ACM Neto, acompanhado por Moacyr, conhece projeto educacional em Serra Grande || Foto Divulgação
Tempo de leitura: 2 minutos

O Centro de Educação Integral de Serra Grande, em Uruçuca, foi muito elogiado pelo presidente nacional do DEM e pré-candidato ao Governo da Bahia, ACM Neto. Ele visitou o município nesta quinta-feira (16). “Fico impressionado e feliz em poder testemunhar esse projeto, a grandiosidade dessa iniciativa na área de educação. Não dá pra pensar no futuro de uma Bahia forte, desenvolvida sem priorizar a educação, que tem que ser prioridade absoluta”, disse ele ao lado do prefeito Moacyr Leite Júnior.

Neto argumentou que nem sempre os políticos têm esta visão. “Esse complexo educacional vai ser uma referência não só pra região, mas pra toda a Bahia, uma obra importante que o prefeito Moacyr está realizando”, disse o ex-prefeito de Salvador, avaliando positivamente a gestão. “A gente sai daqui empolgado com tudo que está vendo e mais feliz ainda porque existem prefeitos como Moacyr, comprometido e que tem no coração, a certeza de que investir na educação é construir o futuro”, finalizou.

ÍNDICES EDUCACIONAIS

O deputado federal Paulo Azi (DEM), que foi fundamental no trabalho de liberação dos recursos para a construção do Centro Educacional, falou da importância do projeto. “É exatamente por saber a importância que ACM Neto dá à educação e o belíssimo trabalho que foi feito em Salvador, ao longo de oito anos, elevando todos os índices, que fizemos questão de trazê-lo aqui para conhecer esse projeto maravilhoso de perto. Só um homem da estatura, da competência e da seriedade de Moacyr pra pensar em construir uma obra dessa que será referência pra Região, pra Bahia e pra todo o Brasil”, concluiu Azi.

O prefeito de Uruçuca, Moacyr Leite Júnior (DEM), agradeceu a visita de ACM Neto e sua comitiva e lembrou e agradeceu a parceria com o Instituto Arapyaú. “Foram e estão sendo muito importantes, no projeto de arquitetura e engenharia, e estão participando da elaboração, junto conosco, do projeto pedagógico”.

“Essa gestão batalhou muito para que este projeto saísse do papel, e a cada dia, poder contemplar a materialização desse sonho de desenvolvimento educacional que vai transformar a vida de muitas crianças e jovens de Serra Grande, Uruçuca e região, nos deixa felizes e esperançosos”, disse o prefeito.

AGRADECIMENTO

Moacyr fez questão de agradecer o trabalho do deputado federal e presidente do Conselho de Ética da Câmara Federal, Paulo Azi. “Nosso parceiro em todos os projetos, está sempre disposto a contribuir com o desenvolvimento da nossa cidade”.

Leia Mais

Uruçuca está entre os municípios que mais vacinam no sul da Bahia || Foto Facebook
Tempo de leitura: < 1 minuto

O sul da bahia tem apenas seis municípios entre os 100 em todo o estado que mais aplicaram doses de vacina contra a covid-19, segundo a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). São eles Almadina, Aurelino Leal, Uruçuca, Itaju do Colônia, Wenceslau Guimarães e Gandu. O PIMENTA fez cruzamento dos dados divulgados pela Sesab até as 17h desta quarta-feira (15) para identificar os líderes sul-baianos.

Sétimo no ranking estadual, Almadina é o município sul-baiano que mais rápido aplica vacina contra a covid-19, atingindo 106,6% de aplicação das doses recebidas. Conforme o órgão estadual da Saúde, o percentual é superior a 100% porque os frascos de vacina chegam com quantidade de doses maior que o declarado.

Aurelino Leal é o segundo colocado na região e aparece em 12º lugar no estado, com 105,8% das doses aplicadas, seguido por Uruçuca, este em 42º lugar, com 101,8%.

Ainda dentre os 100 melhores do estado aparecem Itaju do Colônia, na 70ª posição, com 99,8% de aplicação de doses.

Na sequência vem Wenceslau Guimarães, em 87º lugar, com percentual de aplicação das doses que chega a 98,8%. No grupo dos 100 ainda aparece Gandu, em 97º lugar no estado e 98,6% de doses aplicadas.

Ilhéus ocupa a 237ª posição, com 93,2% das doses aplicadas.

ITABUNA NO ÚLTIMO PELOTÃO

Itabuna, que no próximo sábado (18) fará evento-teste para avaliar a liberação de shows com público, aparece ainda mais distante do pelotão de frente. É apenas o 321º colocado dentre os 417 municípios baianos. Aplicou somente 88,4% das doses recebidas, segundo a Sesab.

Quem lidera o ranking no estado é Sítio do Quinto, que atingiu 113,2%. Coração de Maria aparece na lanterna na Bahia, com 52,1%.

Neto passará por Ilhéus, Itabuna, Buerarema e Uruçuca
Tempo de leitura: < 1 minuto

O presidente nacional do Democratas, ACM Neto, visitará o sul do estado na próxima semana. Na manhã de quinta-feira (16), ele vai desembarcar no Aeroporto Jorge Amado, em Ilhéus, onde concederá entrevista coletiva.

Na mesma manhã, às 10 horas, Neto se reunirá com lideranças da cidade, a exemplo do empresário Valderico Junior, presidente do DEM-Ilhéus. Também participará do Jornal do Meio Dia, da Gabriela FM.

O ex-prefeito de Salvador ainda passará por Uruçuca na tarde de quinta-feira. Na sexta (17), em Itabuna, conhecerá o Projeto Cores e Vida, do vereador Fabrício Pancadinha (PMN). Depois, em Buerarema, vai encontrar o prefeito Vinícius Ibrann (DEM).

Pré-candidato a governador, Neto viaja o estado com o projeto Pela Bahia para ouvir lideranças regionais, conhecer as demandas da população e construir alianças para a corrida eleitoral. Com informações do Pauta.

Estrada do Chocolate, no sul da Bahia, passará por melhorias para atender fluxo turístico
Tempo de leitura: 2 minutos

A Estrada do Chocolate, que liga os municípios de Ilhéus e Uruçuca, na Costa do Cacau, será reativada e preparada para a retomada do fluxo turístico com as melhores dos índices do período da pandemia da covid-19. A Secretaria de Turismo do Estado (Setur-BA) prometeu nova sinalização turística e melhorias na pista, a partir de outubro.

O roteiro da Estrada do Chocolate inclui passeios por antigas fazendas de cacau, em meio à Mata Atlântica, oferecendo uma viagem ao passado instigante. No enredo, a história dos coronéis e suas fortunas, desde o plantio do fruto, passando pelos hábitos das famílias, o auge e a crise, com a praga da vassoura de bruxa, até a chegada das fábricas de chocolate na região, que poderão ser visitadas também.

Para fazer uma avaliação técnica do roteiro, a Setur-BA enviou para Ilhéus, no último final de semana, um grupo de trabalho, liderado pelo secretário Maurício Bacelar. A equipe esteve nas fazendas Provisão (cenário da novela global Renascer) e Capela Velha, que estão em fase adiantada na oferta de passeios. A Setur-BA também discutiu com empresários as medidas de segurança sanitária para recepcionar os turistas.

“É um destino especial que desperta o interesse de brasileiros e estrangeiros. Conversamos com o trade para otimizar as ações da retomada, seguindo protocolos de biossegurança. Vamos realizar intervenções para facilitar o acesso às fazendas, no entorno da Estrada do Chocolate. A Costa do Cacau vai voltar mais atrativa e com melhor infraestrutura “, afirmou Bacelar.

VILA GASTRONÔMICA

A equipe da Setur-BA esteve ainda no distrito de Banco da Vitória, onde existe um projeto para a criação de uma vila gastronômica e no Centro de Convenções de Ilhéus, que foi disponibilizado pelo Estado como espaço para triagem na detecção da Covid-19. Quando a doença estiver sob controle, o equipamento, com capacidade para 1,5 mil pessoas, será requalificado e voltará a receber eventos.

Marcas do sul da Bahia estão entre as sete finalistas do Prêmio Brasil Artesanal 2021 - Chocolates
Tempo de leitura: < 1 minuto

O sul da Bahia tem dois representantes entre os sete finalistas do Prêmio Brasil Artesanal 2021 na categoria chocolates, da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). Os finalistas sulbaianos são as marcas Chocolates da Ju, de Uruçuca, e Cacau do Céu Chocolates Finos, de Ilhéus.

A data da divulgação do resultado final ainda será definida. O produtor do chocolate mais votado pelo júri popular receberá R$ 6.000,00 e o título de vencedor do “Prêmio CNA Brasil Artesanal 2021 – Chocolate”. O segundo colocado vai receber R$ 4.000. O terceiro, quarto e quinto colocados receberão certificados de participação e R$ 2.500, R$ 1.500 e R$ 1.000, respectivamente.

Criança foi morta em Serra Grande
Tempo de leitura: < 1 minuto

Uma brincadeira inocente entre crianças acabou em tragédia no distrito de Serra Grande, em Uruçuca, no sul da Bahia. De acordo com as primeiras informações levantadas pela polícia, Joice de Almeida Souza, de 10 anos, foi atingida com um tiro, acidentalmente, na tarde desta segunda (16).

A menina brincava com outras duas crianças e encontraram uma arma de fogo no interior da casa. Eles teriam usado a arma, que disparou e atingiu a garota, que morreu no local. O dono da casa não foi localizado pela polícia. A arma também não foi encontrada.

Outro caso envolvendo criança que está sendo investigado pela polícia ocorreu em Buerarema, na sexta-feira (13). Um menino de oito anos foi internado no Hospital Manoel Novaes, em Itabuna, depois de ser atingido com um tiro. Uma das versões é que a criança foi atingida por bala perdida.

Uruçuca abre espaço para participação dos cidadãos no PPA 2022-2025
Tempo de leitura: < 1 minuto

A população de Uruçuca poderá contribuir na elaboração do Plano Plurianual (PPA) do município sul-baiano para o período 2022-2025. As sugestões podem ser apresentadas, pela internet, até o próximo dia 25. As contribuições serão por meio eletrônico devido à pandemia da Covid-19.

O incentivo à participação popular na elaboração do PPA atende à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que determina o “incentivo à participação popular e realização de audiências públicas, durante os processos de elaboração e discussão dos planos, lei de diretrizes orçamentárias e orçamentos”.

O prefeito Moacyr Leite Júnior lembra que em todas as suas gestões a transparência é obrigatória. “Temos o dever de discutir com a população sobre as ações que deverão ser executadas”, disse o prefeito.

Para participar do Plano Plurianual 2022-2025 é só clicar no link http://tiny.cc/planourucuca.

Tempo de leitura: 3 minutos

Sobre a notícia veiculada em alguns órgãos de imprensa dando notícias que as contas do Município de Uruçuca, exercício 2019 foram rejeitadas, o Prefeito Moacyr Leite Júnior esclarece que, inicialmente, o referido julgamento foi feito ao arrepio do devido Processo Legal, e com a inclusão de Manifestações da área técnica do TCM sem inclusão nos autos eletrônicos do e-Tcm e negado pelo Conselheiro Paolo Marconi em duas oportunidades. De acordo com o Prefeito, trata-se de uma tentativa de execração pública do seu nome pelo inconformismo do relator ser questionado sobre os procedimentos adotados no julgamento das contas ou de outras causas ainda desconhecidas mas que irão ser aprofundadas.

Moacyr acrescenta que o Conselheiro, ao negar acesso à manifestação da área técnica e utilizar-se do referido documento para fundamentar a rejeição das contas, contendo uma narrativa prejudicial, deveria informar para que me manifestasse nos autos, entretanto não o fez, em uma clara violação ao devido processo legal, sendo que já é contumaz nessa prática. Ainda de acordo com o Prefeito, o relator retirou as contas de pauta em duas oportunidades não para trazer a verdade real ao processo, mas sim para levantar a sua vida, inclusive fazendo insinuações ao Poder Judiciário da Bahia, demonizando uma liminar concedida nas contas de 2010, o que é algo muito grave, demonstrando que o Conselheiro Paolo Marconi é pessoa sem equilíbrio emocional, inclusive no trato com seus pares, faltando-lhe isenção de ânimo para aceitar os argumentos trazidos aos autos pela defesa.

A Procuradoria do Município acrescenta que a vontade do Conselheiro de execrar o Prefeito foi tamanha que nos casos dos ressarcimentos como o de maior expressividade, como o de combustíveis (por falhas formais), em vários outros processos de relatoria do mesmo, ele não aplicou ressarcimentos, mas sim multa, a exemplo dos de nº 02122e16, 02314e16, 00031e16, 02178e16. Resta cristalino a intenção de passar uma imagem para a população de que o Prefeito Moacyr é desidioso e desvia recursos públicos o que não é verdade, e para esse fato certamente serão adotadas as medidas judiciais necessárias, caso o Tribunal de Contas dos Municípios não se retrate.

Em relação ao índice apurado de Educação e FUNDEB, a Procuradoria do Município esclarece que trata-se apenas de glosas ocorridas no ano de 2019, no qual, na fase de instrução, foi remetida toda a documentação necessária para dirimir a matéria, sendo produzida pela área técnica do TCM análise da defesa, entretanto o Conselheiro Paolo Marconi negou acesso ao referido documento, para que, antes do julgamento, pudesse interferir no convencimento do Relator e dos demais, Conselheiros. “Tal negativa é uma clara ofensa ao contraditório e ampla defesa do gestor, já que dos documentos remetidos podem ter sido desconsiderados pela área técnica por motivos ainda desconhecidos, fazendo-se um julgamento das contas ao arrepio da Lei.”.

Embora o Conselheiro Paolo Marconi não conheça Moacyr Leite, já que jamais teve contato com a população Baiana, vivendo em uma redoma de vidro, vamos relembrá-lo que trata-se de um Prefeito de quatro mandatos, no qual a população confia e respeita, tendo muito serviço prestado à população e jamais teve seu nome envolvido em irregularidades, tendo ao longo de 10 contas julgadas pelo TCM, apenas duas rejeitadas, sendo que, uma delas, a de 2010, nem o Relator soube precisar o motivo da rejeição, informando ainda que sequer verificou indícios de Improbidade Administrativa, não é a toa que o Poder Judiciário liberou o Prefeito Moacyr a participar da Eleição naquele período.

Por fim, Moacyr afirma que “Temos a clara convicção que as contas citadas encontram-se claramente nas condições de Aprovação, de que os ressarcimentos são indevidos e que, estaremos buscando isso através dos recursos administrativos inerentes, junto ao Tribunal de Contas, ou até judicial, esperando que através de uma nova Relatoria a verdade venha prevalecer.”.

Uruçuca/BA 21 de Julho de 2021

MOACYR LEITE JÚNIOR
PREFEITO

Moacyr, à direita, teve audiência com o diretor Gabriel Vilar, do FNDE
Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito de Uruçuca, Moacyr Leite Júnior (DEM), esteve em reunião em Brasília com o diretor do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Gabriel Vilar, para tratar de liberação de novos recursos para conclusão de escola de educação em tempo integral em Serra Grande. O encontro ocorreu nesta quinta-feira (8), agendado pelo deputado federal Paulo Azi (DEM).

Segundo o prefeito, as obras da Escola de Educação de Serra Grande já estão 85% concluídas e teve aprovação do fundo federal de educação.

Moacyr agradeceu “o empenho incessante do deputado Paulo Azi” e se mostrou satisfeito com o resultado da reunião. “Ter ao lado da nossa gestão um parlamentar como Paulo Azi facilita o nosso trabalho, pela dedicação e empenho que ele sempre dedicou ao nosso município. O nosso sonho da Escola de Serra Grande está perto de ser concretizado, graças a Deus. Nosso povo merece”, concluiu.

Decisão definitiva confirma resultado da eleição de 2020 em Uruçuca, com Moacyr reeleito
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou, definitivamente, recurso especial em processo que envolve o prefeito de Uruçuca, Moacyr Leite Júnior (DEM). Seis ministros negaram o provimento e votaram com o relator, ministro Mauro Campbell Marques, que em abril já havia negado o seguimento do recurso especial do processo que buscava a inelegibilidade de Moacyr relativa ao pleito de 2020, quando o prefeito acabou reeleito.

O prefeito Moacyr Leite Júnior disse ter recebido com tranquilidade a decisão, agora em definitivo. “As manobras da oposição sempre tiveram o intuito de prejudicar, não a mim, mas a Uruçuca. Enquanto eles buscam de todas as formas nos prejudicar, continuo trabalhando com mais força junto com minha equipe pelo desenvolvimento do nosso Município”, afirmou.

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Prefeitura de Uruçuca publicou decreto estabelecendo medidas restritivas durante o período junino. As medidas, de acordo com a Prefeitura, são para conter o avanço da covid-19 no município.

Segundo o decreto, o toque de recolher no período de 23 a 30 de junho será das 22h às 5h. Neste período, está proibida a venda de bebidas alcóolicas, exceto sob o sistema delivery, até as 22h.

Também está proibido montar e/ou acender fogueiras durante o período junino. As festas particulares em locais públicos, como praças, calçadas, vias públicas estão proibidas, bem como a venda e utilização de fogos de artifício. Já os restaurantes, cabanas de praia e demais comércios de alimentos poderão funcionar, sendo vedada a venda de bebidas alcoólicas. O delivery de alimentos é permitido até a meia-noite.

A Prefeitura ressalta que é importante manter os cuidados, cumprindo os protocolos de segurança. As equipes de fiscalização estarão nas ruas, segundo o município.

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Prefeitura de Uruçuca, por meio da Secretaria de Assistência Social, visitou a Casa de Apoio ao Idoso Marinalva Brandão e promoveu uma manhã de atividades dinâmicas e reflexivas em alusão ao dia 15 de Junho, dia da Luta Contra a Violência ao Idoso.

O prefeito Moacyr Leite destacou a preocupação das suas gestões com as políticas de assistência ao idoso. Ele diz considerar que os idosos representam a experiência e os princípios de família, gratidão e amor e por isso, merecem todo respeito. “Eles são símbolos de lutas e vivências próprias que são muito bem representadas pelos seus cabelos brancos”, disse.

Moacyr Leite Júnior chama atenção para a degradação ambiental no sul da Bahia
Tempo de leitura: 2 minutos

O prefeito de Uruçuca, Moacyr Leite Júnior (DEM), se disse “muito preocupado” com a questão ambiental. Numa conversa com o jornalista Ricky Mascarenhas, o gestor do município que tem em Serra Grande seu grande apelo turístico, revelou sua angústia com o descaso do ser humano com a natureza.

Parque da Serra do Conduru, em Uruçuca

Na conversa, o prefeito citou a irresponsabilidade do ser humano com a natureza, citou as riquezas de Serra Grande e do Parque Estadual da Serra do Conduru. “O que as pessoas fazem com nossa mata atlântica inadmissível”, frisou.

Moacyr elencou inúmeros pontos turísticos em todo o município, mas o Parque Estadual da Serra do Conduru, em Uruçuca, é um dos que mais o preocupam. “A paisagem exuberante, a rica biodiversidade da fauna e flora, riachos e cachoeiras de águas cristalinas em uma área de mais de nove mil hectares, recebe e encanta turistas e pesquisadores de todo o mundo”, lembrou o prefeito.

Este riquíssimo patrimônio natural, salientou Moacyr, é frequentado por diversas pessoas, com pouca ou nenhuma preocupação com o meio ambiente e sua preservação. “Descartam garrafas pet, copos e pratos plásticos, restos de comida e até preservativos. Nossas campanhas de conscientização abordam justamente isso”, frisou.

Vista panorâmica da região de Serra Grande no sentido Barra do Sargi

O prefeito de Uruçuca disse que, mesmo com equipes de fiscalização, conscientização e limpeza, trabalhando com dedicação e comprometimento, é praticamente impossível atender a demanda. “Temos investido em conscientização, [em] mostrar às pessoas a importância da preservação para que os netos, bisnetos, enfim, muitas gerações ainda possam desfrutar de tamanha beleza natural”, ressaltou.

Com seu estilo que desencobre belezas e dramas da cotidianidade, o escritor Rodrigo Melo nos transporta para um fim de tarde qualquer em 1976, em pleno 2021
Tempo de leitura: 5 minutos

Um dia, de frente pro espelho, do nada dei de procurar o sujeito que eu achava que era. Meia hora ali, em uma extenuante busca, e ele não estava lá. Em seu lugar, um quase estranho, feio e esquisito, desses que a gente sempre vê de relance e que nunca chega a saber verdadeiramente quem é.

Rodrigo Melo

Uruçuca é um remanso. Não há turistas com camisas floridas e protetores solar andando por suas ruas, muito menos hipsters com tatuagens e barbas cultivadas, nem surfistas, skatistas ou alpinistas, e acho que também nunca vi um policial em patrulha. Na verdade, lembro desse único que frequentava o dominó dos velhotes na praça, mas ele não usava arma nem colete e passava os dias por ali, fechando uma partida após a outra. Outro fato curioso é que uma boa parte da população, feito em várias outras cidades, não usa máscaras: os pontos cheios, o carrinho do pastel rodeado de gente, e todo mundo naquele esquema de conversar e soltar perdigotos sem parar. É como se a cidade tivesse parado em algum dia em 1976 e ainda continuasse lá, preservada em um tipo de inocência que não serve pra muita coisa, a não ser que o sujeito seja um enviado de Deus, tenha desistido ou esteja prestes a desistir. E era justamente desse jeito que eu andava, não como um enviado de Deus, mas parecido com um quase desistente, e até continuaria assim, não fosse essa ventura que veio através do que lá fora chamam de wake up cool ever – acho que é isso -, que significa, basicamente, uma chamada de consciência absoluta. Um dia, de frente pro espelho, do nada dei de procurar o sujeito que eu achava que era. Meia hora ali, em uma extenuante busca, e ele não estava lá. Em seu lugar, um quase estranho, feio e esquisito, desses que a gente sempre vê de relance e que nunca chega a saber verdadeiramente quem é.

Mas então eu estava com algumas sacolas de mercado nas mãos, caminhando até a banca de cigarros, quando, ao passar pela porta de um estabelecimento, alguém me chamou.

– ei – a mulher disse. – vem beber um copo comigo.

Devia ter uns trinta e poucos anos, cabelos castanhos escorridos, unhas pintadas, o vestido florido com uma das alças caindo. Tinha o rosto bonito. Estava sentada em uma das mesas, com um copo de cerveja à sua frente. Na fachada do bar, em cimento, o nome do supermercado Iguatemi.

– agora não posso – respondi. – Preciso resolver umas coisas.
– resolve depois.
– são urgentes.
– vou esperar você voltar – ela falou, dando um gole.

Não encontrei Hollywood na banquinha. Comprei um Broadway, que me deixa com um pigarro do caralho, e esperei o homem trocar o dinheiro. Depois fui até o carro, guardei as sacolas cheias de verduras, peguei a sanduicheira que quebrou com uma semana de uso e segui até a loja em que a havia comprado. O atendente disse que a garantia deles tinha expirado, mas que a empresa talvez trocasse por uma nova. Deixei a sanduicheira com ele e voltei para o carro. Bastava ligar o motor e voltar pra casa. Era simples, meia hora de estrada. Eu colocaria uma música boa e a viagem seria ainda mais rápida. Antes de ligar, no entanto, pensei na mulher. Era bonita. Estava mal cuidada, como muita gente, inclusive eu, mas manteve o sorriso largo e um brilho diferente nos olhos, feito esperança, embora também houvesse um tanto de desespero e de solidão. É isso o que os dias fazem com a gente, imaginei ela dizendo para alguém, ajeitando o cabelo castanho que caía sobre os olhos. Veio alguma coisa naquele momento, mas eu não sabia o que era. Nem tesão, nem simpatia. Acho que curiosidade. Saltei do carro, tranquei a porta e voltei.

Ela estava na mesma mesa, agora acompanhada de uma amiga, uma morena grande e larga que falava sem parar. As duas colocaram as máscaras, que estavam no queixo, quando entrei.
– sabia que ia voltar – ela disse.

Fui até a mesa ao lado da delas e me sentei.

– fiquei pensando na cerveja.
– Daiane, pega uma cerveja – ela disse pra amiga. – o homem aqui está com sede.
– isso aqui era um supermercado antes? – perguntei.
– parece que sim.
– e, agora, é um bar.
– um puteiro também.
– não tinha imaginado.
– tá na cara. quer ir lá atrás? Tenho um quarto.
– hoje não. vou ficar só com a cerveja.
– tá com medo de morrer…
– se estivesse, não me sentaria aqui.
– eu já me vacinei. Tenho pressão alta.
– não é isso. só quero beber a cerveja e ir pra casa.

Daiane voltou e colocou a cerveja nos copos, primeiro no delas e depois no meu. E nós começamos a conversar: sobre o calor da tarde, sobre uma amiga delas que estava intubada, sobre uma das músicas que tocavam na caixa de som. Eu às vezes fechava os olhos e me imaginava cantando a música, o efeito da segunda e terceira cervejas já batendo na porta, um náufrago se deixando levar pela corrente em busca de algo pra se segurar. Uma hora Daiane me encarou e disse:

– parece que você tá com a cabeça longe.
– Passei por um Wake up cool ever – disse -, e estava pensando no que tenho que fazer.
– que merda é isso?
– é quando a gente leva um susto, Daiane. E, depois desse susto, volta a se achar.
– levou susto, foi?
– alguns. Mas com todo mundo é assim.
– com todo mundo é assim – ela respondeu.

Daiane fez um brinde, vindo até a minha mesa e levantando o copo no ar. A outra, que se chamava Rosália, fez o mesmo e eu automaticamente fiquei de pé e levantei o meu. Todos com a porra da máscara no queixo. E, naquele momento, um pouco porque eu já estava meio bêbado, aqueles copos passaram a ser a extensão dos nossos corpos e eles se encontraram e permaneceram por alguns segundos juntos, o barulho do vidro a tilintar naquela comunhão, em plena pandemia, em um puteiro com o nome de supermercado iguatemi. Olhei para a rua e, de onde estava, pude ver o sol começar a se pôr, o sol de Uruçuca, uma panela de ouro a reluzir sobre o teto das casas, e permaneci por um instante em silêncio, observando o céu mudar de cor, ficando abóbora e cor de rosa, depois roxo e azul, até que enfim o sol se transformou em uma pequena curva branca no horizonte e o céu ficou escuro e a noite chegou. Eu nunca as tinha visto, mas não importava. Era como se estivesse entre amigos, gente que se entendia porque se conhecia há muito tempo, mesmo sem lembrar, e eu só precisasse ficar mais um pouco ali. Ou, foi o que pensei na hora, era também como se nós três, eu, Rosália e Daiane, tivéssemos de alguma forma burlado o tempo e de repente voltado a qualquer fim de tarde em 1976.

Rodrigo Melo é escritor; publicou Jogando dardos sem mirar no alvo (Mondrongo, 2016), O sangue que corre nas veias (Mondrongo, 2013), Enquanto o mundo dorme (Penalux, 2016) e Riviera (Mondrongo, 2020). 

Elba morreu em acidente na tarde desta quinta-feira
Tempo de leitura: < 1 minuto

Um acidente na BR-101, perto do trevo de Uruçuca, no sul da Bahia, nesta quinta-feira (3), deixou uma pessoa morta. A vítima foi identificada como Elba Silva Barbosa, de 50 anos, que era professora da rede municipal de Ibirataia.

Amigos de Elba Silva Barbosa afirmaram ao PIMENTA que a professora viajava de Ipiaú para Ilhéus. As primeiras informações são de que Elba perdeu o controle do carro, um Ford KA, que saiu da pista e colidiu com uma árvore, em um matagal. Ela morreu no local.

A Prefeitura de Ibirataia divulgou nota lamentado o falecimento de Elba Silva.” Sempre disposta a contribuir para o aprimoramento pedagógico do município, ela foi um exemplo de dedicação ao trabalho e amor à Educação, com os seus 27 anos de contribuição”, disse em nota.

O município destacou ainda a dedicação da professora à profissão. “Seu legado de alegria, honestidade e profissionalismo ficará para sempre nos corações dos seus dois filhos, da sua família, amigos, colegas e alunos”.