Salvador registra confronto entre torcedores de Bahia e Vitória || Reprodução Metro1
Tempo de leitura: 2 minutos

Briga generalizada envolvendo torcedores do Vitória e do Bahia, neste domingo (4), em Salvador, deixou saldo de três homens feridos. O confronto ocorreu na Avenida Nestor Duarte, no São Caetano, conforme a polícia militar. Mais de 50 pessoas foram detidas e conduzidas para a Central de Flagrantes.

Imagens gravadas e divulgadas nas redes sociais mostram torcedores com camisas e materiais da Torcida Uniformizada Imbatíveis (TUI), do Vitória, correndo pela rua. É possível ver um carro indo em alta velocidade contra um grupo de torcedores.

De acordo com a Polícia Militar, agentes da 9ª CIPM foram acionados para conter a confusão e encontraram três homens caídos no chão. Segundo relatos de testemunhas, eles teriam sido atropelados. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também foi acionado e levou as vítimas para o Hospital Geral do Estado (HGE).

Não ainda há detalhes sobre os estados de saúde deles, informa o Metro1. Nas redes sociais, já circulavam ameaças de brigas nos últimos dias, após um suposto episódio de agressão envolvendo um grupo da torcida Os Imbatíveis e um torcedor do Bahia.

Atualização às 23h40min – A Polícia Civil informou a prisão de dois homens suspeitos de tentativa de homicídio contra as três vítimas de atropelamento no confronto de torcedores em Salvador. Segundo a Polícia, eles desferiram pedradas e chutes nas vítimas que estavam caídas após serem atropeladas.

Um veículo utilizado para atropelas as pessoas foi apreendido na Baixinha de Santo Antônio. O dono do Volkswagen Gol já está identificado, conforme a assessoria da Polícia Civil. A corporação segue em diligências para tentar prender o autor do triplo atropelamento.

Segundo a Polícia Civil, 54 pessoas foram conduzidas por policiais militares para a Central de Flagrantes, Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DRFRV), Delegacia para o Adolescente Infrator (DAI) e Delegacia Especializada de Repressão a Crimes contra a Criança e o Adolescente (Dercca).

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.