Nesta sexta-feira (16), estado registrou mais 65 óbitos causados pela doença
Tempo de leitura: < 1 minuto

Os centros de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde de Salvador e da Bahia confirmaram, nesta quinta-feira (14), o segundo caso da varíola dos macacos em pacientes do estado. A exemplo do primeiro paciente, o segundo também mora em Salvador, mas, diferente do primeiro, fez viagem internacional recentemente.

De acordo com a Secretaria de Saúde da Bahia, outro registro suspeito foi descartado por exame laboratorial, enquanto outras quatro notificações de moradores de Salvador são investigadas. No início desta semana, o Brasil já havia confirmado mais 200 casos (veja aqui).

SINTOMAS

Os sintomas duram de duas a quatro semanas, podendo ser divididos na etapa da invasão, de até 5 dias, com febre, cefaleia, mialgia, dor das costas e astenia intensa; e a etapa da erupção cutânea, iniciada de um a três dias após o aparecimento da febre. A erupção tem características clínicas semelhantes com varicela ou sífilis, com diferença na evolução uniforme das lesões.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.