O censo do IBGE é muito importante para a definição das políticas públicas
Tempo de leitura: < 1 minuto

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que 10% dos moradores de Itabuna foram entrevistados, até o momento, no Censo Demográfico 2022, que deve ser concluído até o dia 31 de outubro. O IBGE reforça a importância da população participar do levantamento de dados socioeconômicos do município.

De acordo com o IBGE, além dos 10% das entrevistas concluídas, 55,1% estão em andamento, enquanto 34,8% ainda serão recenseados. “O município é recortada em 379 setores censitários. Logo, cada bairro possui alguns recortes”, disse o coordenador Censitário Subárea do IBGE, Marcos Breno Almeida.

Segundo Marcos Breno, já foram encerrados alguns setores no centro da cidade e nos bairros Mangabinha, Sinval Palmeira, Lomanto, Califórnia, Nossa Senhora de Fátima, Pedro Jerônimo, Daniel Gomes e São Caetano.

O coordenador reclama que os maiores problemas enfrentados pela equipe são a recusa de alguns moradores, ameaças em determinados bairros, assaltos e moradores ausentes do domicílio por viagem ou que têm pouca frequência em casa e não respondem às notificações do IBGE via carta.

Os recenseadores estão trabalhando com a devida identificação do IBGE com uniforme, crachá, boné e colete azuis contendo a logomarca do IBGE, além do dispositivo móvel de coleta, semelhante a um smartphone, na cor azul. O censo começou em agosto e muito importante para definição das políticas públicas dos municípios e do país. Em Itabuna, o trabalho conta com apoio da prefeitura.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.