Tempo de leitura: 2 minutos

O governador Rui Costa cumpre agenda de trabalho em Itabuna, nesta quarta-feira (17), para entregar e autorizar obras, como a reforma do Estádio Luiz Viana Filho. Segundo ele, o projeto do novo Itabunão está pronto para ser licitado. “Daqui a 30, 40 dias, a obra se inicia”, completou.

Hoje, Rui inaugurou três equipamentos esportivos e autorizou a requalificação da feira do São Caetano, orçada em R$ 12 milhões. “É o pacotão de obras aqui pra Itabuna”, disse, citando intervenções em andamento, como a nova Ilhéus-Itabuna (BA-649). “Hoje a gente lança a primeira camada de asfalto na estrada, simbolizando uma nova etapa e, graças a Deus, a obra num ritmo acelerado”.

Rui dirige compactadora em trecho asfaltado na nova Ilhéus-Itabuna || Foto Pimenta

No final do segundo mandato, Rui Costa defendeu o legado de sua gestão para o sul da Bahia. “Tenho orgulho de dizer que é o maior investimento da história de Itabuna, neste período com o Governo do Estado da Bahia. Pode-se dizer a mesma coisa pra Ilhéus, pro sul do estado. Só no Litoral Sul, só nas obras de infraestrutura, são R$ 1 bilhão aplicados”.

ELEIÇÕES

O PIMENTA perguntou ao governador se ele considera ideal o ritmo de crescimento da candidatura de Jerônimo Rodrigues (PT) ao Governo da Bahia, tomando como referência as pesquisas eleitorais abertas ao público. “Digo sempre, pesquisa não ganha eleição. Se pesquisa ganhasse eleição, hoje eu não era governador da Bahia. Se pesquisa ganhasse eleição, Wagner não seria governador da Bahia”, respondeu.

Para Rui, as pesquisas não captam a vontade popular, que só se materializa no dia da eleição. “Portanto, tenho convicção que nós vamos ganhar a eleição para presidente com Lula, vamos ganhar a eleição com Jerônimo governador e com Otto Alencar no Senado, além de eleger um chapa de deputados federais e estaduais pra fortalecer a Bahia e reconstruir o Brasil”.

O governador reconhece que uma campanha curta, de 45 dias, exige dinamismo para que Jerônimo passe a ser identificado como o candidato do time de Lula, centro da estratégia petista.

– Vai ter que ser no ritmo da correria, né? O tempo é mais curto, mas vai ter que ser de forma intensa, por isso cheguei ontem meia-noite no aeroporto, fui dormir 1h, 5h da manhã já estava em pé, 7h já estava no estúdio da rádio e daqui vou fazer uma caminhada à tarde, aqui no Centro, de abertura da campanha de rua de Jerônimo.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.