Municípios da Bahia são destruídas
Tempo de leitura: < 1 minuto

As chuvas fortes que atingiram a Bahia deixaram pelo menos 10 mortos no estado. O último balanço divulgado, no início da tarde desta segunda-feira (13), pela Defesa Civil da Bahia 15.199 pessoas estão desalojadas e 6.371 desabrigadas. A população atingida ultrapassa 220 mil pessoas.

Os temporais na última semana fizeram rios transbordarem, casas foram inundadas, e com estradas e pontes destruídas algumas cidades estão ilhadas e incomunicáveis. O governador da Bahia, Rui Costa, declarou situação de emergência em pelo menos 51 municípios. Já o governo federal reconheceu até agora o estado de emergência em 24 municípios baianos.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, os municípios mais afetados no extremo sul são: Eunápolis, Guaratinga, Itabela, Itanhém, Mucuri, Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália, Teixeira de Freitas, Belmonte e Vereda, além de Jucuruçú, Medeiros Neto, Prado, Itamaraju, esses quatro últimos também concentram juntos o maior número de desabrigados 3.956.

No sul do estado foram atingidas as cidades de Mascote, Itacaré, Itabuna, Ilhéus, Itajuípe, Canavieiras e Camacan.

Embora a chuva tenha diminuído significativamente e em muitas localidades as águas estejam baixando, a força-tarefa mobilizada pelo governo do estado para atendimento à população no extremo sul com equipes do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia, Grupamento Aéreo da Polícia Militar e a Defesa Civil do estado seguem atuando.

Mais de 1,5 mil cestas básicas, além de roupas, água e itens de uso pessoal já foram distribuídos pelos grupamentos de bombeiros militares das cidades de Porto Seguro e Eunápolis. Os donativos foram recolhidos pela população e entregues com ajuda dos agentes.

Uma resposta

  1. Muito triste essa realidade que a Bahia está vivenciando. É a força da natureza contra a humana. Que Deus abrigue,proteja,console e conforte cada família afetada por esse fenômeno natural.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.