Tempo de leitura: < 1 minuto

Éden Valadares, presidente do PT baiano, ironizou a tentativa do União Brasil, partido do pré-candidato ACM Neto, de impedir a participação do pré-candidato a governador da Bahia pelo PT, Jerônimo Rodrigues, e o seu vice, Geraldo Júnior, em eventos oficiais do Estado (clique aqui para entender). Éden diz que a ação do UB “não tem fundamento jurídico” e demonstra temor da oposição da chapa governista.

“Essa é mais uma prova de que o ex-prefeito de Salvador e seus aliados estão com medo do crescimento de Jerônimo, que vem sendo conhecido mais a cada dia, abraçado pela população e recebido apoio de lideranças políticas de todas as regiões, inclusive de prefeitos e vereadores de partidos que compõem a oposição”, disse Éden.

Éden lembra da participação de ACM Neto em eventos oficias em municípios do interior e em Salvador. “Nós nunca acionamos a justiça, pois trata-se de ação absolutamente legal. Sua reclamação na Justiça é um ato de desespero de quem sabe que a derrota se avizinha”.

O presidente do PT baiano afirmou que não há nenhum impeditivo legal para que os pré-candidatos participarem de inaugurações até três meses antes da eleição. Por outro lado, aponta Éden Valadares, ACM Neto cometeu irregularidades eleitorais e já sofreu duas derrotas na Justiça por antecipar propaganda eleitoral, uma por publicidade em outdoor e outra por pedido de voto antes do período autorizado pela Justiça.

Tempo de leitura: 2 minutos

Governador baiano eleito e reeleito em primeiro turno em 2014 e em 2018, Rui Costa acredita ter a receita para o ex-presidente Lula ampliar as intenções de voto e ganhar a eleição já em 2 de outubro:

– Acho que ele precisa falar mais pro centro e pros religiosos, falar mais de família, tal… Se fizer essa inclinação, acho que dá para levar no primeiro turno – disse ele, nesta Quinta-Feira Santa (14), em entrevista a Mário Kertész, na Metrópole, acrescentando também a necessidade de abrir, logo, interlocução com o empresariado.

Na avaliação de Rui, Lula “está bem em São Paulo, como nunca esteve”. O petista citou a liderança de Fernando Haddad (PT) na corrida ao governo de São Paulo como “muito sintomático” do bom momento de Lula.

Ainda afirmou que o ex-presidente está muito bem em dois dos principais colégios eleitorais baianos: “[Em] Duas cidades [onde] ele nunca ganhou, Conquista e Itabuna, ele tá disparado”.

A recomendação a Lula para falar ao centro, família e empresariado, segundo Rui, foi feita na viagem do líder petista a Salvador, no último dia 31. “Deixa eu oficializar a campanha, deixa eu oficializar”, respondeu Lula diante do conselho, conforme o governador baiano.

Ainda conforme Rui, a pré-campanha do presidenciável petista deverá ser oficializada em 7 de maio.

ACM NETO NERVOSO E SEM CAPILARIDADE

Rui Costa se diz animado com a pré-campanha e os números de sondagens na Bahia tanto para a presidência como para o governo estadual, com Jerônimo Rodrigues (PT), e ao senado, com Otto Alencar (PSD). Ele chegou a citar números de pesquisas, porém o PIMENTA não reproduzirá porque o levantamento não foi registrado.

No microfone da Metrópole, aproveitou para cutucar ACM Neto,pré-candidato ao Palácio de Ondina pelo União Brasil. “Os eventos dele são todos muito fracos. Ele aproveitou para pongar em evento oficial [por falta de público]. Gongogi, Aramari. A gente tem foto de todos os eventos que ele vez. Todos vazios”, ironizou.

O petista citou Camaçari e Santa Maria da Vitória. “Santa Maria da vitória, que [o prefeito] ficou com eles, tinha auditório enorme. Só as três primeiras filas [tinham gente]. O resto [estava] vazio. [ACM Neto] Tem o nome, mas fragil, não tem capilaridade.

MAIS LEVE SEM LEÃO

Mário questionou o governador se ele estava sentindo falta do vice-governador João Leão. “Estou me sentindo mais leve”, respondeu.

Noutra estocada em ACM Neto, disse que adversários ficarão ainda mais nervosos [com pesquisas] e “vão quebrar painéis de carro”.

A fala irônica de Rui seria alusão a suposta crise nervosa do ex-prefeito de Salvador, na semana passada, ao receber resultados de sondagens pela Bahia. Ainda afirmou que, para o senador Jaques Wagner, João Roma (PL) vai tirar considerável fatia de votos de Neto.

“A MIL POR HORA”

O governador se vê a mil por hora nas articulações eleitorais pela Bahia. A esposa, afirmou Rui na entrevista, afirma que não trabalhou tanto em 2014 e 2018 como agora. Ressaltou que está ouvindo mais e articulando mais e trabalhando regionalmente para fortalecer a chapa. Confira a entrevista a partir dos 24 minutos.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Acácio Ferreira é o novo diretor-geral da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI). A nomeação foi publicada no Diário Oficial do Estado, edição desta quinta-feira (7). Ele

Irmão do presidente da Câmara de Salvador, Geraldo Junior, José Acácio é advogado e especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental e já ocupou cargos importantes em diversos órgãos do Estado.

Professor de licitação, contrato e carências da Universidade Corporativa do Serviço Público (USC) e revisor da Lei nº 9.433/2005 de licitação e contratos do Estado da Bahia. O cargo estava sendo ocupado, interinamente, por Armado Castro nos últimos 15 dias.

ELEIÇÕES 2022

A SEI é autarquia vinculada à Secretaria Estadual de Planejamento (Seplan). Acácio Ferreira foi nomeado na cota pessoal do governador Rui Costa, que o convidou para comandar a autarquia. Ele entregou cargo que ocupava no governo de Bruno Reis, em Salvador, após Geraldo Júnior tornar-se pré-candidato a vice-governador da Bahia na chapa do petista Jerônimo Rodrigues.

Tempo de leitura: < 1 minuto

O MDB apresentou várias propostas a serem incluídas no futuro plano de governo do petista Jerônimo Rodrigues. O documento foi entregue ao Partido dos Trabalhadores como uma contribuição para a construção do plano de gestão a ser apresentado à Bahia na campanha eleitoral.

Embora desde 2014 a escolha das propostas a serem incorporadas ao Plano de Governo se dê por meio do Programa de Governo Participativo (PGP), por meio de plenárias territoriais, estas sempre partem de eixos e temas orientadores à construção coletiva. O documento emedebista é uma contribuição, em áreas estratégicas, e prioriza a incorporação do conhecimento acadêmico aplicado à gestão pública, em benefício de toda a sociedade.

O documento elaborado pela Comissão Executiva do MDB, apresenta propostas áreas da gestão pública – Emprego e Renda, Agricultura, Educação e Saúde.

O objetivo é criar alternativas de convivência entre as diversas classes sociais que visam ao bem-comum do conjunto da sociedade baiana. Na cacauicultura e na educação, por exemplo, o documento aproveita experiências da extensão regional e estudos acadêmicos, especialmente da UFSB, por meio de um renomado time de doutores.

O MDB deixa claro, na contribuição ao Programa de Governo, que pretende ocupar o espaço do centro, fazendo a mediação entre o mundo prático e os avanços já disponíveis. A proposta é estimular a adoção de tecnologias capazes de garantir o máximo de produtividade nos diversos setores, com redução de custos de produção e flexibilização das relações trabalho e consumo. Clique aqui e confira as propostas.

Tempo de leitura: 2 minutos

O pré-candidato a governador da Bahia pelo PT, Jerônimo Rodrigues, iniciou por Feira de Santana a série de encontros regionais para coletar propostas por meio do Programa de Governo Participativo (PGP). Ex-secretário estadual de Desenvolvimento Rural e da Educação, Jerônimo foi o coordenador do PGP de Rui Costa nas campanhas de 2014 e 2018.

– Rui Costa se tornou o governador que mais cumpriu compromissos de campanha em todo Brasil. Agora, é hora de escrever uma nova página nessa história de sucesso iniciada por Jaques Wagner e fortalecer esse projeto que tirou a Bahia do atraso – disse ele em Feira de Santana, segundo maior colégio eleitoral da Bahia.

Ao lado de Jerônimo, participaram do evento em Feira o pré-candidato a vice-governador Geraldo Junior (MDB) e o senador e pré-candidato à reeleição, Otto Alencar (PSD). A estimativa dos organizadores é de que o evento tenha reunido mais de 50 lideranças políticas – deputados, prefeitos, vices e vereadores – e um total de cerca de 3 mil pessoas no Zilas Cerimonial, no bairro Irmã Dulce.

O planejamento do PGP 2022, que deverá percorrer todos os territórios de Identidade do Estado, foi apresentado aos participantes em Feira. O evento também celebrou o aniversário de 57 anos de Jerônimo. “Uma emoção muito grande viver este momento tão especial de minha vida em Feira de Santana, cidade que me acolheu tão bem quando me tornei professor da Uefs [Universidade Estadual de Feira de Santana]. Tenho laços muito fortes, familiares e amigos queridos em Feira”, acrescentou Jerônimo.

OTTO: VAMOS ENFRENTAR O CANDIDATO DE BOLSONARO

Em seu discurso no ato em Feira de Santana, o senador Otto Alencar fez uma comparação entre os dois grupos que vão disputar as eleições na Bahia. “A nossa bandeira está muito clara. São dois projetos. Um que visa trazer de volta o homem que tirou o Brasil do mapa da fome. Nós vamos enfrentar o candidato do governo federal na Bahia. Não há como esconder a face de quem apoiou [Bolsonaro] na presidência”, disse ele em referência a ACM Neto, que apoiou a eleição de Jair Bolsonaro e se posicionou contra o impeachment do presidente. Bolsonaro, porém é representado na Bahia pelo ex-ministro e deputado João Roma (PL).

Para Geraldo Junior, o projeto vitorioso de 16 anos à frente do estado é motivo de orgulho para a Bahia e deve seguir com força e renovação com a eleição de Jerônimo. “Quando eu olho para Jerônimo, eu vejo simplicidade e emoção. Nós dois vamos desbravar, junto com Otto Alencar, a Bahia”, disse Geraldo. “Só tenho arrependimento de não ter vindo antes para um time que tem lado, para um time que tem identificação, que tem a cara do povo brasileiro, liderado por Luiz Inácio Lula da Silva. É lula lá e Jerônimo cá”, acrescentou.

“SURPRESA, VITÓRIA E SUCESSO”

Durante o ato em Feira de Santana, também foi lançado o site oficial do PGP, por meio do qual as pessoas poderão participar virtualmente sugerindo propostas aos pré-candidatos. Os próximos encontros ocorrerão em Irecê (dia 9) e Seabra (10). O senador e ex-governador Jaques Wagner (PT-BA) afirmou que para cuidar da vida das pessoas é necessário conhecer suas necessidades.

– Ninguém pode pensar melhor os problemas da Bahia do que vocês, que sabem onde está faltando estrada, sabem onde tá faltando apoio. Os dois programas vitoriosos de Rui tiveram como comandante nosso candidato Jerônimo Rodrigues, que rodou a Bahia inteira, conhece a Bahia como a palma de sua mão. Esse grupo que iniciou a caminhada em 2006 é surpresa, vitória e sucesso.