Camacan, Itacaré e outras cidades do sul da Bahia estão em lista divulgada nesta segunda
Tempo de leitura: < 1 minuto

Trabalhadores com carteira assinada de 17 municípios da Bahia afetados pelas enchentes, em dezembro de 2021, terão direito a sacar o abono salarial em 8 de fevereiro, independentemente do mês de nascimento. O anúncio foi feito pelo ministro do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni, e pelo presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, na tarde desta segunda-feira (11).

A medida vale para os municípios reconhecidos em situação de emergência pela Defesa Civil em duas portarias editadas pelo Ministério do Desenvolvimento Regional em 10 de dezembro do ano passado. A iniciativa também vale alcança moradores de 31 municípios de Minas Gerais.

Na Bahia, os municípios onde os trabalhadores poderão antecipar o abono são: Anagé, Camacan, Canavieiras, Guaratinga, Ibicuí, Itabela Itacaré, Itamaraju, Itapetinga, Jiquiriçá, Jucuruçu, Marcionílio de Souza, Mascote, Medeiros Neto, Santanópolis, Teixeira de Freitas e Vereda.

Com benefício de até um salário mínimo (R$ 1.212), a rodada de 2022 do abono salarial será paga a inscritos no Programa de Integração Social (PIS) ou no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) que trabalharam com carteira assinada em 2020 e receberam, em média, até dois salários mínimos.

O dinheiro deveria ter sido pago em 2021, mas foi adiado para este ano por recomendação da Controladoria-Geral da União. O adiamento liberou R$ 7,6 bilhões no Orçamento do ano passado.

Uma resposta

  1. É estranho que na lista de cidades que a reportagem apresenta, não apareça o município de Pau Brasil – localidade fortemente atingida pelas chuvas que deixaram mais de 50 familias desalojadas e/ou desabrigadas.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.