Tempo de leitura: < 1 minuto

O trecho de 41 quilômetros da BR-251, que liga a zona sul de Ilhéus ao município de Buerarema, no sul da Bahia, foi aberto há cinquenta anos e nunca recebeu pavimentação asfáltica. Ao longo de décadas, comunidades que vivem às margens da rodovia reivindicam sua conclusão. Hoje (25), um novo protesto bloqueou a estrada na altura do Condomínio Sol e Mar.

Numa das faixas estendidas pelos manifestantes, lê-se pedido de socorro ao Ministério Público Federal e à Justiça Federal, referência à ação civil pública que, em 2011, cobrou que os governos federal e estadual colaborassem para a pavimentação da estrada. As duas esferas de gestão chegaram a assinar Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), em 2013, mas o serviço nunca foi iniciado.

A BR-251 dá acesso às comunidade de Santo Antônio, Coutos, Rio do Engenho, Santaninha, Aderno e outras. As más condições da estrada, agravadas pelas chuvas frequentes da região, dificultam o escoamento da produção agrícola, atrapalham comerciantes e prejudicam o descolamento de estudantes da zona rural.

 

Tempo de leitura: < 1 minuto

Ponte não suportou peso de ônibus com 20 passageiros (Fotomontagem Ilhéus24h).
Ponte não suportou peso de ônibus com 20 passageiros (Fotomontagem Ilhéus24h).

Do Ilhéus 24h
Um ônibus da empresa Campo Verde, que faz a linha Ilhéus-Buerarema, tombou quando passava por uma ponte de madeira, na BR-251, que liga a zona sul de Ilhéus a Buerarema.
Segundo informações, o ônibus tinha cerca de vinte passageiros, que entraram em estado de pânico.
A ponte, que não suportou o peso do ônibus, foi construída em 1972 e está abandonada, assim como a rodovia, que nunca foi asfaltada.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Os moradores dos distritos e povoados cortados pela BA-251, que liga Ilhéus a Buerarema, já se cansaram de reclamar medidas para garantir a manutenção daquela via em condições pelo menos razoáveis. Hoje, como se diz, para ser ruim, a estrada ainda precisa melhorar muito. Para dizer o mínimo, ela é péssima.

A responsabilidade pela manutenção é do Derba, mas as melhorias só ocorrem esporadicamente, quando já não tem mais jeito. Neste domingo, dia 06, o prefeito de Ilhéus, Newton Lima, apareceu para na comunidade do Santo Antônio para receber um manifesto dos moradores.

Newton foi acompanhado pelo secretário de Serviços Públicos, Carlos Freitas, que não levou alívio. Pelo contrário, reclamou de que a Prefeitura tem 1.700 quilômetros de estradas vicinais para cuidar… e também não faz muita coisa.

Na falta do que oferecer, o prefeito se limitou a afirmar que fará a reivindicação da comunidade chegar ao governador Jaques Wagner.