Enfermeira apela para a doação de leite materno
Tempo de leitura: < 1 minuto

Os estoques de leite humano estão em baixa no Banco de Leite do Hospital Manoel Novaes, em Itabuna, no sul da Bahia. A queda nas doações do produto mais indicado para alimentação dos bebês nos primeiros meses de vida é comum no período de dezembro a fevereiro porque muitas mães viajam. O mínimo necessário é de, pelo menos, 70 litros/mês, mas em novembro foram coletados apenas de 19 litros.

As mães que desejam contribuir para mudar essa realidade de estoque muito baixo podem entrar em contato pelo telefone (73) 3214-4346 ou procurar o Banco de Leite Humano, que funciona no anexo do Hospital Manoel Novaes, de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h. A unidade atende pacientes de 120 municípios baianos.

Para se tornar uma doadora, basta apresentar a carteira de identidade e exames pré-natal (sorologia). Uma vez cadastrada, a doadora não precisará dirigir-se mais ao Banco de Leite, porque a coleta pode ser feita na residência dela todas as segundas-feiras. A coleta do leite humano na casa da voluntária é feita por uma equipe do 4º Grupamento de Bombeiros Militar da Bahia.

O leite materno coletado, de acordo com a enfermeira, é destinado a alimentar bebês prematuros e/ou de baixo peso internados em leitos da Unidade de Terapia Intensivo Neonatal do Manoel Novaes. “O leite materno é fundamental para salvar a vida dos bebês internados nas nossas unidades. A doação significa um ato de generosidade. Hoje, temos vários prematuros aguardando um pouco de leite humano. Portanto, quem puder, doe”, apela Bianca Baleeiro.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.