Provedor da Santa Casa, Francisco Valdece, recebe selo entregue por Vivian Giudice, representante da ONA
Tempo de leitura: 2 minutos

O Calixto Midlej Filho tornou-se o primeiro hospital do sul da Bahia a entrar para um seleto grupo de unidades de saúde brasileiras com o Selo de Qualificação da Organização Nacional de Acreditação (ONA), nível 1. A entrega do certificado foi feita pela diretora e fundadora do Instituto Brasileiro para Excelência em Saúde (Ibes), Vivian Giudice, durante a festa dos 105 anos da fundação da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna.

O evento foi no auditório do Teatro Candinha Dória, na última quinta-feira (27), e contou com a presença de profissionais de saúde, prefeito de Itabuna, Augusto Castro (PSD), deputado federal Paulo Magalhães (PSD), desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho na Bahia, Eloína Machado, além de representantes de clubes de serviços, secretários municipais e vereadores Ilhéus, dentre outros convidados.

Durante a cerimônia, Vivian Giudice ressaltou que no país existem 370 hospitais com o selo de qualidade, dos quais somente onze mantidos por Santas Casas. No sul da Bahia, o Hospital Calixto Midlej Filho conquistou a certificação depois de processo de avaliação iniciado em 2018 e suspenso por causa da pandemia do novo coronavírus. O trabalho foi retomado em 2021, quando a unidade conquistou o Nível 1 de Acreditação.

Para obter o certificado, o Hospital Calixto Midlej Filho teve verificado mais de 1.700 requisitos de estrutura hospitalar, processos, padrões, controle de segurança e qualidade na assistência prestada ao paciente. A diretora do IBES observou que a conquista do Calixto pode inspirar outras instituições regionais de saúde que planejam conquistar a certificação de qualidade.

PARA PROVEDOR, CERTIFICADO É CONQUISTA HISTÓRICA

Para o provedor da Santa Casa de Itabuna, Francisco Valdece, o selo é uma conquista histórica da instituição centenária. “A acreditação é um processo rigoroso sobre a qualidade dos serviços ofertados ao usuário. Sempre tivemos uma enorme responsabilidade e compromisso em oferecer atendimento humanizado e de qualidade. Esse selo nacional veio confirmar e validar o nosso trabalho, que é referência em vários setores”, disse.

De acordo com Francisco Valdece, agora o grande desafio é a conquista do selo de acreditação para o Hospital Manoel Novaes. “Esse é um sonho nosso e um selo muito esperado por todos os empregados da Santa Casa. A certificação ONA representa a conquista não somente para a unidade hospitalar, mas também para os profissionais de saúde e os usuários dos serviços ofertados”, concluiu.

A certificação ONA é válida por dois anos. Nesse período, os processos serão acompanhados de perto por avaliadores da entidade certificadora, que fazem visitas periódicas de manutenção. A certificação é um reconhecimento de que a organização de saúde cumpre ou supera os padrões de qualidade e segurança definidos pela ONA.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.