Cantor foi morto enquanto se apresentava
Tempo de leitura: < 1 minuto

A polícia segue em buscas de pistas para prender os envolvidos no assassinato do cantor e motorista de ônibus Adriano Souza Aguiar, de 26 anos. Ele foi morto a tiros enquanto fazia show em um bar, no bairro Alegria, em Eunápolis, no extremo-sul da Bahia, na noite de sexta-feira (28).

De acordo com relatos de testemunhas, dois criminosos deflagraram, pelo menos, 13 tiros de pistola ponto 40 contra Adriano Souza que, além de cantor, trabalhavam como motorista em uma empresa de ônibus. Os bandidos fugiram do local a pé. Na sexta-feira o músico chegou a fazer postagens nas redes sociais para anunciar o show.

Os policiais teriam encontrado uma quantia em dinheiro e uma arma, com a numeração raspada, no veículo do cantor, que tinha passagem exatamente por porte ilegal. Imagens de câmeras de segurança de estabelecimentos da região estão sendo analisadas e devem ajudar na identificação dos atiradores. Ainda não se sabe a motivação do crime.

Foragido de Santa Catarina é preso no extremo-sul da Bahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu, no Km 80 da BR-367, em Eunápolis, no extremo-sul da Bahia, na quinta-feira (27), um foragido da justiça do Sul do País. O homem possuía dois mandados de prisão em aberto pelo crime de estelionato e estava dirigido um veículo FIAT/Pálio Fire, com placa de Salvador.

O golpista de 53 anos não teve o nome divulgado pela polícia. Os mandados de prisão preventiva contra o estelionatário foram expedidos pelos juízes  das Comarcas de Urussanga e Sombrio, no estado de Santa Catarina. O foragido foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Eunápolis e deve ser recambiado para o estado do Sul do País.

Fiat Toro ostentava licença de Itabuna, segundo a Polícia Civil
Tempo de leitura: < 1 minuto

Um homem suspeito de participar de um esquema de envio de veículos roubados e clonados, em Salvador, para outros estados foi preso, na quinta-feira (27), por uma equipe da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DRFRV).

O suspeito, um homem de 53 anos, foi flagrado em um galpão, em Cajazeiras XI, onde funcionava a central de clonagem dos veículos roubados. Durante a ação, a polícia também identificou outros envolvidos no esquema, apontados como responsáveis pela adulteração de sinais de identificação dos automotores.

De acordo com o titular da DRFRV, delegado Nélis Araújo, o suspeito preso tinha a função de ocultar os veículos roubados e os documentos, após adulterar e modificar os números de chassi e as etiquetas de identificação.

No local, foram recuperados dois carros, uma Toyota Hilux, ostentando licença de Dourados (MG) e um Fiat/Toro, com licença de Itabuna. Os veículos vão passar por perícia e o suspeito preso já foi encaminhado para audiência de custódia.

Homens são mortos em Itacaré
Tempo de leitura: < 1 minuto

Itacaré enfrenta aumento na violência neste final de mês de fevereiro. Somente entre a madrugada de quarta-feira (26) e a tarde de quinta-feira (27) foram dois homicídios. O primeiro deles no Bairro da Passagem, um dos mais violentos do município do litoral sul baiano. A vítima foi identificada como Ualisson Santos de Jesus.

Ualisson Santos foi assassinado a golpes de faca, por volta das 2 horas da madrugada, após uma discussão com outro homem. A vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos. A polícia investiga o homicídio e tenta prender o criminoso.

O segundo assassinato em Itacaré ocorreu numa trilha de acesso a uma das praias do município. A vítima foi identificada apenas pelo prenome de Breno. Ele seria morador do Alto da Tapera, em Ilhéus.  Ainda não se sabe a motivação para o crime.

EM ITABUNA

Em Itabuna,  foram registrados dois homicídios na noite de quinta-feira. Um dos mortos foi identificado como Rondinele Santana Ferreira, de 42 anos, atingido a tiros quando passava pela localidade conhecida como Rua da Ladeirinha, no bairro Califórnia.

Nesse mesmo bairro ocorreu o segundo assassinato da noite. Um homem ainda não identificado foi atingido com vários disparos e teve o corpo jogado no canal de um macrodrenagem.  A polícia investiga os crimes.

IBICARAÍ

Em Ibicaraí, na madrugada desta quinta-feira (27), no bairro Duque de Caxias, um homem identificado como Jeferson Santos foi assassinado enquanto dormia. O homem já tinha passagem pela polícia e foi morto com, pelo menos 10 tiros, segundo as investigações.

Desembargadora do TJ-BA manda acuado de volta para a prisão
Tempo de leitura: 2 minutos

O Ministério Público Federal (MPF) defende a manutenção da prisão preventiva do ex-secretário do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) Antônio Roque do Nascimento Neves. Ele é apontado como um dos operadores financeiros do esquema de venda de sentenças que tinha o propósito de permitir a grilagem de terras no oeste baiano.

O servidor público é acusado de lavagem de dinheiro e organização criminosa juntamente com outras 14 pessoas, entre elas, quatro desembargadores do TJBA e três juízes estaduais.

Nas contrarrazões ao agravo regimental, encaminhadas na quarta-feira (26) ao relator do caso ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Og Fernandes, a subprocuradora-geral da República Lindôra Araújo destaca a necessidade de se manter a prisão cautelar em razão da gravidade dos fatos que pesam contra o acusado.

De acordo com a representante do MPF, todos os requisitos para a custódia cautelar permanecem hígidos, demonstrando a imprescindibilidade da medida para a garantia da ordem pública e para a colheita de provas.

Ao refutar os argumentos da defesa em relação a uma possível adoção de medidas cautelares diversas da prisão, a subprocuradora-geral alerta para o fato de Antônio Roque não ter apresentado nenhum novo fato que permitisse a revogação da medida, limitando-se a renovar os fundamentos já proferidos em habeas corpus em trâmite no Supremo Tribunal Federal (STF), ocasião em que foi reafirmada, em liminar, a imprescindibilidade da prisão.

Leia Mais

Tecnologia ajuda a prender criminosos no carnaval
Tempo de leitura: 2 minutos

Mais uma vez a polícia baiana contou com um grande aliado nas ações preventivas e no combate ao crime no circuito do carnaval de Salvador. Neste ano, o Sistema de Reconhecimento Facial da Secretaria da Segurança Pública (SSP) auxiliou na captura de 42 foragidos da Justiçar.

Conforme balanço apresentado na manhã desta quarta-feira (26), entre os suspeitos flagrados (40 homens e duas mulheres) e com ordem judicial de prisão, estavam dois envolvidos em homicídios, 13 relacionados a tráfico de drogas, 14 procurados por roubos, três ligados a furtos, entre outros casos. Em todos os casos, a ferramenta tecnológica indicou semelhança acima de 90%.

Os suspeitos foram conduzidos e passaram pelo processo de identificação humana, em alguns casos com o recurso do Face Check (foto da palma da mão e comparação das impressões digitais), ferramenta usada em fase de teste. “O Carnaval de 2020 confirma o nosso pioneirismo no uso de tecnologia de ponta em grandes eventos. Começamos com o Reconhecimento Facial  na festa do ano passado e tivemos um preso. Na Micareta de Feira, nós alcançamos 33 foragidos e agora encerramos a folia de Salvador com 42 capturados”, comemorou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.

QUANTIDADE DE FOLIÕES

Pela primeira vez na história do Carnaval de Salvador foi possível afirmar a quantidade mais próxima da realidade de pessoas nos circuitos Dodô (Barra/Ondina), Osmar (Centro) e Batatinha (Centro Histórico). A contagem foi realizada pelo Sistema de Reconhecimento Facial, que também confirmou uma grande migração do público para o circuito orla.

No total foram 11,7 milhões curtindo a festa entre quinta (20) e a quarta-feira de cinzas (26). Desses, 6,9 milhões se concentraram nos bairros da Barra e Ondina. No circuito Osmar (Centro) foram 3,4 milhões e no Batatinha (Centro Histórico) foram 1,4 milhões pessoas.

Leia Mais

Resultado dos testes sai em menos de um minuto
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Departamento de Polícia Técnica (DPT) está realizando, durante o carnaval de Salvador, testes rápidos capazes de identificar drogas sintéticas como LSD, Cocaína e ecstasy em um minuto. As substâncias apreendidas pelas polícias Civil e Militar são encaminhadas para análise no posto do DPT instalado no Farol da Barra.

“É um teste rápido que melhora muito nossa atuação no carnaval assim como a das policias civil e militar, que não precisam mais sair dos circuitos para levar as substâncias apreendidas em um laboratório do DPT para análise. Podemos realizar esses testes aqui mesmo em nossa base montada do circuito Barra-Ondina e dar uma resposta muito mais ágil”, afirmou o perito do DPT, Jacob Cabus.

A verificação das substâncias é feita por meio de um exame com reação química. Um aparelho que faz a identificação por análise de onda molecular está em fase de teste.

O resultado obtido no posto do DPT no circuito de carnaval é suficiente para que o portador da substância seja conduzido à delegacia para posterior investigação. “Havendo o indiciamento do portador, é realizado exames mais aprofundados em nossos laboratórios com equipamentos com capacidade para detectar mais de três mil substâncias e um catálogo atualizado. Os resultados obtidos com esses exames mais detalhados serão utilizados no processo criminal”, conclui o perito.

PRF já flagrou 750 motoristas cometendo irregularidades
Tempo de leitura: < 1 minuto

O período do carnaval é marcado pelo aumento do fluxo de veículos e usuários circulando pelas rodovias federais para os mais diversos destinos e a ultrapassagem proibida é uma das preocupações da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Esse tipo de imprudência é uma das principais causas de mortes nas rodovias.

Na Bahia, em apenas dois dias de folia, foram 760 notificações a motoristas que cometeram esse tipo de imprudência. A ultrapassar em faixa amarela contínua é infração gravíssima, com multa de R$ 1.467,35 e rende 7 pontos na carteira. Em caso de reincidência em 12 meses, a multa é dobrada.

Nos dois primeiros dias de carnaval, a PRF fiscalizou 6.517 veículos e consultou a situação de 6.393 pessoas. Das multas extraídas, 131 autos de infração emitidos para condutor ou passageiro sem o cinto de segurança. De acordo com os dados, 138 veículos recolhidos ao pátio por apresentarem irregularidades impossíveis de serem sanadas no local ou por comprometerem a segurança dos usuários da rodovia.

As equipes também emitiram 22 autos de infração para motociclistas ou “carona” sem o capacete. Embriaguez ao volante também foi alvo de fiscalização da PRF. Durante as atividades foram realizados 3.472 testes com o etilômetro (bafômetro) e 64 motoristas foram autuados, por recusa ou por constatação. Eles tiveram suas carteiras de motorista recolhidas e pagarão multa no valor de R$ 2.934,70.

Nos dias 21 e 22 foram recuperados 9 veículos com ocorrência furto/roubo e 29 pessoas foram detidas por crimes diversos.O balanço definitivo será divulgado na quarta-feira (26). O usuário que presenciar situação de risco ou imprudência nas rodovias federais pode acionar a PRF por meio do telefone de emergência 191.

Acidente em Eunápolis deixa quatro feridos
Tempo de leitura: < 1 minuto

Um acidente envolvendo um táxi e um carro de passeio deixou, pelo menos, quatro pessoas feridas, na manhã deste domingo (23), na BR-367, em Eunápolis, no extremo-sul da Bahia. Os envolvidos no acidente não tiveram os nomes divulgados.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o táxi seguia de Porto Seguro para Eunápolis e o carro de passeio fazia o trajeto inverso. Ainda não se sabe qual dos veículos causou o acidente, que ocorreu em trecho onde é proibida ultrapassagem. Os quatro feridos foram levados para o Hospital Regional de Eunápolis.

Carolina e Rafael estão desaparecidos em Ilhéus
Tempo de leitura: 2 minutos

Do Blog do Gusmão

O desaparecimento de Carolina Fernandes Miron, de 38 anos, desde o último sábado (15), tem causado muito sofrimento e apreensão em seus familiares, principalmente nas duas filhas, uma de 15 anos e outra de 18.

Carolina foi vista pela última vez no bloco “As Muringuetes”, que desfilou no bairro do Pontal. Ela nasceu no Rio Grande do Sul, mora em Ilhéus há oito anos e está separada há dois anos do pai de suas filhas.

Há pouco tempo iniciou um novo relacionamento com um homem conhecido pelo prenome Rafael. Os familiares dela têm poucas informações sobre o novo companheiro. Alguns sequer sabiam do namoro e outros afirmam que ele não tem parentes em Ilhéus.

Rafael é apontado pela família como ciumento

O temperamento introspectivo de Rafael, pouco comunicativo e fechado, tem gerado desconfianças. Um familiar disse em depoimento à Polícia Civil que o rapaz também é ciumento e agressivo, e que já teria agredido fisicamente Carolina. Não há registro de nenhum fato a esse respeito na delegacia.

O casal reside no Centro de Ilhéus nas proximidades do Supermercado Alana. Ela teve uma pequena padaria no Pontal e também labutou, durante certo tempo, na confecção de camisas e uniformes feitos sob encomenda.Comenta-se que o namorado possui um sítio em Acuípe, próximo de Olivença.

Carolina gosta de política, é militante do PT e das causas feministas. Tentou ser candidata a vereadora nas eleições de 2016 com o nome “Carol Ilhéus”, mas a candidatura não foi adiante, pois ela não cumpriu o prazo de mudança do domicílio eleitoral.

Ela também morava com a filha mais nova que no momento está muito abalada e torcendo para que a mãe seja encontrada em perfeitas condições.A família registrou um boletim de ocorrência na delegacia (7ª Coorpin).

corpo de Adriano da Nóbrega é liberado para sepultamento
Tempo de leitura: < 1 minuto

O corpo de Adriano da Nóbrega, acusado de chefiar uma milícia no Rio de Janeiro, foi liberado para sepultamento nesta sexta-feira (21). A liberação do corpo do ex-policial militar ocorreu após a a segunda perícia, realizada na noite de quinta-feira (20), no Instituto Médico Legal do Rio de Janeiro (IML-RJ), por determinação da Justiça baiana. Ele foi morto durante uma operação policial na Bahia.

O novo exame não apontou sinais evidentes de tortura, segundo o médico legista Talvane de Moraes, que acompanhou a necrópsia como convidado dos legistas contratados pela família de Adriano, Francisco Moraes Silva e Ari Fontana, que vieram do Paraná.

Novos exames laboratoriais serão feitos para complementar o laudo, que deverá ser apresentado à Justiça baiana em 15 dias. Um representante do Ministério Público da Bahia também acompanhou o procedimento.

O novo exame foi determinado pelo juiz da comarca de Esplanada , Augusto Yuzo Jouti, que atendeu pedidos do MP-BA e de familiares do ex-policial, morto no último dia 9 deste mês em confronto com policiais militares baianos. Com informações da Agência Brasil.

STJ prorroga afastamento de desembargadores baianos
Tempo de leitura: 2 minutos

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve as prisões preventivas de Adaílton Maturino do Santos e Márcio Duarte Miranda, investigados e já denunciados na Operação Faroeste, que revelou esquema de venda de sentenças no âmbito do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). De acordo com as investigações, os dois agiam como operadores da organização criminosa, que tinha como propósito regularizar terras oriundas de grilagem localizadas no oeste do estado. O grupo é acusado de usar laranjas e empresas fictícias para dissimular os crimes cometidos.

Em agravos regimentais apresentados ao STJ, os denunciados alegaram ilegalidades nos requisitos para a prisão preventiva além de sustentar que o fato de estarem soltos não representaria risco à ordem pública. Também citaram excesso de prazo das prisões, ocorridas em 19 de novembro do ano passado, e afirmaram não haver fatos novos que pudessem ensejar a segregação cautelar. No fim, pediram a substituição das prisões por medidas cautelares menos gravosas.

Porém, para o STJ , medidas cautelares diversas da prisão preventiva não são suficientes para garantir a ordem pública e a integridade das investigações. Em seu voto, o relator, ministro Og Fernandes afirmou que “ao contrário do alegado pelo requerente, não houve modificação da conjuntura fático-jurídica e probatória apta a gerar qualquer alteração na decisão anteriormente proferida”.

Além disso, o ministro entendeu – assim como sustentou o Ministério Público Federal (MPF) – que não há excesso no prazo das prisões, uma vez que “prazos fixados na legislação para a prática de atos processuais consistem em parâmetros, não se podendo deduzir o excesso apenas em função de sua soma aritmética”.

Leia Mais

operação começa nesta sexta-feira (21)
Tempo de leitura: 2 minutos

A Polícia Rodoviária Federal inicia, nesta sexta-feira (21), nas estradas federais que cortam a Bahia, a Operação Carnaval 2020. As ações especiais prosseguem até 23h59min de quarta-feira (26). Nos seis dias de Operação, a PRF estará com o policiamento preventivo reforçado em locais e horários de maior incidência de acidentes graves e de criminalidade.

O período do Carnaval é época de festa, alegria, confete e fantasia, mas também é marcado pelo aumento do fluxo de veículos e usuários circulando pelas rodovias para os mais diversos destinos. Durante a folia, serão intensificadas as rondas ostensivas, com posicionamento estratégico das viaturas e policiais ao longo dos trechos mais movimentados e considerados pontos críticos na Bahia.

Outra preocupação é com os veículos de carga. Os acidentes envolvendo caminhões de carga geralmente têm maiores proporções e geram maior gravidade das lesões ou a morte dos envolvidos, o que faz com que haja uma maior preocupação com o estado de conservação destes veículos.

Durante as abordagens serão verificados o correto funcionamento do sistema de freios, o estado de conservação dos pneus e demais equipamentos obrigatórios, as condições de amarração das cargas e o cumprimento do tempo de direção do motorista profissional pelos condutores.

Em relação aos veículos de duas rodas (motocicletas e similares) será dada atenção especial a itens de segurança como o uso obrigatório do capacete para todos os ocupantes; uso correto dos retrovisores; sistema de iluminação e equipamentos obrigatórios.

Leia Mais

corpo de Adriano da Nóbrega é liberado para sepultamento
Tempo de leitura: < 1 minuto

O corpo do acusado de comandar uma milícia, Adriano Magalhães da Nóbrega deverá ser submetido a perícia necroscópica complementar pelo IML do Rio de Janeiro e não poderá ser cremado até à realização do exame.O ex-policial do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) do Rio de Janeiro foi morto no interior da Bahia.

A decisão para realização de um nova perícia é do juiz da comarca de Esplanada, Augusto Yuzo Jouti, que atendeu pedidos cautelares de antecipação de provas formulados pelo Ministério Público da Bahia e por familiares de Adriano da Nóbrega, morto no último dia 9 de fevereiro durante diligência para cumprimento de mandado de busca e apreensão e mandado de prisão. O laudo do novo exame deve ser apresentado à Justiça baiana em 15 dias. Segundo a polícia, o miliciano reagiu a ordem de prisão.

Na decisão, o juiz também determinou que a Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia  disponibilize as gravações dos rádios transmissores utilizados pelos agentes policiais no dia da operação policial e realize exame papiloscópico nas munições não deflagradas da pistola supostamente encontrada com Adriano. As provas deverão ser apresentadas no procedimento em trâmite no Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), em Salvador.

Jovens estão desaparecidos desde sexta-feira
Tempo de leitura: < 1 minuto

Hoje, terça-feira (18), completa quatro dias que dois jovens saíram do bairro Vivendas da Costa Azul, em Eunápolis, no extremo-sul da Bahia, e desapareceram. De acordo com familiares, Carlos Henrique Rosário Dias e Douglas de Souza Santana saíram dizendo que iriam para o município de Belmonte.

Os familiares contam que os rapazes chegaram a comprar as passagens de ônibus, na sexta-feira (14), mas desistiram de embarcar. Quem tiver informações sobre o paradeiro dos jovens pode informar pelos telefones 190, (9090) 98196-3666, (73) 99810-8212 e (73) 99914-5244.