Augusto busca parcerias com o Senai Cimatec e fala de potencialidades de Itabuna
Tempo de leitura: 2 minutos

Itabuna será uma das principais portas de entrada e integração do país com o Porto Sul, na avaliação do prefeito Augusto Castro. Na última sexta-feira (17), o gestor itabunense discutiu parcerias do município com o Senai Cimatec em reunião ocorrida na sede da instituição, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). “Itabuna é um dos principais eixos de desenvolvimento entre o Nordeste e Sul do país e principal rota de integração do futuro Porto Sul. Temos que aproveitar essa potencialidade”, afirmou ele.

A discussão de parcerias institucionais foi discutida pelo prefeito com o coordenador de Projetos do Senai Cimatec (Campus Integrado de Manufatura e Tecnologia), o ex-senador Walter Pinheiro, e com o diretor de Operações, Luiz Breda. Segundo Augusto, serão estimulados vetores de crescimento e desenvolvimento das atividades econômicas, com ênfase na indústria e tecnologia.

O Senai Cimatec atua em 44 áreas de trabalho, incluindo Robótica, Supercomputação, Medicina e Farmacologia, soluções para Infraestrutura, Eficiência Energética e energias renováveis. O prefeito Augusto Castro enfatizou que a Administração Municipal já vem investindo nos setores de tecnologia e inovação.
Augusto e coordenação do Senai Cimatec avaliam parcerias

“O ex-senador Walter Pinheiro nos mostra aqui a capacidade que o Cimatec tem de apresentar algo novo, algo de avanço importante para que Itabuna possa ter, quem sabe no futuro, muito do que o Senai Cimatec já produz. E, com sua estrutura, daremos um salto de qualidade também nos serviços oferecidos ao município, como por exemplo, a testagem da qualidade de nossa água e o avanço na tecnologia dos nossos serviços médicos”, disse o prefeito.

Do encontro, participaram secretários municipais José Raimundo Araújo (Indústria, Comércio, Emprego e Renda), Sônia Fontes (Planejamento), Almir Melo Jr (Infraestrutura e Urbanismo) e José Alcântara Pellegrini (Relações Institucionais e Comunicação), além do diretor-presidente da Emasa, Raymundo Mendes Filho, e Afonso Dantas, assessor especial da Secretaria de Planejamento.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.