Escritório do Cira em Itabuna vai cobrir regiões sul e extremo-sul do estado
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos (Cira) inaugura, às 10h desta quarta (8), escritório em Itabuna, de onde cobrirá as regiões sul e extremo-sul da Bahia. A unidade funcionará no prédio da Inspetoria Fazendária, na Avenida José Soares Pinheiro, 1050, no Centro. O grupo de trabalho reúne membros do Ministério Público do Estado (MP-BA), Tribunal de Justiça (TJ-BA), Procuradoria Geral do Estado (PGE) e das secretarias estaduais da Fazenda, da Segurança Pública e da Administração.

Participam do ato os desembargadores Lidivaldo Britto, Geder Gomes e Maria de Lourdes Medauar, a procuradora-geral de Justiça adjunta, Wanda Valbiraci Caldas Figueiredo, o secretário da Fazenda e presidente do Cira, Manoel Vitório, o secretário da Segurança Pública, Ricardo Mandarino, o procurador-geral do Estado, Paulo Moreno, e o promotor de Justiça Luís Alberto Vasconcelos Pereira, secretário-geral do Cira.

O comitê tem escritórios em Salvador, Feira de Santana, Vitória da Conquista e Barreiras. A nova unidade em Itabuna faz parte da interiorização do seu trabalho, que se concentra na execução de débitos tributários.

Para Manoel Vitório, além garantir o ingresso de tributos devidos ao Estado, o Cira desencoraja malfeitos. “O trabalho de combate à sonegação tem contribuído para amplificar a percepção de risco subjetivo entre os maus contribuintes, o que promove a concorrência leal entre as empresas e um ambiente de negócios mais saudável”.

O Cira tem como alvos principais contribuintes com histórico de não cumprimento das obrigações tributárias. As estratégias para a recuperação do crédito sonegado envolvem operações especiais, oitivas e, nos casos de crime contra a ordem tributária, ações penais.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.