Filósofa e psicanalista Viviane Mosé é convidada especial da abertura da FLI
Tempo de leitura: 2 minutos

A quinta edição da Festa Literária de Ilhéus (FLI) terá sua abertura oficial nesta quarta-feira (13), às 19h, no Sindicato Rural de Ilhéus, e seguirá até sábado (16), com diversas atividades. Promovida pela Editus e a Academia de Letras de Ilhéus, a FLI tem apoio da Secretaria Municipal de Cultura e da Fundação Pedro Calmon.

Também apoiada pela Pró-reitoria de Extensão da Uesc, a edição deste ano homenageia o professor, escritor e babalorixá Rui do Carmo Póvoas. Na abertura, será feita a entrega do Prêmio Sosígenes Costa de Poesia, marcando os 26 da Editus, editora da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). A noite também contará com palestra da filósofa e psicanalista Viviane Mosé.

PROGRAMAÇÃO

Na quinta-feira (14), às 9h, o Sindicato Rural acolherá bate-papo sobre a poesia modernista na contemporaneidade, com a participação dos escritores Aleilton Fonseca, André Rosa, Cátia Hughes e Geraldo Lavigne. No mesmo local, às 14h, a obra de Fernando Leite Mendes será tema de roda de conversa com os escritores Cyro De Mattos, Ivo Korytowski, Pawlo Cidade e Wilson Mendes.

Na sequência, às 16h, a mesa reunirá as escritoras Elisa Oliveira, Kali Oliveira, Luh Oliveira e Neila Brasil para discutir as especificidades da escrita para o público infantil. Depois, às 18h, haverá lançamento coletivo de livros com autores independentes.

A programação continua no mesmo local na sexta (15), a partir das 9h, com bate-papo sobre gênero e linguagem, mediada por Elis Matos, Iran Melo e Tales Pereira/Tallýz Mann. Às 14h, os professores e comunicólogos Edgard Abbehusen, Julianna Torezani e Rita Virginia Argollo, conversarão sobre arte e controle nas redes sociais.

Ainda na sexta, às 16h, os poetas Fabrício Brandão, Jane Hilda Badaró, Maria Luiza Heine e Tcharly Briglia se reúnem à mesa para discutir a presença da arte e da poesia na internet. A discussão será sucedida por um sarau.

No sábado (16), às 10h, Karen Ramos, Milena Magalhães e Thiago Soares discutem as relações entre música, literatura e artivismo. Já às 15h, será a vez do debate sobre favela, juventudes e narrativas do mundo, com os professores Rodrigo Bomfim e Rodrigo Felha.

A atividade de encerramento da festa contará com a presença do escritor Jeferson Tenório, autor de O avesso da pele, vencedor do Prêmio Jabuti de Melhor Romance em 2021.

A FLI também oferecerá workshops gratuitos. Interessados devem se inscrever neste link.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.