Tempo de leitura: < 1 minuto
Site traz artigos e informações relacionados ao enfrentamento da violência contra a mulher.

Grupo de homens e mulheres de Itabuna promove, no próximo sábado, 24, a segunda edição da Marcha das Vadias no município sul-baiano. O movimento pelos direitos da mulher e contra a violência praticada contra o sexo feminino agora tem site (www.marchadasvadiasitabuna.com).

Artigos e notas e um manifesto explicam o sentido da causa e a polêmica escolha da denominação do movimento (Marcha das Vadias). Há, ainda, um vídeo com chamada para o evento do próximo sábado. Itabuna foi a primeira cidade do interior do Norte e Nordeste brasileiro a se engajar nesta luta e promover a marcha, ano passado (relembre aqui).

Parte do manifesto deste ano explica o porquê do nome: – Nas nossas ações, o nome “vadias” tem sido o principal motivo de estranhamento das pessoas. Cabe lembrar que a Marcha das Vadias originou-se no Canadá, num episódio em que estudantes foram advertidas por um policial de que poderiam ser estupradas no campus da Universidade de Toronto por se vestirem como “vagabundas” (sluts, em inglês).

Confira o site

2 respostas

  1. 1 Coríntios 7:1-14

    1 Ora, quanto às coisas de que me escrevestes, bom seria que o homem não tocasse em mulher;
    2 mas, por causa da prostituição, tenha cada homem sua própria mulher e cada mulher seu próprio marido.
    3 O marido pague à mulher o que lhe é devido, e do mesmo modo a mulher ao marido.
    4 A mulher não tem autoridade sobre o seu próprio corpo, mas sim o marido; e também da mesma sorte o marido não tem autoridade sobre o seu próprio corpo, mas sim a mulher.
    5 Não vos negueis um ao outro, senão de comum acordo por algum tempo, a fim de vos aplicardes à oração e depois vos ajuntardes outra vez, para que Satanás não vos tente pela vossa incontinência.
    6 Digo isto, porém, como que por concessão e não por mandamento.
    7 Contudo queria que todos os homens fossem como eu mesmo; mas cada um tem de Deus o seu próprio dom, um deste modo, e outro daquele.
    8 Digo, porém, aos solteiros e às viúvas, que lhes é bom se ficarem como eu.
    9 Mas, se não podem conter-se, casem-se. Porque é melhor casar do que abrasar-se.
    10 Todavia, aos casados, mando, não eu mas o Senhor, que a mulher não se aparte do marido;
    11 se, porém, se apartar, que fique sem casar, ou se reconcilie com o marido; e que o marido não deixe a mulher.
    12 Mas aos outros digo eu, não o Senhor: Se algum irmão tem mulher incrédula, e ela consente em habitar com ele, não se separe dela.
    13 E se alguma mulher tem marido incrédulo, e ele consente em habitar com ela, não se separe dele.
    14 Porque o marido incrédulo é santificado pela mulher, e a mulher incrédula é santificada pelo marido crente; de outro modo, os vossos filhos seriam imundos; mas agora são santos.
    Leia o capítulo completo: 1 Coríntios 7

  2. não entendi o comentário do cidadão joao da silva, mas parabenizo a iniciativa destes homens e mulheres

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.