Construção é irregular, segundo empresa
Tempo de leitura: 2 minutos

A Defesa Civil de Itabuna interditou imóvel na Rua Londrina, na Califórnia, após o rompimento de uma rede de água. De acordo com a Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa), a casa foi construída de forma irregular e, desde dezembro passado, era habitada por um casal e cinco filhos.

O engenheiro Mallory Senna, da Defesa Civil, explica que a família corria risco de vida, por isso a interdição. Segundo ele, a pressão da rede sobre a qual a casa foi erguida provocou rachaduras e abalou a estrutura da residência. “Com o rompimento [da rede adutora], a água está brotando do piso e, por não dispor de elementos estruturantes, o imóvel tem que ser interditado para evitar que um sinistro venha tirar vidas”, detalhou o engenheiro.

Após inspeção, Defesa Civil interditou imóvel

A Emasa encaminhou a família desalojada para a Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza, para que tenha direito a três meses no programa Aluguel Social.

ABASTECIMENTO

Equipe da empresa pública trabalha para consertar a rede até amanhã (26), evitando que moradores da Nova Califórnia e do Jardim América tenham o fornecimento de água prejudicado.

A rede adutora de 200 milímetros não pode ser desviada naquele local, segundo o gerente técnico da Emasa, João Bitencourt. “Estudamos fazer um desvio na rede. Porém, o local não permite o acesso de máquinas pesadas. Então, vamos trabalhar usando o método não destrutivo, envelopando a tubulação e mantendo o imóvel da forma que encontramos”, explicou.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.