Tempo de leitura: < 1 minuto

Diante do caos instalado em Brasília (DF) com os atos terroristas ligados ao ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), o presidente Lula (PT) decretou, há pouco, intervenção na segurança pública do Distrito Federal (DF).

Lula se mostrou indignado com os atos e a destruição no Supremo Tribunal Federal, no Congresso Nacional e no Palácio do Planalto e afirmou que nunca houve ato semelhante na capital brasileira.

– Vamos descobrir quem são os financiadores desses vândalos que foram a Brasília e todos eles pagarão com a força da lei – afirmou Lula em pronunciamento feito em Araraquara (SP), onde visitou município fortemente afetado pelas chuvas nesta semana.

Após o pronunciamento, Lula disse que embarcaria para Brasília para mais ações para debelar o terrorismo na capital. Há pouco, a polícia militar conseguiu retomar o controle das sedes dos três poderes.

No decreto de intervenção, Lula nomeia Ricardo Garcia Cappelli para o cargo de interventor. O documento tem validade, pelo menos, até dia 31 de janeiro.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.