Tempo de leitura: < 1 minuto

Um adolescente de 17 anos pediu que um amigo usasse um ferro em brasa para marcar suas costas com o número 22, do Partido Liberal (PL), sigla do presidente Jair Bolsonaro. A tatuagem foi feita durante um leilão de gado no assentamento Roseli Nunes, em Mirassol D’Oeste, no interior de Mato Grosso, no último dia 12.

A mãe do adolescente, Layane Moreira, disse que o filho ama Bolsonaro e tem um grupo de amigos de esquerda. Para se contrapor aos amigos, ele se sentiu desafiado a fazer a marca no próprio corpo com a técnica usada para marcar animais.

“Como é um menino bem rústico e corajoso, pediu para um menino carimbá-lo. Um não aceitou, mas o outro sim e fez a marca”, explicou Layane Moreira. Com informações do RD News.

Tempo de leitura: 2 minutos

A safra brasileira de cereais, leguminosas e oleaginosas deve alcançar 261,5 milhões toneladas em 2022, de acordo com a estimativa divulgada nesta quinta-feira (12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Este volume é 3,3% acima (ou 8,3 milhões de toneladas) da safra obtida em 2021 (253,2 milhões) e 1% acima da estimativa de março (2,5 milhões).

Principal commodity do país, a soja teve a colheita praticamente finalizada nos principais estados produtores, e apresentou aumento 2% no volume de grãos em comparação com março. Ainda assim, a produção nacional deve atingir 118,5 milhões de toneladas, uma redução de 12,2% na comparação com 2021.

Na comparação com março, houve aumento nas estimativas da produção da 3ª safra da batata-inglesa (20,4%) e da 2ª safra da batata-inglesa (9%), além do sorgo (4%), do tomate (1,5%), da 2ª safra do feijão (1,3%), da uva (1,2%) e do café canephora (1% ou 9 978 toneladas). Já na perspectiva das quedas, destaque para a 1ª safra do feijão (-7,5%), do café arábica (-3,5%), da 1ª safra da batata-inglesa (-3,2%), da laranja (-1,5%) e da 2ª safra do milho (-0,7%).

Sobre o café arábica, Barradas afirma que, este ano, a safra será de bienalidade positiva, com aumento expressivo da produção. “Embora o clima seco e excessivamente frio do inverno de 2021, havendo inclusive ocorrência de geadas em algumas áreas produtoras, tenha reduzido o potencial esperado”, relembra. O especialista frisa ainda que a produção de arroz e de feijão deverão atender ao consumo interno do país no ano.

Leia Mais

Brasil registra recorde de mortes em 2020
Tempo de leitura: 2 minutos

Em 2020, que marca a chegada da pandemia de Covid-19 no Brasil, teve cerca de 196 mil mortes a mais que o ano de 2019. A variação, de 14,9%, foi a maior desde 1984, segundo os registros civis em cartórios. Já os nascimentos e casamentos mantiveram a tendência de queda que vem sendo observada nos últimos anos, porém os matrimônios recuaram muito acima da média: 24,6%.

As informações integram as Estatísticas do Registro Civil, divulgadas nesta quinta-feira(18) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e que trazem dados sobre nascimentos, óbitos e casamentos de mais de 7.900 dos cartórios de Registro Civil de Pessoas Naturais.

QUASE 200 MIL MORTES A MAIS

O número de óbitos registrados no Brasil passou de 1.314.103 em 2019 para 1.510.068 em 2020, significando 195.965 mortes a mais no ano passado. Esses números incluem apenas os registros com informação de sexo e idade da pessoa falecida.

Considerando o total de registros, os números são 1.317.292 (2019) e 1.513.575 (2020), com diferença de 196.283 entre os dois anos. De 2018 para 2019, essa variação foi de 2,6% (33,8 mil óbitos a mais).

Leia Mais

Remédio contra a Covid-19 começa a ser testado no Brasil
Tempo de leitura: 2 minutos

Os testes clínicos de um medicamento contra o novo coronavírus começaram a ser feitos no Brasil. A pesquisa desenvolvida pela Pfizer usa a molécula PF-07321332, um antiviral da classe dos inibidores de protease. Segundo a farmacêutica, o remédio, administrado via oral, já mostrou potencial para ser utilizado contra a Covid-19.

Fazem parte dos estudos clínicos de Fase 2 e 3, 29 centros de pesquisa. Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Mato Grosso, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Rio de Janeiro e São Paulo têm instituições que farão os testes. Para participar do estudo é necessário ter mais de 18 anos.

A Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) é uma das que realiza os testes. Segundo a instituição, o tratamento é feito com duas doses diárias do composto PF-07321332 associado ao ritonavir por cinco dias seguidos. O ritonavir é usado para aumentar o nível da droga ativa. O acompanhamento terá duração de 24 semanas, com três visitas presenciais no primeiro mês e as demais consultas feitas por telefone.

ETAPAS

A molécula que está sendo estudada foi aprovada na Fase 1, que testa segurança e tolerabilidade em humanos. Considerando os resultados já obtidos, incluindo a fase pré-clínica, com testes in vitro, a Pfizer desenvolve agora três estudos pivotais, randomizados, duplo-cego e controlados por placebo.

Os testes envolvem, portanto, três tipos de pacientes: não vacinados ou vacinados com suspeita e/ou diagnóstico de covid-19 e com baixo risco de desenvolver doença grave; estudo em pacientes não vacinados com suspeita e/ou diagnóstico de covid-19 e com alto risco de desenvolver doença grave; e estudo em pessoas não vacinadas cujos contatos domiciliares estão com covid-19.

Para serem realizados no Brasil, os estudos são previamente aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e pela Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep), além dos Comitês de Ética dos centros de pesquisa participantes. Da Agência Brasil.

Brasil deve registrar recorde na safra 2021-2022
Tempo de leitura: 2 minutos

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) publicou, nesta quinta-feira (7), o 1º Levantamento da Safra Grãos 2021-2022. A previsão é de uma safra de grãos recorde, com o acréscimo de 35,87 milhões de toneladas em relação ao volume obtido no ciclo anterior. A estimativa é de um aumento de 14,2%, que, se confirmado, elevará a produção total a 288,61 milhões de toneladas, registrando um novo recorde para a agricultura nacional.

Essa produção faz referência a uma estimativa de cultivo em uma área de 71,5 milhões de hectares. O espaço é 3,6% maior do que o registrado em 2020/2021. Esse crescimento é impulsionado principalmente pelas culturas de soja e milho 2ª safra.

Para este novo ano agrícola, o cultivo das culturas em sucessão à colheita das culturas de primeira safra soma cerca de 21,5 milhões de hectares. Com isso, para todas as culturas cultivadas para a produção de fibras e grãos, são utilizados cerca de 50 milhões de hectares.

SOJA É O DESTAQUE

O destaque entre as culturas é para o cultivo de soja, que apresenta tendência de aumento tanto de área cultivada como de produção. De acordo os dados da Companhia, a área a ser semeada deve crescer 2,5%, passando de 38,9 milhões de hectares para 39,91 milhões de hectares. Já a expectativa de produção deve alcançar 140,75 milhões de toneladas, o que mantém o país como o maior produtor mundial do grão.

O plantio da oleaginosa já teve início nos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina e Paraná. As atividades seguem em ritmo mais acelerado em comparação ao mesmo período do ano passado.

Leia Mais

Mega-Sena da Virada tem cinco ganhadores
Tempo de leitura: < 1 minuto

Os donos de três apostas feitas na Lotofácil da Independência, na Bahia, estão comemorando neste final de semana. Eles estão entre os 57 sortudos que dividirão o prêmio de R$ 150 milhões. O sorteio foi realizado na noite de sábado (11), no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo.

Além da Bahia, as apostas com 15 acertos foram do Distrito Federal (1), São Paulo SP (18), Paraná  (5), Santa Catarina, Goiás (3), Minas Gerais (2), Pará (2), Rio Janeiro (2), Ceará (1), Espírito Santo (1), Maranhão (1), Mato Grosso (1), Mato Grosso do Sul(1), Pernambuco (1), Sergipe (1). Outras 9 foram feitas por meio do Canal Eletrônico. Cada aposta receberá R$ 2.791.889,55.

Para demais faixas, com os valores menores, são 10.288 apostas acertadoras dos 14 números e cada receberá R$ 1.124,02. Com 13 acertos 292.658 apostas ganhadoras, R$ 25,00; com 12 são 3.577.748 apostas acertadoras, R$ 10,00. Com 11 acertos são 18.451.178 apostas ganhadoras e cada receberá R$ 5,00.

Concurso do Banco do Brasil oferece 150 vagas na Bahia
Tempo de leitura: 3 minutos

O Banco do Brasil publicou, nesta quinta-feira (24), edital de novo concurso público para a carreira administrativa, no cargo de escriturário. O salário inicial é de R$ 3.022,37. As inscrições custam R$ 38,00 e podem ser feitas até 28 de julho. Há 150 vagas para Bahia.

As vagas são para os estados o Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe, Tocantins e no Distrito Federal.

São 2 mil vagas para Escriturário – Agente Comercial, mais 2 mil de cadastro reserva, para atuação nas unidades de negócios; 240 vagas de Escriturário – Agente de Tecnologia, e outras 240 de cadastro de reserva, com foco em Conhecimentos de TI.

Segundo o banco, o cargo de escriturário possui nomenclaturas específicas para uso no relacionamento com o mercado, que variam de acordo com a unidade em que o funcionário está lotado.

Para este concurso, os candidatos podem concorrer para Agente Comercial, que trabalha na rede de agências do BB, em todo o país, ou para Agente de Tecnologia, que assume na área de Tecnologia, em Brasília.

ETAPAS

Para participar do concurso, é preciso ter certificado de conclusão ou diploma de curso de nível médio, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação, Secretarias ou Conselhos Estaduais de Educação e idade mínima de 18 anos completos, até a data da contratação.

O concurso será composto de aplicação de provas objetivas, de caracteres eliminatório e classificatório, prova de Redação, de caráter eliminatório, aferição da veracidade da autodeclaração prestada por candidatos (as) pretos (as) ou pardos (as), e procedimentos Admissionais e Perícia Médica.

As provas estão previstas para o dia 26 de setembro de 2021 e seguirá os protocolos de prevenção à Covid-19, conforme regras do edital. Acesse aqui o edital.

As provas irão conter questões de Conhecimentos Básicos (25 questões): Língua Portuguesa, Língua Inglesa, Matemática e Atualidades do Mercado Financeiro e Conhecimentos Específicos (45 questões), de acordo com a vaga pretendida.

A remuneração inicial é de R$ 3.022,37, para jornada de 30 horas semanais, ajuda alimentação/refeição de R$ 831,16 por mês e, cumulativamente com o benefício de ajuda alimentação/refeição, o Banco concede a cesta alimentação, no valor mensal de R$ 654,87, na forma do Acordo Coletivo de Trabalho – ACT.

Há possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional; participação nos lucros ou resultados, nos termos da legislação pertinente e acordo sindical vigente; vale-transporte; auxílio-creche; auxílio a filho com deficiência; e previdência complementar.

Os funcionários do BB possuem, ainda, acesso à Universidade Corporativa Banco do Brasil (UniBB), que promoveu 3,5 milhões de ações de capacitação apenas em 2020. “Estamos sempre investindo no encarreiramento dos nossos funcionários. Agora em maio, lançamos um movimento interno, chamado de ‘evolution’, para trazer oportunidades de qualificação profissional, direcionadas para o incremento e desenvolvimento de competências digitais”, destaca o presidente do BB.

O Banco irá oferecer bolsas de idiomas, incentivos para graduação, pós-graduação lato sensu, mestrado e doutorado, oportunidades de mentoria, compartilhamento de experiências e hackathons. “A nossa cultura organizacional é baseada em valores consolidados de foco no cliente, ética, inovação, senso de dono, confiabilidade, eficiência e espírito público”, finaliza Fausto.

O prazo de validade da esgotar-se-á após um ano a contar da data de publicação do Edital de Homologação dos resultados finais, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período, a critério exclusivo do banco.

“Nosso objetivo é atrair novos talentos, em nível nacional, que se identifiquem com nosso propósito de cuidar do que é valioso para as pessoas. Em decorrência da pandemia, tivemos o cuidado de definir um cronograma mais extenso para realizar a inscrição, possibilitando mais tempo de estudo aos candidatos”, explica Fausto Ribeiro, presidente do BB.

Tempo de leitura: 2 minutos
Estudante consegue nota para aprovação em várias universidades federais

A estudante Vitória Lima Muniz Ferreira, de 17 anos, de Ipiaú, no sul da Bahia, obteve pontuação no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) suficiente para ingresso no disputado Curso de Medicina em várias instituições de ensino superior no país. A nota de Vitória Lima, na ampla concorrência, lhe permitiu escolher entre as universidades federais da Bahia, do Mato Grosso, do Rio Grande do Sul, de Campina Grande, Pernambuco e do Vale do Jequitinhonha.

Vitória Lima também obteve pontuação suficiente para ingressar no Curso de Medicina da concorrida Faculdade Baiana de Medicina, mas a jovem optou pela UFBA para ficar mais próxima da família. Além do bom desempenho na redação, com 960 pontos, a jovem pontuou bem nas provas de Matemática e de Ciências da Natureza.

Lucy Lima, que é professora de Biologia, e Edilson Muniz contaram que a filha sempre foi focada e desde os oito anos afirmava que queria cursar Medicina. Vitória Lima atribuiu a conquista a Deus, ao apoio da família, aos  professores e ao ritmo intenso de estudos.

Ele estudava diariamente, elaborava constantemente redações, resolvia questões de simulados e de exames anteriores, além de treinar o tempo. Recusava convites para festas e acessava pouco as redes sociais. Parece um sacrifício para muitos, mas para ela era questão de prioridade. “Não era o sonho que me movia, mas a fé e a determinação em alcançá-lo”, resumiu a estudante. Com informações do Giro Ipiaú.

Tempo de leitura: 2 minutos
Mais de 260 mil eleitores volta às urnas hoje.
Mais de 260 mil eleitores volta às urnas hoje.

Da Agência Brasil

Neste domingo (12), novas eleições estão sendo realizadas em seis municípios do Rio Grande do Sul, três de Minas Gerais, um do Amapá e outro do Mato Grosso. Juntos, o eleitorado que voltará às urnas  soma 264,8 mil pessoas.

Nestes locais, as eleições de outubro do ano passado foram anuladas, porque os candidatos com maior votação não conseguiram obter o registro de candidatura. Por força de apelações, eles conseguiram manter seus nomes nas urnas, mas posteriormente tiveram seus recursos negados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e, mesmo vencendo, não puderam assumir o cargo de prefeito.

Após a reforma de 2015, o Código Eleitoral passou a prever a ocorrência de novas eleições sempre que não for mais possível recorrer de “decisão da Justiça Eleitoral que importe o indeferimento do registro, a cassação do diploma ou a perda do mandato de candidato eleito em pleito majoritário”.

Gravataí, no Rio Grande do Sul, é a maior cidade que realizará novas eleições hoje. O município tem uma população é de 273,7 mil pessoas, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O candidato vencedor, Daniel Bordignon (PDT), teve seu registro de candidatura indeferido por ter sido condenado por improbidade administrativa. Ele já havia sido prefeito da cidade entre 1997 e 2004, quando contratou 1.292 funcionários sem concurso público, de acordo com a condenação.

Dezenas de outros municípios ainda podem vir a ter novas eleições este ano. O TSE estipulou 12 possíveis datas para os pleitos. A próxima será em 2 de abril, quando 12 municípios de seis estados já se preparam para voltar às urnas, entre eles Foz do Iguaçu, no Paraná.

Confira, no leia mais, quais são os 11 municípios, com seu eleitorado aproximado, que voltam às urnas neste domingo:

Leia Mais