Objetivo do ato é sensibilizar governo a retomar negociações com a categoria, informa Adusc
Tempo de leitura: < 1 minuto

Professores da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) aprovaram, nesta quarta-feira (18), nova paralisação das atividades acadêmicas em data a ser definida. A mais recente foi em 27 de abril.

De acordo com a Associação dos Docentes da Uesc (Adusc), o objetivo da mobilização é sensibilizar o governador Rui Costa (PT) a retomar negociações com a categoria, que reivindica reposição salarial das perdas inflacionárias dos anos últimos anos e outros direitos trabalhistas, além da reinstituição da plena autonomia universitária das quatro instituições estaduais de ensino superior.

Na mesma assembleia, os docentes decidiram convidar toda a comunidade acadêmica para um ato político-cultural no CEU, espaço de socialização do Campus Soane Andrade, na próxima terça-feira (24). Na ocasião, estudantes e trabalhadores da Universidade vão poder apresentar e discutir as principais demandas da comunidade acadêmica. Informações sobre o horário e a programação artística do ato ainda serão divulgadas.

A mobilização, segundo a Adusc, integrará a Semana de Lutas das Instituições Estaduais e Municipais de Ensino Superior. Definida pelo 40º Congresso do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes-SN), a semana de mobilização será de 23 a 27 de maio, em universidades de todo o país.

Uma resposta

  1. Sério?!?!
    De novo??
    Vida de professor é bom demais!! Enquanto isso nós estudantes vamos ficar no prejuízo!
    Realidade da Uesc : Tempo de curso: 4 a 5 anos / Terminar 9 a 11 anos por causa dessas greves!

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.