Tempo de leitura: < 1 minuto

O professor Reginaldo da Silva, de 39 anos, foi executado a tiros no distrito de Banco Central, em Ilhéus, nesta quinta-feira (21). Não há detalhes sobre as circunstâncias do crime.

A Prefeitura de Ilhéus informou, em nota, que Reginaldo era funcionário contratado e atuava na Escola Municipal de Banco Central desde 2017, dedicando-se ativamente ao trabalho. A Secretaria Municipal de Educação suspendeu o expediente administrativo e as aulas da escola por 24h, como medida de segurança.

O prefeito Mário Alexandre, Marão (PSD), prestou condolências aos familiares e amigos de Reginaldo. Também cobrou que as autoridades competentes investiguem esse e outros crimes violentos cometidos no município. Segundo o mandatário, a impunidade tem se perpetuado em Ilhéus.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.