Leonardo Boff faz palestra em evento da Bamin em Salvador || Divulgação
Tempo de leitura: 2 minutos

A Bahia Mineração (Bamin) apresentou sua plataforma de governança ambiental, social e coorporativa, nesta quinta-feira (29), em Salvador. Além da apresentação da Plataforma ESG Bamin, a empresa anunciou adesão ao Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU). O evento contou com palestra do filósofo e escritor Leonardo Boff.

O Pacto Global engaja e oficializa o compromisso de organizações na adoção dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), nas áreas de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e anticorrupção. Coube ao CEO da Bamin, Eduardo Ledsham, assinar a Carta de Princípios em nome da companhia.

Rosane Santos, diretora de Sustentabilidade da Bamin

A diretora de Sustentabilidade da Bamin, Rosane Santos, afirmou que os projetos da empresa nascem integrados a estratégias de viabilidade e continuidade. “Nos preocupamos, prioritariamente, em adotar as melhores formas de minimizar os possíveis impactos às comunidades e ao meio ambiente”, acrescentou.

LEONARDO BOFF: SUSTENTABILIDADE É A CONTINUAÇÃO DA VIDA

Na segunda parte da solenidade, Leonardo Boff dedicou sua palestra à relação indissociável entre conservação ambiental e vida.

– Entendo sustentabilidade como aqueles processos e atos destinados a garantir a continuidade da vida, sua reprodução, para as presentes e futuras gerações. Não só para os seres humanos, mas para toda a comunidade de vida. De tal forma que, faltando sustentabilidade, nós corremos o risco de destruirmos as bases que sustentam a nossa vida. Olhando um pouco a situação do mundo, a gente se dá conta de que assim como as coisas estão, não podem continuar. Têm que mudar – disse o palestrante.

Eduardo Ledsham enfatizou que a Bamin se preocupa de modo genuíno com o meio ambiente e o bem-estar da sociedade. “Nesse processo, é importante ter transparência com as comunidades e todos os envolvidos, em qualquer nível, com os nossos projetos”, explicou o executivo.

De acordo com a Bamin, na região do Porto Sul, em Ilhéus, são desenvolvidos 34 programas (sendo 11 de caráter social e 23 ambientais) e no entorno da Mina Pedra de Ferro, em Caetité, são outras 35 iniciativas socioambientais (sendo 15 de caráter social e 20 ambientais).

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.