Caciques se reúnem com autoridades públicas na Aldeia Nova || Foto Alberto Maraux
Tempo de leitura: < 1 minuto

Caciques do povo Pataxó afirmam que falsos corretores de imóveis anunciam a venda de terrenos dentro da Terra Indígena Barra Velha, em Porto Seguro, no extremo-sul da Bahia. Hoje (22), em reunião na Aldeia Nova, lideranças indígenas denunciaram o caso a autoridades das polícias Civil e Militar; da Justiça Federal; da Defensoria Pública da União; e da Fundação Nacional do Índio (Funai).

Desde a semana passada, uma força-tarefa da Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-BA) atua na região. De acordo com os pataxós, bandos armados intensificaram os ataques às aldeias da Barra Velha a partir de junho passado, com o objetivo de expulsar os índios da terra.

Ao PIMENTA, sob a condição de ter o nome mantido em sigilo, uma liderança pataxó afirmou que o momento atual lembra a época dos ataques sofridos pela Barra Velha no início da década de 1950.

Criança acompanha reunião em aldeia do povo Pataxó || Foto Alberto Maraux

Segundo ele, assim como há 70 anos, quando muitos dos seus antepassados fugiram para não morrer, hoje, mulheres e crianças passam dias escondidas na mata, com medo de ataques de pistoleiros. Não há registro de novos conflitos desde a chegada da força-tarefa na região, informa a SSP-BA.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.