Tempo de leitura: < 1 minuto

A Bahia chegou ao décimo mês seguido de redução do número de crimes contra a vida, no período de outubro de 2021 a julho de 2022, segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-BA).

De janeiro a junho de 2022, o trabalho das polícias, com apoio dos bombeiros, resultou na preservação de 340 vidas, informa a SSP-BA. No primeiro semestre deste ano foram contabilizadas 2.618 ocorrências, contra 2.958 no mesmo período de 2021. Em outubro, novembro e dezembro de 2021, as diminuições foram de 22%, 18% e 16%, respectivamente. Já em 2022, as quedas foram de 23% (janeiro), 10% (fevereiro), 12% (março), 21% (abril), 12% (maio), 13% (junho) e 12% (julho).

O secretário Ricardo Mandarino enfatizou que os agentes de segurança pública têm papel fundamental no esforço do Governo do Estado para reduzir a criminalidade. “Parabenizo os policiais pelo empenho e dedicação diários, que se refletem na redução das mortes violentas. A violência é consequência da desigualdade social que cresceu absurdamente nos últimos anos no Brasil. Na Bahia, seguiremos investindo em pessoal, com novos concursos, em tecnologia e na melhoria da condição de trabalho dos nossos profissionais”, declarou.

Conforme o Governo da Bahia, a trajetória de queda dos casos de violência é resultado dos investimentos em segurança pública no estado, a exemplo dos R$ 250 milhões empregadas na construção de novas estruturas Polícias Militar, Civil e Técnica, além do Corpo de Bombeiros. Também foram investidos R$ 655 milhões na expansão do sistema de reconhecimento facial para 77 cidades baianas. Até o momento, o mecanismo auxiliou na localização e prisão de 390 foragidos da Justiça.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.