Ricardo Goulart em lance contra o CRB, neste domingo de acesso garantido || Foto Felipe Oliveira/ECBahia
Tempo de leitura: 2 minutos

Debaixo de forte chuva, o Bahia venceu o CRB, por 2 a 1, em Maceió (AL), nesta noite de domingo (6), e está de volta à Série A do Brasileirão, a divisão de elite do futebol brasileiro.

O time superou o “piscinão”  da equipe alagoana em partida válida pela última rodada da Série B do Brasileiro.

O gramado do estádio Rei Pelé não resistiu à chuva que caía fortemente na capital do estado vizinho, assim como o CRB não suportou a pressão baiana.

O  Bahia atacava desde o início do jogo. Até balançou a rede adversária, aos 22 minutos, com Ricardo Goulart, porém o gol foi anulado pela arbitragem, que viu impedimento.

Aos 25 minutos, o Tricolor de Aço passou à frente. Daniel pegou rebote, de fora da grande área, com um chutaço no lado esquerdo.

A alegria durou até o início do segundo tempo, quando Mateus Claus não segurou chute de Anselmo Ramon. O relógio marcava 5 minutos da etapa final.

As condições do campo somente pioravam com o avançar da chuva. O “piscinão” impedia o melhor do futebol, apesar das estocadas constantes do Bahia.

Água mole em pedra dura tanto bate até que… Sim. Ele, o gol, pintou. De pênalti.

Anselmo Ramon, que havia empatado a peleja para a equipe alagoana, cometeu pênalti em Vitor Jacaré em lance grotesco dentro da grande área. Entrou de carrinho, de perna levantada, em um campo encharcado.

A imprudência foi punida.

O argentino Lucas Mugni apresentou-se para a cobrança. Para alegria dos milhões que foram a Nação Tricolor, converteu.

Acesso garantido em Alagoas. Festa do Bahia, agora, e de novo, um time da elite. E com peixinho no “piscinão” em que se tornou o estádio Rei Pelé neste domingo.

O PELOTÃO DE ELITE

Além do Bahia, Cruzeiro, Grêmio e Vasco retornam à Série A do Brasileiro de Futebol. O Cruzeiro foi o campeão antecipado, com 78 pontos. O Grêmio finda a competição em segundo lugar, com 65 pontos. Bahia termina em terceiro lugar, com 62, igual número de pontos do Vasco, que teve menor saldo de gols.

Bahia tem a última chance de volta à elite|| Felipe Oliveira/EC BAHIA
Tempo de leitura: 2 minutos

O Bahia tem, neste domingo (6), mais uma chance de voltar para a Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro (Série A). O Tricolor de Aço enfrenta o CRB, no estádio Rei Pelé, em Alagoas, a partir das 18h30min, e só depende de si para retornar à elite do futebol nacional em 2023. Até um empate serve para que o sonho de milhões de baianos se torne realidade.

O Bahia só não conquistará o acesso à Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro se sofrer derrota na partida de hoje, e Ituano e Sport vençam, com placares elásticos. O Tricolor vai para última rodada com 59 pontos, na terceira colocação, com 13 gols de saldo. Na quarta colocação, o Vasco também soma 59 pontos, com 11 gols de saldo.

O time de São Januário enfrenta o Ituano, que tem 57 pontos e nove gols de saldo. Assim como o Bahia, o time do interior paulista só depende de si para conquistar o acesso. O Ituano joga em casa, onde vem somando pontos importantes no segundo turno da Série B. A tarefa mais complicada é a do Sport, que tem 56 pontos e seis gols de saldo. O time de Pernambuco precisa vencer o Vila Nova, fora de casa, e torcer por uma combinação de resultados, além de tirar a diferença de gols.

Os jogos da última rodada da Série do Campeonato Brasileiro começam às 18h30, e são duas vagas em disputa, porque as outras duas foram conquistadas por Cruzeiro e Grêmio. Com 75 pontos, o time mineiro assegurou a vaga de forma antecipada a muitas rodadas do fim da competição. Com 65 pontos, o Grêmio concluiu, na última quinta-feira (3), a sua participação na Série B.

Desde o início da competição que o Bahia esteve entre os quatro primeiros colocados. Teve ainda a chance de conseguir a vaga para Série A com duas rodadas de antecipação, jogando na Fonte Nova, em Salvador, quando empatou em 1 a 1 contra Vila Nova e Guarani, respectivamente.

Bahia lutou, mas cedeu empate para o Grêmio
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Bahia saiu na frente, mas não conseguiu segurar o Grêmio na 35ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, na tarde deste domingo (16), em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. O gol do Tricolor de Aço foi marcado por Lucas Mugni, ao aproveitar um rebote do goleiro Gabriel Grando. O empate veio nos minutos finais da partida, com Thiago Santos.

Com o resultado, o Bahia segue na terceira posição, com 57 pontos, um a menos que o Grêmio, segundo colocado. O líder isolado e campeão da Série B do Campeonato Brasileiro é o Cruzeiro, que tem 72 pontos. O Tricolor baiano volta a campo no sábado (22), na Arena Fonte Nova, em Salvador, contra o Vila Nova. A partida está marcada para as 16h30min.

Bahia foi a Novo Horizonte e empatou em 1 a 1 com o time da casa || Foto Gustavo Ribeiro/GN
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Bahia tropeçou novamente. Agora, diante do Novorizontino, na casa do adversário, em Novo Horizonte (SP). O Esquadrão empatou em 1 a 1 com o 16º colocado da Série B do Campeonato Brasileiro de Futebol e começa a ver ameaçada a sua estratégia de subir para a elite do futebol nacional.

O empate deixou o time baiano com 53 pontos, somente cinco a mais que o 6º colocado, o também nordestino Sampaio Corrêa, do Maranhão. A pressão pode aumentar, caso o Ituano vença o Cruzeiro, hoje à noite, no Mineirão. A equipe paulista soma 47 pontos e pode ficar ainda mais próximo do Bahia na tabela de classificação.

Nesta noite de terça (4), até saiu na frente, porém permitiu o empate, que ainda o deixa em terceira posição, com 53 pontos, e três atrás do vice-líder, o Grêmio. O Tricolor volta a campo no sábado (8), quando enfrentará o catarinense Brusque, na Arena Fonte Nova, às 16h. O Brusque é o vice-lanterna da competição, mas convém lembrar que o Bahia não vem tendo sorte contra os times da zona de rebaixamento.

Enderson Moreira é demitido do comando do Bahia || Foto Felipe Oliveira/ECBahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

Enderson Moreira não é mais técnico do time de futebol do Bahia. A demissão do treinador ocorre menos de 24 horas após o Esquadrão perder para a Chapecoense, por 3 a 1, na Arena Condá, em Chapecó, na noite de ontem, e acumular sequência de sete jogos sem vencer fora de casa. A demissão foi oficializada na tarde deste sábado (1º).

O retrospecto da nova passagem de Enderson Moreira não foi bom. O time venceu seis vezes, empatou outras seis e sofreu seis derrotas em 18 jogos. A última delas, contra a Chapecoense, acendeu de vez o sinal de alerta, pois o time tem, no momento, apenas seis pontos de vantagem para o primeiro time fora do G-4, o Londrina.

Nova sequência de empates e derrotas pode deixar o Esquadrão fora da Série A do Brasileirão em 2023. O próximo compromisso do Bahia será contra o Novohorizontino, na terça (4).

Tempo de leitura: < 1 minuto

Duas falhas no último minuto de jogo custaram a vitória do Bahia, na noite desta terça-feira (16), no Estádio do Café, em Londrina, contra o time da casa. O Tricolor de Aço vencia a partida até os 49 minutos do segundo tempo, quando a defesa cometeu erro e cedeu escanteio. Na cobrança do tiro de canto, foi a vez de Danilo Fernandes sair errado do gol. O jogador Gabriel Santos, do Londrina, aproveitou a falha para marcar de cabeça.

O gol do Bahia foi marcado pelo atacante Davó, ainda na primeira etapa da partida, aos 18 minutos. Depois disso, tentou segurar o resultado e foi castigado no último lance do jogo. Com o resultado, o Tricolor ficou com 44 pontos, na segunda colocação na Série B, mas pode ser ultrapassado pelo Grêmio e Vasco até o final da rodada.

O Grêmio tem 43 pontos e o Vasco soma 42. O líder insolado da série B do Campeonato Brasileiro é o Cruzeiro, que soma 53 pontos e será o adversário do time gaúcho no próximo domingo (21), em Porto Alegre. Enquanto o Vasco joga contra o CSA, no Estádio Rei Pelé, em Maceió, na quinta-feira (18).

Depois do jogo de hoje, o Bahia só volta a campo no dia 28 deste mês, quando recebe o Vasco, na Arena Fonte Nova, em Salvador. A partida está marcada para às 16h.

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Federação Bahiana de Futebol (FBF) confirmou para o próximo sábado (13), no Estádio José Rocha, em Jacobina, a decisão da Série B do Campeonato Baiano deste ano. O título da competição será disputado entre o Jacobinense e o Itabuna, que venceu a partida de ida, no Estádio Pedro Caetano, em Ipiaú, por 2 a1. Por isso, joga pelo empate para sagrar-se campeão da segunda divisão deste ano.

O Jacobinense precisa vencer por uma diferença de dois ou mais gols para conquistar o título direto. Caso vença pela diferença de um gol, a decisão será nos pênaltis. A partida está prevista para começar às 14h45min. Itabuna e Jacobinense já estão garantidos na Série A do Baianão de 2023.

A decisão do título da Série B do Campeonato Baiano deveria ocorrer no último sábado (6), no Estádio Manoel Barradas (Barradão), em Salvador, mas foi adiado pela FBF depois de uma lambança do Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol da Bahia. O tribunal interditou o Estádio José Rocha, mas recuou e modificou a própria decisão menos de 48 horas antes da partida. Caso o jogo tivesse acontecido no sábado passado, o Estatuto do Torcedor seria desrespeitado.

O Estádio José Rocha havia sido interditado por causa de uma confusão generalizada no jogo do Jacobinense contra o Juazeiro, pela semifinal, quando o time da casa perdeu a primeira partida, por 2 a 1, e derrotou o adversário pelo placar de 1 a 0 no segundo confronto. Por isso, a vaga para a grande final foi decidida nas penalidades.

Tempo de leitura: 2 minutos

O Jacobinense conseguiu reverter, no Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol, a decisão que retirava o seu mando de campo na segunda partida da final da Série B do Campeonato Baiano. O Estádio José Rocha havia sido interditado pelo próprio TJDF-BA, após confusão no intervalo da partida da equipe de Jacobina contra o Juazeiro, pela semifinal da competição, em 23 de julho.

Durante a confusão, Ney Alves, presidente do Juazeiro, foi agredido, conforme imagens de TVE Bahia. Ele é irmão do jogador Daniel Alves e estaria tentando acalmar os ânimos. Por causa da confusão, no dia 27 de julho, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva interditou o Estádio José Rocha. Por isso, a segunda partida da decisão contra o Itabuna havia sido marcada para o Estádio Manoel Barradas (Barradão), em Salvador.

O jogo seria na tarde deste sábado (6), como previsto no regulamento da competição. Mas, na sexta-feira (5), a Federação Bahiana de Futebol (FBF) informou o adiamento da final da Série B do Baianão 2022 porque o TJDF-BA modificou a decisão tomada anteriormente. A FBF esclareceu, ainda, que o adiamento ocorreu por não haver tempo hábil para reprogramar o jogo de volta entre Jacobinense e Itabuna.

A FBF informou também que só foi comunicada sobre a decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol às 18h30min da quinta-feira (4). É vergonhoso, mas o Jacobinense obteve êxito no mandado de garantia impetrado para ter a partida realizada no campo onde ocorreu a confusão, na semifinal da Série B do Campeonato Baiano.

A Federação Bahiana reforçou que a comunicação do TJDF-BA ocorreu quando já havia se extrapolado o prazo estabelecido pelo artigo 16, I, da Lei nº 10.671/2003 – Estatuto de Defesa do Torcedor. A nova data e o horário da decisão da Série B do Campeonato Baiano ainda serão divulgados.

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Itabuna abriu 2 a 0, mas vacilou e levou sufoco no segundo tempo da partida contra o Jacobinense, na tarde deste domingo (31), no Estádio Pedro Caetano, em Ipiaú. O time de Jacobina descontou no segundo tempo e reduziu o prejuízo. Com o resultado de 2 a 1, o Dragão do Sul joga por um empate no próximo sábado (6), no Estádio Manoel Barradas (Barradão), em Salvador.

Os gols do Itabuna foram marcados por Jeorge e Blaise, respectivamente. O primeiro, aos 17 minutos da etapa inicial. O segundo foi assinalado aos 14 do segundo tempo, pelo camisa 10, Blaise. O Jacobinense descontou aos 35 minutos da etapa final, com Yuri, depois de um vacilo da zaga do Dragão do Sul.

A decisão do título da Série B, inicialmente marcada para o Estádio José Rocha, em Jacobina, foi transferida para o Barradão, às 14h45min, do próximo sábado. A mudança ocorre depois de o Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol da Bahia (TJDF-BA) interditar o estádio do Jacobinense, por causa de tumulto da torcida.

No jogo de sábado, o Itabuna fica com o título da Série B do Campeonato Baiano se empatar ou vencer. O Jacobinense precisa de uma vitória por mais de dois gols para sagrar-se campeão direto. Se vencer pela diferença de um gol, a decisão será nos pênaltis. Veja abaixo os melhores momentos da partida transmitida pela TVE Bahia.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Mesmo sem muita inspiração de seus jogadores, o Bahia conseguiu somar mais três pontos na Série B do Campeonato Brasileiro, na noite desta sexta-feira (29), na Arena Fonte Nova, em Salvador. Os gols do Tricolor de Aço foram marcados no segundo tempo, por  Ignácio, Matheus Davó e Everton.

Com o resultado, o Bahia chegou a terceira colocação, com 37 pontos, um a menos que o Vasco. O time comandado pelo treinador Enderson Moreira abriu sete pontos para o Sport,  quinto colocado. O líder insolado da Série B, com 45 pontos, é o Cruzeiro. O time mineiro ainda entra em campo na rodada. Enfrenta o Brusque, em Santa Catarina, neste sábado (30).

O Bahia voltou a vencer na Fonte  Nova depois de cinco jogos. Foram três empates e uma derrota pela Série B. Além disso, perdeu por 2 a 1 para o Athletico-PR pela Copa do Brasil. O Tricolor de Aço volta a jogar no próximo sábado (6), novamente em Salvador, às 16h30min, contra o CSA.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Garantido na elite do futebol baiano de 2023, após passar pelo Jequié na semifinal da Série B do estadual, o Itabuna inicia a decisão do título da Segunda Divisão no estádio Pedro Caetano, em Ipiaú, no próximo domingo (31). A partida contra o Jacobinense está marcada para as 14h45min e a expectativa é que o estádio receba um grande público.

O Itabuna chegou à final da Serie B do Campeonato Baiano ao empatar o primeiro jogo em 1 a 1 e vencer o Jequié, na partida de volta, no Estádio Waldomiro Borges, por 1 a 0.  O gol que colocou o Dragão do Sul na decisão foi marcado pelo lateral direito João Neto, que acertou um lindo chute de fora da área.

O segundo jogo da decisão será no dia 6 de agosto, às 14h45min, no Estádio José Rocha, em Jacobina. O adversário do Itabuna garantiu vaga na final ao passar pelo Juazeiro. O Jacobinense perdeu a primeira partida por 2 a 1 e venceu a segunda por 1 a 0. Na decisão por pênaltis, derrotou o time de Juazeiro pelo placar de 7 a 6. Não existe vantagem na decisão. Se houve empate nos dois jogos, o título será decidido nos pênaltis.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Depois de 10 anos, o Itabuna está de volta à primeira Divisão do Campeonato Baiano. O Dragão do Sul venceu o Jequié por 1 a 0, na tarde deste domingo (24), no Estádio Waldomiro Borges, no sudoeste do estado, com um golaço do lateral direito João Neto, aos 48 minutos do primeiro tempo. O camisa dois do Itabuna driblou um adversário e acertou um lindo chute de fora da área.

Foi um grande jogo, com jogadores do Jequié desperdiçando chances claras de gol e o goleiro Thiago, do Itabuna, fazendo defesas milagrosas, no primeiro tempo. No segundo tempo Gil, do Dragão do Sul, perdeu um gol, praticamente, debaixo da travessão. O Jequié foi para cima em busca do empate e levou vários contra a ataques. O final terminou mesmo com a classificação do Itabuna.

Além da vaga garantida na primeira divisão do Campeonato Baiano, o Dragão do Sul disputará o título da Série B contra o Jacobinense, que passou pelo Juazeiro. O time de Jacobina garantiu vaga na grande da decisão ao vencer o adversário por 1 a 0, no tempo normal, e 7 a 6, na disputa por pênaltis, na partida de volta. O Juazeiro havia vencido o primeiro confronto por 2 a 1.

A primeira partida da decisão da Série B do Campeonato Baiano está marcada para o dia 31 deste mês. O jogo de volta será no dia 7 de agosto. Os locais dos dois jogos ainda serão definidos. Veja abaixo os melhores momentos da partida entre Jequié e Itabuna, com transmissão da TVE Bahia.

Tempo de leitura: < 1 minuto

As equipes do Itabuna e Jequié iniciam às 15h deste domingo (24), no Estádio Waldomiro Borges, no sudoeste do estado, a disputa por uma das vagas na grande final da Série B do Campeonato Baiano. O primeiro duelo entre as duas equipes, no sábado passado, terminou empatado em 1 a 1. Por isso, quem vencer hoje fica com a vaga.

Se a disputa terminar empatada, a decisão será nos pênaltis. Quem passar enfrentará o o Jacobinense na final. O time de Jacobina garantiu vaga na grande da decisão da Série B ao vencer o Juazeiro por 1 a 0 no tempo normal e 7 a 6 na disputa por pênaltis, na partida de volta. O Juazeiro havia vencido o primeiro confronto por 2 a 1.

A primeira partida da decisão da Série B do Campeonato Baiano está marcada para 31 deste mês. O jogo de volta será no dia 7 de agosto. Os locais dos dois jogos ainda serão definidos.

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Bahia desperdiçou a chance de conquistar mais três pontos e ficar numa situação mais confortável na Série B do Campeonato Brasileiro.Jogando na noite desta terça-feira (19), na Arena Fonte Nova, em Salvador, o Tricolor de Aço teve chance de aplicar uma goleada no CRB, no primeiro tempo, mas só marcou um gol antes do intervalo da partida.

O Bahia abriu o placar aos 39 minutos da primeira etapa, com Lucas Mugni, que cobrou pênalti no ângulo e não deu chance de defesa para o goleiro Diogo Silva. Os atacantes do Tricolor de Aço perderam várias chances de gol durante o decorrer do primeiro tempo. As melhores chances foram do jogador Davó. Uma delas, debaixo da trave.

No segundo tempo, o CRB foi para cima. Aos 24, Negueba carimbou o travessão do Tricolor de Aço, em chute de perna direita. Aos 37, Claudinei empatou para o time de Alagoas, em cabeçada de fora da área, numa falha do goleiro Danilo Fernandes. Os 23.386 torcedores deixaram o estádio frustrados.

O empate deixou o Bahia, provisoriamente na vice-liderança, com 34 pontos. O Vasco também tem 34 pontos e, neste momento, está perdendo a partida por 1 a 0 para o Ituano, em São Januário. O jogo está no segundo tempo. Na próxima rodada, no sábado (23), às 16h, o Bahia enfrenta o líder Cruzeiro, no estádio Mineirão, em Belo Horizonte. O time mineiro tem 41 pontos e nesta quarta-feira (20), joga contra o CSA, no Estádio Rei Pelé, em Alagoas.

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Iabuna esteve muito perto de deixar o Estádio Pedro Caetano, em Ipiaú, com a vantagem no jogo de ida pela semifinal da Série B do Campeonato Baiano. Jogando no final de semana contra o Jequié, o Dragão do sul da Bahia abriu o placar, com o meio campista Jussimar, de pênalti, logo no início do primeiro tempo, aos 11 minutos, mas não soube aproveitar e levou o empate antes do intervalo. O gol do time do sudoeste do estado foi marcado pelo atacante Kel Baiano, aos 34min. Assista ao jogo abaixo, com transmissão da TVE-BA.

Itabuna e Jequié voltam a se enfrentar no próximo domingo, no Estádio Waldomiro Borges, às 15h. Quem vencer garante vaga na final da Série B do Campeonato Baiano e na elite do futebol baiano em 2023. Na outra semifinal, o no estádio Adauto Moraes, em Juazeiro, o time da casa bateu o Jacobinense por 2 a 1.

Na partida de volta, no Estádio José Rocha, às 15h do sábado (23), o Juazeiro joga pelo empate para ficar com a vaga para a grande final na Série B. O Jacobinense precisa vencer a partida por uma diferença de dois gols para garantir a vaga direta na final.  Caso o time de Jacobina vença a partida pela diferença de um gol, a disputa irá para os pênaltis.