Preços elevados garantem lucros recordes aos acionistas da Petrobras
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Petrobras anunciou o pagamento de mais R$ 48,5 bilhões em dividendos aos acionistas que detinham ações da estatal até 23 de maio de 2022. A primeira parcela, de R$ 24,25 bilhões, foi paga nesta segunda-feira (20). A segunda, do mesmo valor, será paga em 20 de julho.

O pagamento supera o lucro recorde de R$ 44,5 bilhões obtido pela companhia no primeiro trimestre deste ano, graças à política que impõe ao consumidor nacional os preços praticados no mercado externo acrescidos dos custos de importação, a chamada paridade por preço de importação (PPI).

A consequência dessa política, iniciada pelo governo Temer em outubro de 2016 e mantida pelo governo Bolsonaro desde 2019, é a elevação dos preços dos derivados do petróleo, como diesel e gasolina.

PREÇOS NAS BOMBAS

O preço médio do litro de gasolina comum no Brasil chegou a R$ 7,2, enquanto o do diesel é de R$ 6,6, segundo a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis (ANP).

Já em algumas regiões do país os preços são ainda maiores. No Nordeste, o preço médio da gasolina chegou a R$ 7,5 e o do diesel, a R$ 7,36, conforme a ANP.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.