Cacá (à esq.) e Junior (à dir.) em visita a Itapetinga, neste sábado (21)
Tempo de leitura: < 1 minuto

Os presidentes do PP e do União Brasil em Ilhéus, Cacá Colchões e Valderico Junior, respectivamente, podem caminhar juntos nas eleições deste ano. Ainda em seus movimentos iniciais, a aproximação política é reflexo local do apoio dos progressistas à pré-candidatura de ACM Neto (UB) ao governo baiano.

A aliança pode ir além do fortalecimento do palanque de Neto, diz uma fonte do PIMENTA, que falou ao site sob a condição de ter a identidade mantida em sigilo. Apesar de embrionária, a conversa esboça os contornos de uma dobradinha, mas ainda sem a definição de quem disputaria o quê. Até o momento, Cacá não apresentou pré-candidatura. Já Valderico Junior é pré-candidato a deputado federal.

Na eleição anterior, Cacá e Junior foram adversários na disputa pela Prefeitura de Ilhéus, vencida pelo prefeito Mário Alexandre, Marão (PSD). Além disso, no passado mais remoto, o ex-prefeito Valderico Reis, pai de Junior, foi adversário do também ex-prefeito Jabes Ribeiro, de quem Cacá recebeu o comando do PP ilheense.

O histórico em lados adversários, segundo a fonte, é reconhecido como uma dificuldade por ambos, mas não interdita o diálogo, pois Cacá e Junior avaliam que a dobradinha tenderia a ampliar o alcance das suas candidaturas.

Juntos, também poderiam dar maior integração à campanha de Neto na cidade. O pré-candidato a governador frustrou-se com a fragmentação e a consequente baixa adesão dos atos políticos que marcaram sua última visita a Ilhéus, no dia 28 de abril.

Ontem (21), Cacá e Júnior se encontraram na Exposição Agropecuária de Itapetinga e apareceram juntos em fotos. Enquanto deixam a rivalidade no passado, olham para o futuro próximo e um pouco adiante. Têm em mente que, se a parceria vingar em 2022, poderão estendê-la para 2024.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.