Jovens pataxós foram assassinados na BR-101, próximo a Itabela
Tempo de leitura: < 1 minuto

Os jovens pataxós Nawir Brito de Jesus, de 17 anos, e Samuel Cristiano do Amor Divino, 25, foram mortos a tiros, nesta terça-feira (17), quando seguiam em uma motocicleta pela BR-101, em Itabela, no extremo-sul da Bahia. Segundo testemunhas, os autores dos disparos foram dois homens, que também estavam em uma moto e atiraram nas vítimas pelas costas.

Nawir e Samuel se deslocavam do Povoado de Montinho para uma das fazendas retomadas pelo povo Pataxó na região e foram atacados na altura do km 787, por volta das 17h.

IDOSO É PRESO COM 6,7 MIL MUNIÇÕES E ESPOLETAS

Munições e espoletas apreendidas com idoso próximo aa local onde indígenas foram assassinados || Foto SSP-BA

Após os assassinatos dos indígenas, a Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia (SSP-BA) reforçou o policiamento ne região de Itabela e, na madrugada desta quarta-feira (18), a Polícia Militar prendeu um idoso com 5 mil espoletas e 1,7 mil munições dos calibres 36, 32, 28 e 22.

O suspeito estava em um carro e foi parado na altura do KM 744 da BR-101, próximo ao distrito de São João do Monte. O material apreendido estava no banco traseiro do veículo. Até o momento, não há provas que liguem a apreensão ao ataque aos dois indígenas.

Uma resposta

  1. Se fosse o contrário o homem assassinado e as armas com os indígenas,achariam logo ligação no caso.isto tem que acabar!Cadê A ministra indígena?

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.