Asilo em Porto Seguro é denunciado por maus-tratos, agressões e abusos sexuais contra idosos
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Justiça determinou o afastamento do diretor de um asilo que abriga 56 idosos em Porto Seguro, no extremo-sul da Bahia, informa a TV Santa Cruz. O afastamento do diretor da Associação da Terceira Idade Doce lar se deve a denúncias de agressões físicas e abusos sexuais sofridos pelos idosos, além de falta de higiene.

Uma ação também foi movida pelo Ministério Público Estadual (MP-BA), também tendo como base vistoria da Vigilância Sanitária. Segundo o documento publicado, o asilo que funciona desde 2020 sob administração da associação não tem alvará sanitário nem funcionários suficientes para cuidar dos pacientes.

Os idosos ficavam trancados na unidade e tinham que dividir itens básicos de higiene, como escovas de dentes, e comer alimentos passados da validade.

No documento, também foi sinalizado que os pacientes eram sedados quando recebiam visitas, porque assim não podiam comentar sobre a situação do local. Os funcionários introduziam e controlavam os medicamentos sem as prescrições médicas necessárias.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.