Curso de Medicina da Unex terá mais de R$ 30 milhões em investimentos || Foto Divulgação
Tempo de leitura: 2 minutos

A Unex (ex-UniFTC) lançou o curso de Medicina em Itabuna, no sul da Bahia, no campus Saúde, na Avenida J.S. Pinheiro, no Lomanto, com a presença de autoridades públicas e diretores de hospitais, clínicas e laboratórios do sul da Bahia.

O novo campus, ao lado da Polícia Rodoviária Estadual, foi inaugurado pelo diretor-geral da Unex Itabuna, Kaminsky Mello Cholodovskis. Segundo ele, o campus concentrará todos os cursos da área da saúde da Unex/UniFTC, num total de 2 mil alunos de 9 cursos de graduação.

Itabunense, Ihanmark Damasceno, vice-presidente Acadêmico e de Relações Institucionais da Rede Unex, falou da nota máxima do curso de Medicina em avaliação do Ministério da Educação (MEC) e da proposta. “Um curso diferenciado em Itabuna, com novas tecnologias, e que contou com o apoio da prefeitura municipal desde o início. A tendência é que venham mais investimentos, em torno de R$30 milhões, para a graduação em Medicina”, revelou.

Lançamento reuniu diretores da Unex, prefeito Augusto Castro, médicos e secretários municipais

O prefeito de Itabuna, Augusto Castro, reforçou o apoio do município à instituição de ensino e colocou a estrutura da saúde da cidade à disposição da graduação. O gestor pontuou ainda a chegada de mais leitos na cidade e a reabertura do Hospital São Lucas como fatores que irão elevar os padrões da saúde municipal.

O professor Lino Sieiro Neto, coordenador-geral dos cursos de Medicina da Unex, apresentou o currículo do médico Eric Ettinger Junior, coordenador do curso de Medicina em Itabuna. “Já a partir do 1º semestre, o aluno vai conhecer e acompanhar a estrutura SUS, a atenção básica na saúde na cidade, para começar a interagir desde o início. Será um curso diferenciado. Se eu já não estivesse formado há 20 anos, a vontade era de começar de novo, devido aos recursos que estamos trazendo”, disse Eric.

Acompanhado por 60 convidados, o coordenador visitou toda estrutura de laboratórios e salas de aula, localizados no térreo e primeiro andar do prédio, destacando as inovações tecnológicas ali investidas. Outro destaque da nova graduação em medicina é o corpo docente, que conta com professores qualificados, todos especializados, entre mestres e doutores. Com 64 vagas para este primeiro semestre, a expectativa é de que as turmas contem com 100 alunos por semestre nos próximos anos.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.