convenções, em Salvador, e em 42 endereços distribuídos nas 36 subseções do interior do estado.

Apesar a apuração ainda não ter sido concluída, o resultado não pode mais ser revertido. Até o momento (22h28min), Daniela tem com 4.827 votos, 46,4% dos votos válidos, seguida de Ana Patrícia Dantas Leão (chapa OAB de Coração), com 3.933 votos; Dinailton Oliveira (OAB pra Valer); com 514 votos; e Ricardo Nogueira (Liberta OAB), com 357 votos. Nulos e brancos somam 771 votos.

A nova diretoria tomará posse em janeiro de 2022 para comandar a OAB-BA pelos próximos três anos. Ao lado de Daniela, outra mulher assumirá a vice-presidência da Seccional, a advogada Christianne Gurgel. Também compõem a diretoria Esmeralda Oliveira, secretária-geral, Ubirajara Ávila, secretário-geral adjunto, e Hermes Hilarião, tesoureiro.

MOROU EM ITAPETINGA

Advogada tributarista há mais de 20 anos, Daniela é professora titular da UFBA e da Faculdade Baiana de Direito. Criada em Itapetinga, no sudoeste da Bahia, fez faculdade na UFMG, onde também cursou mestrado na área do Direito Tributário.

Na OAB da Bahia desde 2013, durante a primeira gestão de Luiz Viana foi conselheira seccional e diretora-tesoureira. Atualmente, preside a Comissão Nacional da Mulher advogada e é conselheira federal.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.