Doação milionária de entidades é anunciada pelo padre Gilvan || Foto CNBB
Tempo de leitura: < 1 minuto

A União Europeia, a Cáritas Internacional e o Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) vão doar 1 milhão de euros, cerca de R$ 6,3 milhões, para ajudar famílias prejudicadas pelas enchentes que castigaram cidades da Bahia e de Minas Gerais neste verão. A doação foi anunciada padre Gilvan Souza, da Catedral de São José, nesta terça-feira (18), durante a missa em ação de graças que marcou o aniversário de 52 anos do prefeito de Itabuna, Augusto Castro (PSD).

O valor será distribuído entre as dioceses de Itabuna, Ilhéus e Teixeira de Freitas e outra de Minas Gerais. “A Cáritas Brasil trouxe a internacional europeia, que fez uma vistoria da situação com representantes da UE e Unicef e constatou que o ocorrido nessas cidades foi uma catástrofe incomum”, explicou o padre.

Segundo ele, os recursos serão administrados pela Cáritas Internacional, organismo vinculado à Igreja Católica, em união com a Cáritas Brasil, para reconstruir casas e favorecer os afetados pelas cheias.

AUGUSTO: “DOAÇÃO REPRESENTA MUITO PARA CIDADES ATINGIDAS”

O prefeito Augusto Castro falou da importância da iniciativa solidária neste momento em que os municípios devastados pelas enchentes lutam para se reconstruir. “A doação desse  € 1 milhão representa muito para as cidades atingidas, incluindo Itabuna”, disse.

O mandatário lembrou que a Prefeitura de Itabuna presta assistência às 532 pessoas que ainda estão alojadas em abrigos improvisados. Segundo ele, estão em andamento as tratativas com o Governo da Bahia para a construção de 1.100 casas no município, que doará o terreno onde os imóveis serão erguidos. O pagamento do Auxílio Recomeço de R$ 3 mil e o benefício de R$ 484 do aluguel social também vão ajudar as famílias itabunenses em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.