Tempo de leitura: < 1 minuto

Um indígena da etnia Pataxó foi morto a tiros, na madrugada deste domingo (24), na Aldeia Novos Guerreiros, em Porto Seguro, no extremo-sul da Bahia. O crime aconteceu na tarde de sábado (23), quando ele estava produzindo peças de artesanato e um homem invadiu a casa.

De acordo com informações da Polícia Civil, o homem foi identificado como Iris Braz dos Santos, de 44 anos. Ele foi socorrido para um hospital da região, mas não resistiu aos ferimentos.

O corpo de Iris Braz foi velado na Aldeia de Coroa Vermelha, em Santa Cruz Cabrália, e o enterro está previsto para a tarde deste domingo, no cemitério de Coroa Vermelha. O indígena era tio do jovem pataxó morto após reclamar de som alto em festa. O caso será investigado pela 1ª Delegacia Territorial (DT) de Porto Seguro. Do Metro1.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.