Dorival Filho revela conversa sobre a Uesc com deputado Jorge Solla
Tempo de leitura: < 1 minuto

O professor Dorival Filho é entusiasta da criação de mecanismo que facilite o ingresso de estudantes do sul da Bahia na Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). Segundo ele, essa é uma maneira de assegurar acesso ao ensino superior a quem mora na região, cumprindo um dos papéis da Universidade, que é o da interiorização da educação.

Com larga experiência na preparação de estudantes para vestibulares e o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), Dorival conhece de perto o drama de jovens que, durante anos, tentam ingressar em cursos concorridos da Uesc, como o de Medicina, e não conseguem, apesar dos longos períodos de estudo. Dessa forma, muitas vagas da Universidade são ocupadas por estudantes de outras regiões do país.

Dorival levou o assunto ao deputado federal Jorge Solla (PT-BA), com quem se reuniu em Salvador, nesta quinta-feira (19). Na conversa, ouviu do parlamentar que a Universidade Federal da Bahia (UFBA) adota sistema de bonificação regional nos campi de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador, e no interior do estado.

– Até as unidades que recebem verba federal têm bonificação regional. Enquanto isso, a Uesc, que é uma universidade estadual, sustentada com o dinheiro do Estado da Bahia, ainda não adotou a bonificação regional. Tive essa conversa com o deputado Jorge Solla e vamos encaminhar isso para a Secretaria de Educação [do Estado], com a professora Adélia [Pinheiro], para sensibilizar a Uesc para a adoção da bonificação regional – declarou o professor de Biologia em vídeo publicado numa rede social. Confira.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.