Coutinho presta solidariedade às famílias e diz que houve confronto em Itajuípe
Tempo de leitura: < 1 minuto

Numa nota em que informa ter enviado uma equipe da Corregedoria da corporação a Itajuípe, no sul da Bahia, o comando-geral da Polícia Militar da Bahia informa que teria havido um confronto de policiais militares que faziam a segurança de ACM Neto com a guarnição que perseguia traficantes e ladrões de banco, dentre eles o “Buiú”. Os policiais que não estavam em serviço teriam disparado contra a guarnição, atingindo dois dos PMs da corporação.

Os policiais atingidos e que faziam a segurança do candidato foram identificados como subtenente Alberto Alves dos Santos, que não resistiu aos ferimentos, e o sargento Adeilton Rodrigues D´Almeida.

Segundo o comando da PM, “tudo começou quando o assaltante de banco ligado a uma facção paulista, André Márcio Jesus, o “Buiú”, deixou o Complexo Penitenciário de Lauro de Freitas, às 13h30, beneficiado por determinação judicial de saída temporária”.

O criminoso teria rompido a tornozeleira na BR-324, nas proximidades de Candeias. “O fato é informado à Polícia Militar pela Seap, que iniciou as buscas ao criminoso”.

CONFRONTOS

Ainda conforme a PM, houve confronto em Uruçuca, no sul da Bahia, quando um assaltante de banco identificado como Bismark e um comparsa são interceptados. Eles reagem à abordagem e há confronto em que ambos morrem. O criminoso conhecido como Buiú segue foragido.

“Lamentamos o confronto. Estamos solidários às famílias e a determinação é que toda a ocorrência seja esclarecida. As armas foram recolhidas e o local do confronto preservado para a realização de perícia”, declarou o comandante-geral da PM, coronel Paulo Coutinho.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.