Estátua foi inaugurada em 10 de novembro de 1942 || Acervo de José Nazal
Tempo de leitura: < 1 minuto

O memorialista e fotógrafo José Nazal (Rede), ex-vice-prefeito de Ilhéus, recuperou a história do monumento ao Cristo Redentor, inaugurado há exatos 80 anos, diante da Baía do Pontal, na Avenida Dois de Julho, pelo prefeito Mário Pessoa.

A obra entregue naquele 10 de novembro de 1942 foi projetada pelo escultor italiano Paschoal de Chirico e executada pelos arquitetos Valdemar Tavares e Salomão da Silveira, conforme registrou Rosário Brandão no livro Estórias da História de Ilhéus, citado por Nazal. A estátua tem oito metros de altura e sete metros e meio de envergadura, sobre um pedestal de três metros.

– Hoje, 10 de novembro de 2022, nosso primeiro cartão postal (e um dos mais importantes) completa 80 anos.
Um viva a Mário Pessoa da Costa e Silva, idealizador e construtor da obra. Que Cristo Nosso Senhor continue abençoando nossa querida cidade! – escreveu o memorialista, ao compartilhar imagem antiga da escultura.

Carta de recomendações foi produzida após consulta popular e audiências públicas
Tempo de leitura: < 1 minuto

Cidadãos de Ilhéus entregaram nesta quarta-feira (1º), durante sessão da Câmara de Vereadores, a Carta de Recomendações aos membros da Comissão Especial de Urbanização da Avenida Soares Lopes, com propostas de melhorias para a orla das Avenidas Soares Lopes e Dois de Julho.

O primeiro passo deste processo foi a abertura de uma consulta pública via formulário virtual e presencial, que recebeu propostas de 1.502 moradores do município. Também ocorreram audiências públicas na Câmara sobre vários temas relacionados à orla: arquitetura e urbanismo, meio ambiente, esporte e lazer, cultura, habitação, turismo, comércio, mobilidade e segurança, educação e institucional.

A iniciativa inovadora de deliberação cidadã foi capitaneada pela Comissão Especial da Avenida Soares Lopes, sendo o primeiro órgão do Poder Legislativo a aplicar esta metodologia no país. Para isso, a Comissão teve o apoio do Coletivo Delibera Brasil e dos Institutos Arapyaú e Nossa Ilhéus, instituições suprapartidárias e sem fins lucrativos.