Tempo de leitura: < 1 minuto

Cláudio Rodrigues | aclaudiors@gmail.com

Nada como um dia após o outro e o resultado das urnas. Esse resultado representa a seriedade do trabalho de um homem correto e de boa índole.

Essa eleição municipal consagra uma pessoa ímpar, que teve o seu nome e de seu instituto jogado na lama por aqueles que, num passado não muito distante, tinham-lhe como grande guru das pesquisas eleitorais.

A turma de um deputadozinho mascate de emendas do Orçamento da União, que um dia pensou que seria um ACM de Itabuna, fez uma campanha sórdida contra Agenor Gasparetto e seu instituto. O mesmo Gasparetto que, desde a eleição de 1992, acertou o resultado da primeira eleição que levou o atual deputado mercador de emendas ao cargo de prefeito de Itabuna.

Esse sociólogo também acertou na lata, ao afirmar que Jaques Wagner venceria Paulo Souto no primeiro turno da eleição de 2006 para o Governo da Bahia. Mas, nesta eleição, ao divulgar uma pesquisa registrada, que apontava a vitória de Vane do Renascer por uma pequena margem frente ao atual prefeito Azevedo, e que colocava a candidata Juçara Feitosa com pouco mais de 12 por cento dos votos, por pouco não foi linchado em praça pública.

Nada como um dia após o outro e o resultado das urnas. Agenor, valeu a pena. Parabéns! Esse resultado representa a seriedade do trabalho de um homem correto e de boa índole.

32 respostas

  1. O professor e pesquisador Agenor Gaspareto sempre foi de muita competência. O que é dificil é ouvir a verdade, quando esta não lhe é favorável.
    Encole essa Azedo…..Geraldo….Fernando…Maria Alice….e toda corriola…Espera Jaques Wagner, o proximo é VOCÊ.

  2. Exemplo de seriedade, isenção, independência, competência, ética e conduta ilibada. Qualidades que caracterizam esse grande educador, sociológo e cientista político Agenor Gasparetto. Me orgulho de ser seu colega de Academia.

  3. Excelente artigo e Parabens ao Instituto de Pesquisa do Agenor Gasparetto, que não se corrompe para agradar políticos, por isso é uma empresa séria. Como diria o falecido Ibraim Sued. “A caravana passa, os cães ladram”

  4. A rejeição de Azevedo não se resume só na diferença dos votos de Vane e sim:

    A quantidade total dos votos de Vane
    Na quantidade de votos de Juçara.
    Dos outros três candidatos, dos brancos e dos nulos.

    ou seja somando tudo não é uma diferença de mil e poucos votos como muitos estão falando mais de uma totalidade expressiva.

    VANE FAÇA UM BOM GOVERNO, CUIDADO COM AS INFLUÊNCIAS CASO CONTRARIO,DAQUI A QUATRO ANOS A GENTE TIRA VOCÊ TAMBÉM!

  5. Parabéns a todos os colaboradores da mpresa de GASPARETTO, pela seriedade e compromisso com aquilo que faz.
    A população agradeçe, e vem a público aqui solicitar que sejam feitas pesquisas para avaliar o prefeito e os vereadores durante o mandato, assim seria um termômetro para os gestores o índice de aprovação.
    10

  6. e cadê a foto de Gasparetto, se a matéria é sobre ele.

    Da Redação: É um pequeno artigo a respeito de Gasparetto, Felipe. Só por isso.

  7. É isso mesmo. Os raivosos do PT e os enDEMoniados fizeram de tudo para desacreditar a única pesquisa que foi confirmada nas urnas. Quando é para ser, não adianta plantar notícias, contar com a estranha “eficiência” do MP ou mesmo colocar ebó na porta dos outros. Itabuna cansou do atraso! a mudança já começou!

  8. PARABÉNS CLAUDIO PELA SUA COLOCAÇÃO. PRECISAMOS DE UMA IMPRENSA
    LIVRE SEM RABO PRESO COM ESSA CORJA DE SAFADOS OPORTUNISTAS QUE
    LESAM A CONSCIÊNCIA DE UM POVO CARENTE E SEM RUMO. ELES NÃO
    FIZERAM NADA QUANDO PODIAM E AGORA SE MOSTRAM COMO SALVADORES DA
    PÁTRIA. POUCA VERGONHA.

  9. Quando o homem tem caráter, ele enfrenta qualquer coisa, porque ele sabe que no final de tudo as coisas são todas reveladas, por isso, meu estimado professor em todos meus comentários sites a fora, sempre estive do seu lado pela lisura do seu trabalho, jamais quis trabalhar centralizando em pesquisa em um reduto específico de um candidato, isso enfurece os políticos coronéis de Itabuna.
    Mais uma vez parabéns professor! Mais uma vez deu aula para estes institutos franqueados rs.

  10. Senhor Cláudio Rodrigues

    O senhor expressa nesse blog mais do que um elogio a Gasparetto, mas também, um racor, quando faz juízo de valor sobre o deputado, já que não apresentou provas que confirma o teor da acusação.

    Já acabou a campanha pra prefeito. A partir de agora pode começar a batalha judicial, e aí, o senhor pode aproveitar apresentar a denuncia fundamentada em provas materiais.

    As provas são fundamentais para a população refletir sobre os quase 30 mil votos que o deputado recebeu em Itabuna. Se há problema pessoal com o deputado, entendo o juízo de valor.

    Ailson Oliveira
    Professor

  11. Concordo com o seu comentário, só discordo com as ofensas pessoais. Pra ser um bom comentarista e dar razão aos fatos, não é preciso destilar raiva contra as pessoas. As diferencas pessoas, tem que ser discutidas e ou resolvidas em particular. Os leitores te que ser respeitados.

  12. Isso mesmo, Cláudio, parabéns pelo seu texto. Um absurdo tudo isso, sem falar que há mais ou menos dois anos Gasparetto chegou a discutir com GS, afirmando que Juçara não teria condição de ganhar a eleição, pela alta rejeição. Viu no que deu, GS?

  13. Diante das criticas fiz um comentário acerca da natureza da prática do prof.Gasparetto. O resultado das eleições confirmaram, estamos diante de um homem de bem e um profissional cuja prática traduz seu carater.

  14. “Nada como um dia após o outro e o resultado das urnas. Esse resultado representa a seriedade do trabalho de um homem correto e de boa índole”.

    Exatamente isso. Dispensa qualquer comentário.

  15. Sim, o vassourento estava com febre, e botou a culpa no termômetro (Gasparetto)!
    Agora, aqui pra nós, Senhor Pimenta, chamar o deputadozinho baixo clero “apenas” de mercador de emendas, parece coisa de aliado!…

  16. Sr. Claudio Rodrigues gostaria de parabenizá-lo pelo corajoso posicionamento em defesa de Agenor Gasparetto, um detalhe importante que acho relevante trazer à tona é que este mesmo pesquisador trabalhou na campanha passada da candidata Juçara Feitosa na eleição passada, e ele alertou para o crescimento do candidato Azevedo semanas antes da eleição de 2008, faltando uma semana, Gasparetto apontou a vantagem de Azevedo e a derrota da candidata Juçara Feitosa, foi ai que houve a coligação desesperada com capitão Fabio promovida por Geraldo Simões para confundir o eleitor e vê se salvava a candidata da degola, deu no que deu… agora, quatro anos após, Gasparetto acerta em cheio com clareza meridiana as eleições para prefeito de Tabocas, e além do mais estive diante de uma das pesquisas feita pelo seu instituto no final de agosto e inicio de setembro e seu parecer sobre as eleições de Itabuna já apontava a dificuldade de Azevedo se reeleger e no cenário mais confortável para sua pretensão seria o crescimento da candidata do PT, algo inimaginável para os pobres mortais,diz ainda em seu parecer que existiam mais pessoas acreditando na vitória de Azevedo do que propriamene votando nele, e assim diante da realidade dos números, Vane derrota duas correntes politicas que protagonizaram as eleições e o comando desta cidade por longos anos, coloca em parafuso a vida politica do DEM e do PT aqui na terrinha, viva Gasparetto e seu instituto que não falharam em suas previsões, ao contrario das pesquisas fajutas encomendadas, “ao gosto do fregues” com o íntuito espúrio de confundir o eleitor, pelo jeito, não deu certo.

  17. Parabéns Agenor Gasparetto! O Sr. acertou na mosca, eu sabia!Quando blasfemavam contra seu trabalho dizendo que era pesquisa mentirosa e que as outras eram verdadeiras, sempre defendi a lisura do seu trabalho! Parabéns!

  18. a verdade sempre prevalece e esse blog foi um dos que questionou a integridade de gasparetto boa materia essa agora cade suas explicações?

    Da Redação: Questionamos, Mary?

  19. Zelão,diz: – O difícil entendimento do conceito do que é; gratidão

    Louvável é a atitude do amigo Cláudio Rodrigues, em defesa do trabalho do sociólogo Agenor Gasparetto, cujo trabalho e honradez com que o exerce, por sí só dispensa prévias ou posteriores defesas.
    O que me deixa até certo ponto perplexo é a “virulência” com que o amigo Cláudio utiliza contra o deputado Geraldo Simões, para justificar e fundamentar o seu comentário-defesa. Para justificar a honra presumivelmente ofendida de Gasparetto, ataca a honra do deputado. Espanta-me ainda mais – conhecendo a Cláudio desde a sua chegada a Itabuna, vindo de Feira de Santana – trazido por José Carlos Teixeira, com quem trabalhava na assessoria de comunicação da prefeitura daquela cidade, para trabalhar aqui, justo no primeiro governo de Geraldo Simões na prefeitura de Itabuna.
    A boa recepeção que Cláudio teve, por seu bom trabalho – dentro do governo, o fez retornar a prefeitura no segundo mandato de Geraldo e de participar de todas as campanhas das quais Geraldo participou. Ganhando ou perdendo, Cáudio fazia parte do time dos “fiéis escudeiros de Geraldo.” Cláudio aqui ficou, casou-se e constituiu família. Continuou trabalhando, sempre ligado de alguma forma a Geraldo, dele se afastando definitivamente, quando da segunda derrota para Fernando Gomes.
    Confesso que não conheço os verdadeiros motivos que levaram Cláudio a criar tamanha ogeriza a Geraldo.
    O que me confunde é o fato de não conseguir entender o que leva os indivídous a interpretar das formas mais diversas um sentimento tão simples e humano: – A gratidão!

  20. Perfeito! Gaspareto arrasou! Técnico, profissionalismo da equipe, competência, qualidade e seriedade nas pesquisas! Parabéns!!!! É uma honra para a cidade o seu trabalho! Parabéns a toda equipe. Todos merecem um prêmio!!!!

  21. Perfeito, é isso mesmo. Sempre costumamos nos esquecer dos Institutos que realizam as pesquisas e nesse caso vale a pena parabenizar o Gasparetto pelo trabalho sério nas pesquisas eleitorais em Itabuna.

  22. Fiz aposta baseado na pesquisa de Gasparetto pois o conheço e já fiz questão de parabenizá-lo pessoalmente no Banco do Brasil, onde o encontrei ontem.

  23. Comentário perfeito do Zelão. O Sr Cláudio não precisava citar o deputado GS da forma como foi feita: virulenta e desrespeitosa. Perdeu o brilho a sua análise e até diminuiu a importância do elogio a Gasparetto, este foi superado pelo ataque gratuito a GS. Aliás sabe-se lá o porquê de tamanho ódio, visto que esse rapaz participou dos governos de geraldo e de alguma campanhas deste. Mas infelizmente essa é a natureza humana, fazer o quê?? Incrível e até merecedor de análises e estudo psicológico a capacidade que GS tem de criar inimigos tão virulentos e cheios de ressentimentos como esse. Cruz credo!!!!!

  24. A política praticada de forma correta, honesta e sem manipulação é válida e dar vontade de participar. Mas onde há manobras políticas, calúnias como foi visto nesta eleição, e candidatos criando “pesquisas” com institutos que nunca se ouviu falar, acaba nos deixando desanimados, frustados, com nojo. E Gaspareto é uma pessoa honesta, íntegra, e eu particularmente, acreditei em sua pesquisa, e sabia que o resultado seria positivo, assim como aconteceu. Mas hoje o instituto sai fortalecido e nada melhor do que um dia após o outro.

  25. Pesos com medidas distintas

    Em Ilhéus, o erro da Sócio Estatística foi enorme.
    Jabes venceu com 43% dos votos válidos.
    Jorge Luís teve 22% dos votos válidos.

    O Instituto deu vitória de Jabes com 59,7% dos votos nominais
    E Jorge Luís ficaria com 12,5%.

    De posse da pesquisa, Jabes mandou espalhar o resultado por todos os bairros e distritos de Ilhéus numa tentativa de desestimular o voto para a sua principal oponente.

    Isso merece muita reflexão.

    Ailson Oliveira
    Professor

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.